Perguntas frequentes (FAQ)

  1. O que é um repositório institucional?
  2. O que é o Repositório Institucional UNESP?
  3. Quem é responsável pelo Repositório Institucional UNESP?
  4. Quais documentos são disponibilizados no Repositório Institucional UNESP?
  5. Como o Repositório Institucional UNESP está organizado?
  6. Como devo proceder para disponibilizar meus artigos no Repositório Institucional UNESP?
  7. Posso publicar no Repositório Institucional UNESP?
  8. Quem tem acesso aos documentos disponibilizados no Repositório Institucional UNESP?
  9. Quem pode se cadastrar no Repositório Institucional UNESP?
  10. O que é acesso aberto? E acesso restrito?
  11. Por que em alguns casos é possível acessar o arquivo PDF com o texto completo e em outros não?
  12. Encontrei um erro no Repositório Institucional UNESP. O que devo fazer?
  13. Com quem devo entrar em contato para obter outras informações sobre o Repositório Institucional UNESP?
  14. O que é o autoarquivamento de dissertações/teses?
  15. O autoarquivamento é obrigatório?
  16. Como faço login para realizar o autoarquivamento?
  17. Qual é o prazo para a realização do autoarquivamento?
  18. Qual versão da dissertação/tese devo submeter?
  19. Devo submeter a dissertação/tese no formato PDF ou no formato DOC (Word)?
  20. Mesmo realizando o autoarquivamento, é necessário entregar a versão impressa?
  21. Quantos exemplares impressos devo entregar?
  22. Há limite no tamanho do arquivo que vou submeter?
  23. É necessário entregar uma cópia da dissertação/tese em CD ou DVD?
  24. Qual a diferença entre o texto parcial e o texto completo?
  25. Como devo proceder se minha dissertação/tese será publicada como artigo ou livro?
  26. Como solicitar a prorrogação do prazo para disponibilização do texto completo?
  27. Como devo proceder se minha dissertação/tese envolve o registro de patente?
  28. Concluí a submissão. Quando receberei o e-mail informando sobre o aceite?
  29. Minha submissão foi rejeitada. O que devo fazer?
  30. Posso publicar minha dissertação/tese como artigo ou como livro mesmo após o autoarquivamento?
  31. Posso disponibilizar minha dissertação/tese em outros sites?
  32. Após realizar o autoarquivamento, notei que disponibilizei uma versão que não era a final da minha dissertação/tese. Posso substituir o arquivo no Repositório Institucional UNESP?
  33. Não estou conseguindo realizar a submissão. Preciso que alguém me auxilie. Quem pode me ajudar?
  34. Com quem devo entrar em contato se tiver outras dúvidas sobre o autoarquivamento de dissertações/teses?

1. O que é um repositório institucional?

Um repositório institucional é um ambiente digital voltado ao armazenamento, à divulgação, ao acesso e à preservação da produção de uma instituição.

A principal diferença entre um repositório institucional e outros ambientes, tais como as bases de dados, revistas, bibliotecas digitais e repositórios temáticos, é que o repositório institucional é dedicado à produção institucional, ou seja, aos documentos criados na instituição e/ou por seus membros. Assim, os repositórios institucionais das universidades incluem, por exemplo, os artigos científicos e trabalhos apresentados em eventos que são de autoria dos docentes e dos alunos, as dissertações e as teses defendidas nos Programas de Pós-Graduação da universidade, etc.

↑ Voltar para o topo da página

2. O que é o Repositório Institucional UNESP?

O Repositório Institucional UNESP é uma iniciativa da Universidade Estadual Paulista (UNESP) que tem por objetivo armazenar, preservar, disseminar e possibilitar o acesso aberto, como bem público global, à produção científica, acadêmica, artística, técnica e administrativa da Universidade.

↑ Voltar para o topo da página

3. Quem é responsável pelo Repositório Institucional UNESP?

O responsável pelo Repositório é o Grupo Gestor da Política do Repositório Institucional UNESP (GRI-UNESP) que, instituído a partir da Portaria Unesp nº 88 de 28 de fevereiro de 2013, tem em sua coordenação geral a Prof.ª Dr.ª Tania Regina de Luca, em sua coordenação acadêmica a Prof.ª Dr.ª Silvana Aparecida Borsetti Gregorio Vidotti e em sua coordenação executiva a Dr.ª Flávia Maria Bastos.

As atividades de implantação, de manutenção e de aprimoramento do Repositório são desenvolvidas pela Coordenadoria Geral de Bibliotecas (CGB) por meio de suas parcerias com o Núcleo de Educação a Distância (NEaD), com as Pró-Reitorias de Pós-Graduação, de Graduação, de Pesquisa, de Extensão e de Administração, com a Fundação Editora Unesp e com a Agência Unesp de Inovação (AUIN).

↑ Voltar para o topo da página

4. Quais documentos são disponibilizados no Repositório Institucional UNESP?

O Repositório tem por objetivo, durante seu desenvolvimento, disponibilizar a produção científica, acadêmica, artística, técnica e administrativa da Universidade. Por produção da Universidade, são entendidos os documentos, em seus diferentes tipos, criados por ao menos uma pessoa vinculada à Universidade, tais como os docentes e discentes dos cursos de graduação e de Pós-Graduação e os servidores membros do quadro de funcionários da Universidade.

Inicialmente, estão sendo disponibilizados no Repositório apenas os documentos que fazem parte da produção científica da Universidade e que são do tipo:

  • artigo, resenha, nota, carta ou editorial publicado em revista científica;
  • trabalho ou resumo publicado em anais de evento;
  • livro;
  • capítulo de livro;
  • patente;
  • tese de doutorado;
  • dissertação de mestrado;
  • tese de livre-docência;
  • trabalho de conclusão de curso.

↑ Voltar para o topo da página

5. Como o Repositório Institucional UNESP está organizado?

O Repositório está organizado em comunidades que representam as unidades universitárias (faculdades, institutos, etc.) da UNESP. Essas comunidades estão divididas em subcomunidades que representam os departamentos e Programas de Pós-Graduação. Em cada subcomunidade há coleções para os diferentes tipos de documentos de autoria dos docentes e/ou discentes associados ao departamento ou ao Programa de Pós-Graduação.

↑ Voltar para o topo da página

6. Como devo proceder para disponibilizar meus artigos no Repositório Institucional UNESP?

Atualmente, os artigos estão sendo inseridos no Repositório apenas pela Equipe Técnica responsável por essa atividade. O mesmo ocorre com dissertações, teses, livros, capítulos de livro, resenhas, notas, cartas, editoriais e patentes.

↑ Voltar para o topo da página

7. Posso publicar no Repositório Institucional UNESP?

Não. O Repositório não edita e não publica qualquer documento, apenas disponibiliza documentos que já foram publicados em revistas científicas, anais de eventos, etc. Por favor, consulte a questão Como devo proceder para disponibilizar meus artigos no Repositório Institucional UNESP?.

↑ Voltar para o topo da página

8. Quem tem acesso aos documentos disponibilizados no Repositório Institucional UNESP?

O Repositório participa no movimento internacional para o acesso aberto à produção científica. Qualquer pessoa com acesso à Internet pode consultar e realizar o download dos documentos disponibilizados no Repositório. A única restrição se aplica a algumas dissertações e teses cujo acesso ao texto completo está restrito durante um período definido pelo autor (período de embargo).

↑ Voltar para o topo da página

9. Quem pode se cadastrar no Repositório Institucional UNESP?

Qualquer pessoa com acesso à Internet pode se cadastrar no Repositório. Com o cadastro, você poderá se inscrever para receber notificações sobre os novos documentos que forem adicionados ao Repositório.

Para se cadastrar, acesse http://repositorio.unesp.br/register, informe seu endereço de e-mail e siga as instruções apresentadas na página.

↑ Voltar para o topo da página

10. O que é acesso aberto? E acesso restrito?

No Repositório, as expressões "Acesso aberto" e "Acesso restrito" são utilizadas para indicar se um documento está ou não disponível a qualquer pessoa.

Acesso aberto: não é necessário qualquer cadastro, assinatura ou pagamento para acessar o texto completo do documento na página do publicador.

Acesso restrito: é necessário cadastro, assinatura ou pagamento para acessar o texto completo do documento na página do publicador.

Essas indicações referem-se exclusivamente à disponibilidade do documento na página do publicador e não à disponibilidade no Repositório. Todos os documentos que estão disponíveis em texto completo no Repositório podem ser acessados e baixados por qualquer pessoa, exceto algumas dissertações e teses cujo acesso ao texto completo está restrito durante um período definido pelo autor (período de embargo).

No contexto global, a expressão "Acesso aberto" é utilizada para indicar o acesso irrestrito à informação científica, principalmente aos artigos publicados em periódicos científicos. Para a Iniciativa de Budapeste pelo Acesso Aberto, o acesso aberto à literatura científica é a

"[...] disponibilização livre e pública na internet, permitindo a quaisquer usuários ler, baixar, copiar, distribuir, imprimir, buscar ou vincular aos textos completos desses artigos, indexá-los, processá-los como dados em software, ou utilizá-los em qualquer propósito dentro da lei, sem barreiras financeiras, legais ou técnicas que não sejam as do simples acesso à Internet. A única limitação sobre a reprodução e a distribuição e o único papel do copyright neste domínio devem ser dados aos autores o controle sobre a integridade de sua obra e o direito de serem propriamente reconhecidos e citados."

↑ Voltar para o topo da página

11. Por que em alguns casos é possível acessar o arquivo PDF com o texto completo e em outros não?

Isso ocorre porque alguns documentos, principalmente os artigos publicados em revistas científicas, não podem ter seu texto completo disponibilizado no Repositório devido às restrições de direitos autorais impostas pelos publicadores.

Nos casos em que não é possível incluir o texto completo, são disponibilizados links que direcionam para o documento na página da revista ou da base de dados em que ele está disponível.

↑ Voltar para o topo da página

12. Encontrei um erro no Repositório Institucional UNESP. O que devo fazer?

Caso tenha encontrado qualquer erro no Repositório, você poderá reportar o erro no Entre em contato.

↑ Voltar para o topo da página

13. Com quem devo entrar em contato para obter outras informações sobre o Repositório Institucional UNESP?

Para obter outras informações sobre o Repositório, entre em contato com a Equipe Técnica através do e-mail repositoriounesp@reitoria.unesp.br.

↑ Voltar para o topo da página

14. O que é o autoarquivamento de dissertações/teses?

O autoarquivamento é o processo em que o aluno envia (submete) sua própria dissertação/tese para ser disponibilizada no Repositório Institucional UNESP. O processo de submissão realizado no autoarquivamento é semelhante ao processo de submissão de um artigo em uma revista científica. Ao término da submissão, o arquivo e os dados informados/enviados são verificados e, então, aprovados ou rejeitados para a disponibilização no Repositório.

A verificação realizada no Repositório é diferente da análise que os pareceristas fazem em uma revista científica. Enquanto os pareceristas analisam o conteúdo do trabalho, os revisores do Repositório verificam apenas se os dados informados pelo aluno (linha de pesquisa, agência de fomento, palavras-chave, etc.) estão corretos. Os revisores do Repositório não realizam qualquer análise do conteúdo do trabalho, pois as dissertações/teses submetidas já foram avaliadas e aprovadas antes da submissão. Para instruções sobre o autoarquivamento de dissertações e teses, consulte o Tutorial para o autoarquivamento na página da CGB.

↑ Voltar para o topo da página

15. O autoarquivamento é obrigatório?

Sim. O autoarquivamento no Repositório Institucional UNESP é obrigatório para as dissertações e as teses defendidas a partir de 11 de dezembro de 2015 nos Programas de Pós-Graduação da Unesp, conforme a Portaria UNESP Nº 396, DE 10 DE SETEMBRO DE 2015.

↑ Voltar para o topo da página

16. Como faço login para realizar o autoarquivamento?

Para realizar o autoarquivamento de sua Dissertação ou Tese você deve acessar o Repositório utilizando o mesmo login e senha do Sistema de Pós-Graduação selecionando a opção Acesso via Sistemas UNESP (utilizado para o autoarquivamento). O autoarquivamento é válido para todas as defesas realizadas a partir de 11/12/2015 (data em que a Portaria UNESP Nº 396 entrou em vigor). Caso não consiga realizar o autoarquivamento logado com os dados do Sistema de Pós-Graduação entre em contato com a Equipe Técnica do Repositório pelo e-mail repositoriounesp@reitoria.unesp.br

↑ Voltar para o topo da página

17. Qual é o prazo para a realização do autoarquivamento?

Após a defesa, você tem até 60 (sessenta) dias consecutivos para:

  • realizar as alterações decorrentes da defesa;
  • realizar o autoarquivamento no Repositório.

A versão impressa da dissertação/tese e o aceite da submissão (recebido por e-mail) devem ser entregues na Seção Técnica de Pós-Graduação.

Por exemplo, se você defendeu no dia 1º de um mês, terá até o dia 30 do mês seguinte para: realizar as alterações, realizar o autoarquivamento e após o recebimento do e-mail de confirmação entregar a versão impressa e o aceite. Verifique na Seção Técnica de Pós-Graduação se, em seu Programa de Pós-Graduação, é necessário entregar também uma cópia da dissertação/tese em CD ou DVD além da versão impressa.

↑ Voltar para o topo da página

18. Qual versão da dissertação/tese devo submeter?

A versão da dissertação ou tese que deve ser submetida é a versão final (normalizada e corrigida).

A versão final é aquela que inclui as alterações realizadas após a defesa. A versão final deve também ser impressa e entregue na Seção Técnica de Pós-Graduação.

↑ Voltar para o topo da página

19. Devo submeter a dissertação/tese no formato PDF ou no formato DOC (Word)?

A versão final da dissertação/tese deve ser submetida no formato PDF (Portable Document Format).

O arquivo PDF não deve estar protegido e a dissertação/tese deve estar em um único arquivo, inclusive os apêndices e anexos, se houver. Consulte o tutorial Como salvar/unir arquivos em formato PDF.

↑ Voltar para o topo da página

20. Mesmo realizando o autoarquivamento, é necessário entregar a versão impressa?

Consulte a Seção Técnica de Pós-Graduação de sua unidade e verifique se é necessário a entrega da versão impressa.

↑ Voltar para o topo da página

21. Quantos exemplares impressos devo entregar?

A quantidade de exemplares impressos é definida pelo Programa de Pós-Graduação. Por favor, consulte a Seção Técnica de Pós-Graduação da sua unidade e verifique a quantidade necessária exigida pelo seu Programa de Pós-Graduação.

↑ Voltar para o topo da página

22. Há limite no tamanho do arquivo que vou submeter?

Não há limite no tamanho do arquivo que você submeterá no Repositório Institucional UNESP.

↑ Voltar para o topo da página

23. É necessário entregar uma cópia da dissertação/tese em CD ou DVD?

A necessidade da entrega de uma cópia digital em CD ou DVD é definida pelo Programa de Pós-Graduação. Por favor, consulte a Seção Técnica de Pós-Graduação da sua unidade e verifique se é necessário a entrega da versão digital em CD ou DVD.

↑ Voltar para o topo da página

24. Qual a diferença entre o texto parcial e o texto completo?

O texto completo inclui todo o conteúdo da dissertação/tese, inclusive os apêndices e os anexos.

O texto parcial inclui somente:

  • as páginas pré-textuais (capa, folha de rosto, dedicatória, agradecimentos, epígrafe, resumo na língua vernácula, resumo em língua estrangeira, listas de ilustrações, de tabelas, de abreviaturas, de siglas e de símbolos e sumário);
  • a introdução;
  • a conclusão ou as considerações finais;
  • as referências.

↑ Voltar para o topo da página

25. Como devo proceder se minha dissertação/tese será publicada como artigo ou livro?

Durante a submissão é possível optar pela disponibilização imediata apenas do texto parcial e especificar quando o texto completo poderá ser disponibilizado.

Se você optar pela disponibilização imediata apenas do texto parcial, as opções para a disponibilização do texto completo são:

  • 6 meses após a defesa;
  • 12 meses após a defesa;
  • 18 meses após a defesa;
  • 24 meses após a defesa.

Essas opções permitem que você tenha o tempo necessário para publicar sua dissertação/tese na forma de artigo ou de livro. Caso o prazo escolhido esteja terminando e você ainda não conseguiu publicar o artigo ou livro, é possível solicitar a prorrogação do prazo por mais 2 (dois) anos. Nesse caso você deve entrar em contado com a Seção de Pós-Graduação para solicitar a prorrogação.

↑ Voltar para o topo da página

26. Como solicitar a prorrogação do prazo para disponibilização do texto completo?

A solicitação da prorrogação do prazo para a disponibilização do texto completo deve ser enviada ao conselho do Programa de Pós-Graduação, no mínimo, 90 (noventa) dias antes do término do prazo. A prorrogação pode ser realizada apenas uma vez e por até 2 (dois) anos. Maiores esclarecimentos entrar em contato com a Seção Técnica de Pós-Graduação da sua unidade.

↑ Voltar para o topo da página

27. Como devo proceder se minha dissertação/tese envolve o registro de patente?

Entre em contato com a Seção Técnica de Pós-Graduação e verifique a documentação exigida para o procedimento e encaminhe com até 60 (sessenta) dias de antecedência da defesa, um ofício ao Conselho do Programa de Pós-Graduação solicitando deliberação acerca da disponibilização de sua dissertação/tese no Repositório.

↑ Voltar para o topo da página

28. Concluí a submissão. Quando receberei o e-mail informando sobre o aceite?

O arquivo PDF e os dados informados por você serão verificados pela Coordenadoria Geral de Bibliotecas (CGB) e você receberá o e-mail com o aceite após essa verificação.

No entanto, se houver algum erro em sua submissão, você receberá um e-mail informando que a submissão foi rejeitada e os motivos para a rejeição. Você poderá realizar as correções necessárias e realizar a submissão novamente.

Toda a comunicação entre você, o Repositório e a Coordenadoria Geral de Bibliotecas será realizada a partir do e-mail informado por você durante o cadastro no Repositório. Se, após 10 (dez) dias úteis, você não receber o aceite ou a rejeição, verifique se o e-mail não foi considerado "Spam". Se você constatar que realmente não recebeu o e-mail, entre em contato pelo formulário Envie sua dúvida ou pelo Atendimento online.

↑ Voltar para o topo da página

29. Minha submissão foi rejeitada. O que devo fazer?

Se sua submissão foi rejeitada, acesse o Repositório, faça as correções necessárias e envie a submissão novamente. As correções necessárias estarão descritas no e-mail que você recebeu informando sobre a rejeição.

↑ Voltar para o topo da página

30. Posso publicar minha dissertação/tese como artigo ou como livro mesmo após o autoarquivamento?

Sim. A autoarquivamento no Repositório não requer a transferência dos direitos autorais, de modo que o detentor desses direitos continua sendo o autor da dissertação/tese.

Ao realizar o autoarquivamento, o autor deve concordar com a Licença para a disponibilização online de dissertação ou de tese submetida ao Repositório Institucional UNESP. Concordando com esta licença, o autor afirma:

  • [...]
  • g) concedo à Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” o direito não exclusivo de disponibilizar, de copiar e de distribuir, por meio de seus ambientes institucionais de acesso restrito ou aberto ao público geral, sem ressarcimento de direitos autorais, o trabalho submetido e os dados informados durante a submissão;
  • h) concedo à Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” o direito não exclusivo de realizar quaisquer alterações na mídia ou no formato do arquivo para propósitos de preservação digital, de acessibilidade e de melhor identificação do trabalho submetido, desde que não seja alterado seu conteúdo intelectual.
  • [...]

Clique aqui para conferir o texto completo da Licença para a disponibilização online de dissertação ou de tese submetida ao Repositório Institucional UNESP

Uma vez que o autor é o detentor dos direitos, ele pode fazer o que julgar necessário, dentro da lei, com seu trabalho, inclusive transferir os direitos de cópia (copyright) para uma editora comercial ou acadêmica/científica.

↑ Voltar para o topo da página

31. Posso disponibilizar minha dissertação/tese em outros sites?

Sim. Ao realizar o autoarquivamento, o autor deve concordar com a Licença para a disponibilização online de dissertação ou de tese submetida ao Repositório Institucional UNESP. Concordando com esta licença, o autor concorda em conceder à UNESP o direito não exclusivo de disponibilizar sua dissertação/tese, isso significa que o autor pode disponibilizar seu trabalho em outros locais (site pessoal, blog, redes sociais, serviços de compartilhamento, repositórios temáticos, etc.).

↑ Voltar para o topo da página

32. Após realizar o autoarquivamento, notei que disponibilizei uma versão que não era a final da minha dissertação/tese. Posso substituir o arquivo no Repositório Institucional UNESP?

Não. A versão submetida por você é considerada a versão final da dissertação/tese, portanto não poderá ocorrer qualquer alteração, ver Qual versão da dissertação/tese devo submeter? A substituição do arquivo só poderá ser efetuada mediante autorização do Conselho de Pós-Graduação, após a autorização a Seção Técnica de Pós-Graduação deverá encaminhar o documento com a autorização digitalizada para o e-mail repositoriounesp@reitoria.unesp.br e a versão impressa da autorização para a CGB-Marília para que a substituição possa ser realizada.

Se o erro constar apenas nos dados do Repositório e não no arquivo PDF, você pode reportar o erro no Entre em contato.

↑ Voltar para o topo da página

33. Não estou conseguindo realizar a submissão. Preciso que alguém me auxilie. Quem pode me ajudar?

O Tutorial para o autoarquivamento está disponível na página da CGB. Se você precisa que alguém o auxilie durante a submissão, poderá entrar em contato com a Biblioteca da sua unidade. Os bibliotecários da Unesp estão capacitados para atendê-lo, tirar suas dúvidas e orientá-lo durante a submissão.

↑ Voltar para o topo da página

34. Com quem devo entrar em contato se tiver outras dúvidas sobre o autoarquivamento de dissertações/teses?

Você pode utilizar o formulário Envie sua dúvida. Sua dúvida será enviada à Equipe Técnica do Repositório que responderá assim que possível ou pelo Atendimento online de segunda a sexta das 10h às 12h e das 13h às 17h, exceto feriados.

↑ Voltar para o topo da página