Show simple item record

dc.contributor.advisorMartins, Dagoberto [UNESP]
dc.contributor.authorVitorino, Hermeson dos Santos [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:30:26Z
dc.date.available2014-06-11T19:30:26Z
dc.date.issued2013-05-03
dc.identifier.citationVITORINO, Hermeson dos Santos. Interferência da comunidade de plantas daninhas na cultura da soja em função do espaçamento de semeadura. 2013. vii, 69 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agronômicas de Botucatu, 2013.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/100037
dc.description.abstractO objetivo deste trabalho foi avaliar a interferência da comunidade de plantas daninhas na cultura da soja (variedade M-Soy 7908 RR) em função do espaçamento de semeadura. Utilizou-se um espaçamento em linha dupla (0,20 m x 0,67 m) e um espaçamento simples (0,45 m), as parcelas referentes ao espaçamento em linha dupla apresentou uma área útil de 6,96 m². No espaçamento de linha simples de 0,45 m e a área útil foi de 7,20 m². O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados e os tratamentos foram dispostos em um esquema fatorial (2x16), (A) dois espaçamentos e (B) 16 períodos de manejo de plantas daninhas. Antes da colheita da cultura da soja foram avaliadas as seguintes características agronômicas: altura de planta, altura de inserção da primeira vagem, número de vagens por plantas e número de vagem com um, dois e três grãos e vagens abortadas. Foi determinado o Período Anterior a Interferência (PAI) e o Período Total de Prevenção a Interferência (PTPI), sendo que o Período Crítico de Prevenção a Interferência (PCPI) foi estimado entre os finais do PAI e do PTPI. Das plantas daninhas presentes na área experimental 66,7% foram dicotiledôneas e 33,3% foram monocotiledôneas. O período com maior densidade de plantas daninhas foi aos 49 DAA para ambos os espaçamentos, enquanto que a massa seca foi maior aos 145 DAA, sendo no espaçamento em linha dupla o maior acúmulo. As plantas daninhas com maior Importância Relativa (IR%) no espaçamento em linha dupla e simples, respectivamente, durante todo o estudo foram: Raphanus sativus (31,5 e 30,6%), Brachiaria plantaginea (14,7 e 13,2%), B. decumbens (6,1 e 14,9%) e Commelina benghalensis (10,4 e 5,0%), assim, no início das avaliações (7 aos 35 DAE) o predomínio foi de R. sativus, enquanto que ao final das avaliações (42 aos 145 DAE)...pt
dc.description.abstractThe objective of this study was evaluated the influence of weed interference in soybean (Variety M-Soy 7908 RR) as a function of spacing of seeding. Was used a double line spacing (0.20 m x 0.67 m) and single spacing (0.45 m), the portions relating to the double line spacing showed an area of 6.96 m². In simple line spacing of 0.45 m and area of 7.20 m². The experimental design was randomized blocks and treatments were arranged in a factorial design (2x16), (A) two spacings and (B) 16 periods of weed management. Before harvest of soybean were evaluated for agronomic traits: plant height, height of the first pod, number of pods per plant and number of pods with one, two and three seeds and pods aborted. Been given Prior Period Interference (PAI) Period Total Interference Prevention (PTPI), and the Critical Period of Interference Prevention (PCPI) was estimated from the end of the PAI and PTPI. Of weeds in the experimental area were 66.7% and 33.3% were dicot monocot. The period with the highest weed density was at 49 DAA for both spacings, while the dry mass was higher at 145 DAA, being in double line spacing in the largest accumulation. The weeds greater relative importance (IR%) in dual in-line spacing and simple respectively, throughout the study: Raphanus sativus (31.5 and 30.6%), Brachiaria plantaginea (14.7 and 13.2 %), B. decumbens (6.1 and 14.9%) and Commelina benghalensis (10.4 and 5.0%), so in the beginning of the tests (7 to 35 DAE) was the predominance of R. sativus, while at the end of the evaluations (42 to 145 DAE) were predominant monocotyledons. The PAI was lower in double line spacing in eight days when compared to the one introduced by simple line spacing (18 days). The PTPI was 36 and 31 days for the line spacing in double and single, respectively, and weed emergence after this period did not cause... (Complete abstract click electronic access below)en
dc.format.extentvii, 69 f. : il. color., grafs., tabs
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectSemeadurapt
dc.subjectSoja - Espaçamentopt
dc.subjectComunidades vegetaispt
dc.subjectBrachiaria decumbenspt
dc.subjectErva daninhapt
dc.subjectWeedspt
dc.titleInterferência da comunidade de plantas daninhas na cultura da soja em função do espaçamento de semeadurapt
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramAgronomia (Agricultura) - FCApt
unesp.knowledgeAreaAgriculturapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências Agronômicas, Botucatupt
dc.identifier.aleph000717360
dc.identifier.filevitorino_hs_dr_botfca.pdf
dc.identifier.capes33004064039P3
dc.identifier.lattes2340617938554636
unesp.author.lattes2340617938554636
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record