Show simple item record

dc.contributor.advisorOmote, Sadao [UNESP]
dc.contributor.authorChahini, Thelma Helena Costa [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:31:44Z
dc.date.available2014-06-11T19:31:44Z
dc.date.issued2010-11-09
dc.identifier.citationCHAHINI, Thelma Helena Costa. Atitudes sociais e opiniões de professores e alunos da Universidade Federal do Maranhão em relação à inclusão de alunos com deficiência na educação superior. 2010. 132 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências, 2010.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/102198
dc.description.abstractO presente estudo teve por objetivo analisar as atitudes sociais e opiniões de professores e alunos da Universidade Federal do Maranhão em relação à inclusão de alunos com deficiência na Educação Superior. Ressalta-se que ações antagônicas ainda estão presentes na formação educacional do alunado com deficiência. Foram 357 participantes no total, subdivididos em 05 grupos. Sendo 09 alunos com deficiência que ingressaram na Universidade através da Política de Cotas a partir do primeiro semestre de 2007 e 06 alunos com deficiência que ingressaram antes da referida Política, totalizando 15 alunos com deficiência (09 alunos do sexo masculino e 06 alunos do sexo feminino); 100 alunos sem colegas com deficiência em sala de aula (56 do sexo masculino e 44 do sexo feminino); 100 colegas de alunos com deficiência (53 do sexo masculino e 47 do sexo feminino); 42 professores de alunos com deficiência (20 do sexo masculino e 22 do sexo feminino); 100 professores sem alunos com deficiência em sala de aula (58 do sexo masculino e 42 do sexo feminino). Os instrumentos para coleta de dados compreenderam cinco versões diferentes de questionários, um para cada grupo (alunos com deficiência, colegas de alunos sem deficiência, colegas de alunos com deficiência, professores de alunos com deficiência e professores sem alunos com deficiência) e uso da Escala Lickert de Atitudes Sociais em relação à Inclusão (ELASI). A coleta de dados foi realizada por amostragem, dentro das normas apresentadas pela pesquisa científica, através da ELASI formas A e B e aplicação de questionários, tendo sido aplicados durante o 2º semestre de 2009. Os resultados apontam que as atitudes sociais em relação à inclusão dos alunos com deficiência que ingressaram na Universidade pelo Concurso Vestibular tradicional, não se diferenciam significativamente das atitudes dos alunos com deficiência...pt
dc.description.abstractThis research aimed at analyzing the social attitudes and opinions of professors and students in the Federal University of Maranhão in relation to the inclusion of students with disabilities in Higher Education. The study highlights that antagonistic actions are still present in the educational training of the students with disabilities. There were 357 participants in the total, divided into 05 groups, as follows: 09 disabled students who entered the University through the Brazilian policy of sparing vacancy shares based on ethnical minorities since the first half of 2007 and 06 students with disabilities who enrolled prior to that policy, making up a total of 15 disabled students (09 male and 06 female); 100 students without peers with disabilities in the classroom (56 male and 44 female); 100 fellows of students with disabilities (53 male and 47 female); 42 professors of students with disabilities (20 male and 22 female); 100 professors without disabled students in the classroom (58 male and 42 female). The instruments for data collection included five different versions of questionnaires, one for each group (students with disabilities, students without fellows with disabilities, classmates of students with disabilities, professors of disabled students and professors of students without disabilities) and the use of the Likert Scale of social attitudes in relation to Inclusion (ELASI). The data collection was done by sampling, within the norms of the scientific research, through the formats A and B of ELASI and the conduction of questionnaire polls which were carried out during the second semester of 2009. The results show that social attitudes regarding inclusion of the students with disabilities who enrolled in the University through the traditional college entrance examination do not differ significantly from the attitudes of students with disabilities who enrolled through... (Complete abstract click electronic access below)en
dc.format.extent132 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectUniversidade Federal do Maranhãopt
dc.subjectDeficientes - Educação (superior) - Maranhãopt
dc.subjectEducação especialpt
dc.subjectEducação inclusivapt
dc.subjectEstudantes e professores universitários - Atitudes sociais - Maranhãopt
dc.subjectUniversidades e faculdades publicaspt
dc.subjectDisabilityen
dc.subjectHigher Educationen
dc.subjectSocial Attitudesen
dc.subjectInclusionen
dc.titleAtitudes sociais e opiniões de professores e alunos da Universidade Federal do Maranhão em relação à inclusão de alunos com deficiência na educação superiorpt
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramEducação - FFCpt
unesp.knowledgeAreaEnsino na educação brasileirapt
unesp.researchAreaEducação especial no Brasilpt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Filosofia e Ciências, Maríliapt
dc.identifier.aleph000638795
dc.identifier.filechahini_thc_dr_mar.pdf
dc.identifier.capes33004110040P5
dc.identifier.lattes7647316253011798
unesp.author.lattes7647316253011798
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record