Show simple item record

dc.contributor.advisorJunior, Arlindo Leal Boiça [UNESP]
dc.contributor.authorPeixoto, Marília Lara [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:31:46Z
dc.date.available2014-06-11T19:31:46Z
dc.date.issued2012-10-11
dc.identifier.citationPEIXOTO, Marília Lara. Genótipos de feijoeiro, silício e nim no controle de Bemisia tabaci (Gennadius, 1889) biótipo B (Hemiptera: Aleyrodidae). 2012. iv, 63 p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal, 2012.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/102282
dc.description.abstractA mosca-branca Bemisia tabaci biótipo B se destaca como uma das pragas mais importantes na cultura do feijoeiro. Dessa forma, o objetivo desse trabalho foi avaliar a resistência de feijão comum associado a doses de nim e silício no desenvolvimento e oviposição de mosca-branca assim como o teor de fenóis e lignina em plantas tratadas com esses produtos. Os experimentos foram conduzidos em casa de vegetação no Departamento de Fitossanidade da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, UNESP/Campus de Jaboticabal-SP. Foram realizados testes para oviposição, com e sem chance de escolha e antibiose. Para a seleção inicial avaliou-se onze genótipos de feijoeiro. De acordo com os dados obtidos pode-se concluir que o genótipo IAC-Harmonia apresentou resistência do tipo não preferência para alimentação e/ou antibiose; o genótipo Pérola foi o mais suscetível, e o genótipo IAC-Carioca Tybatã intermediário. Os genótipos testados foram igualmente ovipositados. Os três genótipos selecionados na antibiose foram associados a diferentes doses de óleo de nim e silício. De acordo com os dados obtidos pode-se concluir que o silício reduziu o número de ovos em teste com chance de escolha e o nim reduziu em ambos os testes. O óleo de nim proporcionou alta mortalidade ninfal. No segundo teste de não preferência para oviposição para o teste com chance o menor número de ovos foi na dose de nim 0,75% e na dose nim 1% para o teste sem chance. O maior teor de fenóis foi obtido no genótipo Pérola e entre os tratamentos para o silício via solo 1%. O maior teor de lignina foi no genótipo IAC-Harmonia e entre os tratamentos não houve diferença exceto para a testemunhapt
dc.description.abstractWhitefly Bemisia tabaci biotype B stands out as one of the major pests of bean crop. Thus, the aim of this work was to evaluate the resistance of common bean associated to doses of neem and silicon on the development and oviposition of the whitefly as well as the content of phenols and lignin in plants treated with these products. The assays were carried out in greenhouse in the Departamento de Fitossanidade of Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, UNESP/Campus of Jaboticabal-SP. Free-choice and non-choice for oviposition and antibiosis tests were performed. For the initial screening, 11 bean genotypes were assessed. According to the obtained data we can conclude the genotype IAC-Harmonia showed nonpreference for feeding and/or antibiosis-type resistance; the genotype Pérola was the most susceptible; and the genotype IAC-Carioca Tybatã was intermediate. Tested genotypes were equally oviposited. The three screened genotypes from antibiosis test were associated to different doses of neem oil and silicon. From the obtained data we concluded silicon reduces the number of eggs in free-choice test and neem reduces it in both tests. Neem oil provided high mortality of nymphs. In the second non-preference for oviposition assay, for free-choice test, the lower number of eggs was found for neem dose at 0.75% and for non-choice test, neem in the dose of 1%. The highest content of phenols was obtained in the genotype Pérola and among treatments for silicon in the soil at 1%. The highest content of lignin was found in the genotype IAC-Harmonia and among treatments there were no differences except for the control treatmenten
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.format.extentiv, 63 p.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectFeijão comum - Doenças e pragas - Controlept
dc.subjectFeijão comum - Resistência aos insetospt
dc.subjectPlantas - Reistência a doenças e pragaspt
dc.subjectMosca brancapt
dc.subjectSilício na agriculturapt
dc.subjectNimpt
dc.subjectBemisiapt
dc.titleGenótipos de feijoeiro, silício e nim no controle de Bemisia tabaci (Gennadius, 1889) biótipo B (Hemiptera: Aleyrodidae)pt
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramAgronomia (Entomologia Agrícola) - FCAVpt
unesp.knowledgeAreaEntomologia agrícolapt
unesp.researchAreaResistência de plantas a insetospt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabalpt
dc.identifier.aleph000715789
dc.identifier.filepeixoto_ml_dr_jabo.pdf
dc.identifier.capes33004102037P9
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record