Show simple item record

dc.contributor.advisorNascimento, Edna Maria Fernandes dos Santos [UNESP]
dc.contributor.authorSouza, Sérgio Barbosa [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:32:06Z
dc.date.available2014-06-11T19:32:06Z
dc.date.issued2009-11-20
dc.identifier.citationSOUZA, Sérgio Barbosa. Semiótica do discurso trágico em Hilda Hilst. 2009. 215 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, 2009.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/102357
dc.description.abstractA obra literária de Hilda Hilst é diversa, compreendendo poesia, teatro e narrativa. Neste trabalho, porém, concentra-se a atenção na prosa da escritora paulista, com o objetivo de capturar-se o trágico por meio da práxis enunciativa do discurso. Para apreender-se essa práxis, parte-se do pressuposto de que Hilda Hilst simula um delírio, cuja predicação da instância da enunciação é delegada a um ator paranoico, num discurso situado entre lucidez e demência. A análise da significação discursiva, própria da semiótica do discurso, volta-se para a potencialidade do sistema subjacente do trágico e revela uma trajetória marcada pela tentativa de apreensão de todos os discursos existentes. Essa trajetória constitui uma escritura que, por ser delirante, apresenta-se caleidoscópica, labiríntica e em espiral, instaurando no discurso um caos aparente. No final dessa investigação, o trágico no discurso traduz a própria existência humana, no sentido de atribuir a ela um vazio que não se pode preencher.pt
dc.description.abstractHilda Hilst´s literary work is varied, comprehending poetry, drama and narrative. This piece of work, however, focuses on the narrative of the Paulistana writer, with the intent to capture the tragic reality which passes through the enunciation praxis of discourse. In order to aprehend that praxis, we presupose Hilda Hilst simulates a delirium state, whose predication of the instance of enunciation is delegated to a paranoic actor inside a discourse which lays between lucidity and insanity. The analysis of the discoursive signification, common in the field of the semiotics of discourse, turns to the potentiality of the subjacent system of the tragic, and reveals a path underlined by the attempt of aprehending all the existing discourses. That path constitutes a particular writing which, by being delirious, shows up in a kaleidoscopic-labyrinthic-spiral style, creating in the discourse itself an apparent chaos. In the end of this investigation, the tragic in the discourse translates the human existence itself, in the sense of attributing to it an emptiness that may not be filled in.en
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.format.extent215 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.sourceAleph
dc.subjectHilst, Hildapt
dc.subjectLiteratura brasileirapt
dc.subjectSemiotica e literaturapt
dc.subjectSemioticsen
dc.subjectDiscourseen
dc.titleSemiótica do discurso trágico em Hilda Hilstpt
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramLinguística e Língua Portuguesa - FCLARpt
unesp.knowledgeAreaEstrutura, organização e funcionamento discursivos e textuaispt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências e Letras, Araraquarapt
dc.identifier.aleph000606842
dc.identifier.filesouza_sb_dr_arafcl.pdf
dc.identifier.capes33004030009P4
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record