Show simple item record

dc.contributor.advisorCortina, Arnaldo [UNESP]
dc.contributor.authorFreitas, Bruna Longo Biasioli de [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:32:46Z
dc.date.available2014-06-11T19:32:46Z
dc.date.issued2012-08-31
dc.identifier.citationFREITAS, Bruna Longo Biasioli de. Um olhar semiótico sobre as obras de terror mais vendidas. 2012. 236 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, 2012.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/103565
dc.description.abstractEste trabalho consiste em traçar o perfil do leitor brasileiro de obras de terror durante o período de 1980 a 2007. Para isso, foi feito um levantamento por meio do Jornal do Brasil e do jornal Leia, em que foram elencados os oito livros mais vendidos da configuração discursiva do terror. O suporte teórico-metodológico utilizado para depreender o sentido de tais textos é a teoria semiótica greimasiana. De acordo com o senso comum, o terror é definido como um gênero ou um tema, no entanto, propõe-se, com este trabalho, que se trate de uma configuração discursiva, diferenciando o conceito de gênero, segundo Bakhtin (1997), Marcuschi (2002), Fontanille (1999) e Fairclough (2001), e o conceito de tema, segundo Fiorin (1989) e Greimas e Courtés (1979), da noção de configuração discursiva, proposta pela teoria semiótica. Assim, este estudo, que trata o terror como uma configuração discursiva, prevê analisar como os discursos são produzidos a fim de fazer surtir o efeito passional do medo no textopt
dc.description.abstractThis paper consists in drawing the profile of the Brazilian reader of terror opus during the period from 1980 to 2007. For this, a survey was made throught Jornal do Brasil and journal Leia, in wich were listed the eight best-sellling books of terror discursive configuration. The theoretical-methodological support used to deduce the meaning of such texts is Greimas´s semiotics theory. According to common sense, terror is defined as a gender or a theme, however, with this stydy, it is proposed that it is a discursive configuration, distinguishing the concept of a gender, according to Bakhtin (1997), Marcuschi (2002), Fontanille (1999) and Fairclough (2001), and the concept of theme, according to Fiorin (1989) and Greimas e Courtés (1979), of the notion of discursive configuration proposed by semiotics theory. Thus, this study, wich deals with terror as a discursive configuration, provides to examine how discourses are produced to result in the passional effect of fear in the texten
dc.format.extent236 f. : gráf.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectAnálise do discursopt
dc.subjectSemioticapt
dc.subjectLeiturapt
dc.subjectFicção gótica (Gênero literário)pt
dc.titleUm olhar semiótico sobre as obras de terror mais vendidaspt
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramLinguística e Língua Portuguesa - FCLARpt
unesp.knowledgeAreaLinguística e língua portuguesapt
unesp.researchAreaEstrutura, organização e funcionamento discursivos e textuaispt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências e Letras, Araraquarapt
dc.identifier.aleph000703094
dc.identifier.filefreitas_blb_dr_arafcl.pdf
dc.identifier.capes33004030009P4
dc.identifier.lattes3620363368809340
dc.identifier.orcid0000-0001-9404-8352
unesp.advisor.lattes3620363368809340[1]
unesp.advisor.orcid0000-0001-9404-8352[1]
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record