Show simple item record

dc.contributor.advisorAlves, Lúcia Maria Carareto [UNESP]
dc.contributor.advisorLemos, Eliana Gertrudes Macedo [UNESP]
dc.contributor.authorVal-Moraes, Silvana Pompéia do [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:32:54Z
dc.date.available2014-06-11T19:32:54Z
dc.date.issued2008-03-31
dc.identifier.citationVAL-MORAES, Silvana Pompéia do. Impacto do lodo de esgoto na comunidade bacteriana do solo: avaliação por microarranjo de DNA. 2008. iv, 57 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, 2008.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/103906
dc.description.abstractO lodo de esgoto tem sido utilizado como fertilizante orgânico em substituição ao fertilizante químico. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito de lodo de esgoto, oriundo da Estação de Tratamento de Barueri em São Paulo, sobre a população bacteriana do solo através da análise de microarranjo de DNA. Os tratamentos foram sem adição e com adição de lodo de esgoto, sendo este adicionado em quantidades equivalentes a uma e a oito vezes a dose de Nitrogênio mineral recomendada para o cultivo de milho. As amostras de solo foram coletadas no Campo Experimental da Embrapa Meio Ambiente, em Jaguariúna (SP), em áreas que já vem sofrendo aplicações de lodo similar por 5 anos. As coletas foram feitas seis dias antes da aplicação do lodo, época referente ao final da primavera; e 67 dias após a aplicação do lodo, época referente ao final do verão e antecedente ao plantio do milho. Para a análise da comunidade bacteriana foi construído um microarranjo ambiental em lâmina de vidro contendo 1560 seqüências parciais do gene 16S rRNA de procariotos. Avaliaram-se também os teores totais P, Cu, Fe, Mn, Zn e S acumulados nos solos após a aplicação do lodo. A técnica de microarranjo foi eficiente para avaliar as alterações na comunidade bacteriana. E pode ser observada uma grande variação na população de bactéria, principalmente nos solos tratados com altas doses de lodo.pt
dc.description.abstractSewage sludge has been used as organic fertilizers to replace in substitution chemical fertilizer. The objective of this study was to evaluate the effect of sewage sludge from the Station of Treatment of Barueri São Paulo State on the structure of the bacterial communities through DNA microarray analysis. The treatments were without addition sewage sludge and an N supply to one and eight times the dose of N recommended for mineral fertilization in maize. Soil samples were collected on Experimental Area of the Embrapa Environment, in Jaguariúna, São Paulo State, at the end of the spring, six days before sewage sludge application and at the end of the summer, 67 days after the treatment applications), before the maize plantation. In order to analyze bacterial communities it was constructed a glass slide microarray environmental with 1.560 partial sequences of the gene 16S rRNA from prokaryotes that have been the majority different and from bacteria. The total contents of Cu, Mn, Ni, Pb and Zn accumulated in the soil after sewage sludge application was evaluated through out chemical analyses. Great variation in the bacterial population was found, mainly in the soil treated with the higher dose of sewage sludge. The DNA microarray technique was efficient to evaluate the alterations on the bacterial communities.en
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.format.extentiv, 57 f. : il.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectMicroorganism diversityen
dc.subjectNitrogenen
dc.subjectDNApt
dc.subjectAcido ribonucleicopt
dc.subjectNitrogêniopt
dc.subjectDiversidade de microrganismopt
dc.subjectRNA ribossomalpt
dc.subjectDNA chippt
dc.titleImpacto do lodo de esgoto na comunidade bacteriana do solo: avaliação por microarranjo de DNApt
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramMicrobiologia Agropecuária - FCAVpt
unesp.knowledgeAreaMicrobiologia agropecuáriapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabalpt
dc.identifier.aleph000560386
dc.identifier.filemoraes_spv_dr_jabo.pdf
dc.identifier.capes33004102070P6
dc.identifier.lattes6676176632132637
unesp.author.lattes6676176632132637
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record