Show simple item record

dc.contributor.advisorRibeiro, Lúcia Regina [UNESP]
dc.contributor.authorSugui, Marina Mariko [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:33:25Z
dc.date.available2014-06-11T19:33:25Z
dc.date.issued2006-04-18
dc.identifier.citationSUGUI, Marina Mariko. Mecanismos de antimutagenicidade do cogumelo Agaricus brasiliensis sobre lesões no DNA induzidas in vivo e in vitro. 2006. 43 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina de Botucatu, 2006.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/104601
dc.description.abstractEstudos de antimutagenicidade, relatados na literatura, mostram que substâncias isoladas do cogumelo Agaricus brasiliensis S. Wasser et al. (= A. blazei Murrill ss. Heinem.) reduzem a freqüência de mutações em bactéria. Por outro lado, pesquisas com soluções aquosas desse cogumelo também indicam diminuição da freqüência de mutações induzidas, tanto in vivo como in vitro, mas o(s) seu(s) mecanismo(s) de ação ainda são desconhecidos. Dessa forma, avaliamos o efeito protetor de uma solução aquosa do A. brasiliensis (linhagem AB 99/29) em medula óssea, sangue periférico, bexiga, cólon e fígado de ratos Wistar. Diferentes protocolos experimentais (teste do micronúcleo, teste do cometa e teste de focos de criptas aberrantes) foram utilizados para uma avaliação mais ampla do efeito quimiopreventivo do A. brasiliensis. Os animais foram tratados com a solução aquosa (60º C), e com os agentes órgãos-alvo (ENU, MNU, DMH e DEN). Os resultados indicam que a solução aquosa do A. brasiliensis, sob as condições testadas, não revelou efeito mutagênico, genotóxico e carcinogênico. Entretanto, um efeito antimutagênico contra a mutagenicidade do ENU foi observado em células da medula óssea, bem como uma redução significativa no número de criptas aberrantes por foco (4-6 criptas/foco) induzidas pela DMH no cólon dos animais pós-tratados com a solução aquosa do cogumelo. Nesse contexto, nossos resultados sugerem que a solução aquosa do A. brasiliensis (AB 99/29) pode possuir compostos que reduzem significativamente a freqüência de células micronucleadas da medula óssea de ratos Wistar, e que os mesmos podem atuar numa etapa posterior à iniciação do processo de carcinogênese.pt
dc.description.abstractAntimutagenicity studies in literature have shown that substances isolated from the Agaricus brasiliensis mushroom S. Wasser et al. (= A. blazei Murrill ss. Heinem.) reduce mutation frequency in bacteria. Also in vivo and in vitro studies on aqueous solutions from this mushroom have shown reduced frequencies of induced mutations, however these action mechanisms are still unknown. The aim of this study was to evaluate the protector effect of an aqueous solution of A. brasiliensis (AB 99/29 lineage) in Wistar rat bone marrow, peripheral blood, bladder, colon, and liver. Different experimental protocols (micronucleus test, comet assay, and aberrant crypt foci test) were used for a more extensive evaluation of the chemopreventive effect of A. brasiliensis. Animals were treated with an aqueous solution (60ºC) and target organ agents (ENU, MNU, DMH, and DEN). Results indicated that A. brasiliensis aqueous solution did not have any mutagenic, genotoxic, or carcinogenic effects under test conditions. However an antimutagenic effect against ENU mutagenicity was seen in bone marrow cells, and there was a significant reduction in the number of DMH induced aberrant crypts per focus (4-6 crypts/focus) in the colon of animals post-treated with aqueous mushroom solution. Our results suggest that aqueous solution of A. brasiliensis (AB 99/29) may contain components which significantly reduce the frequency of micronucleated cells in Wistar rat bone marrow, and that they could have an effect on a post-initiation stage of the carcinogenesis process.en
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
dc.format.extent43 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectCogumelopt
dc.subjectPlantas medicinaispt
dc.titleMecanismos de antimutagenicidade do cogumelo Agaricus brasiliensis sobre lesões no DNA induzidas in vivo e in vitropt
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramPatologia - FMBpt
unesp.knowledgeAreaPatologiapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Medicina, Botucatupt
dc.identifier.aleph000464140
dc.identifier.filesugui_mm_dr_botfm.pdf
dc.identifier.capes33004064056P5
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record