Show simple item record

dc.contributor.advisorSaquet, Marcos Aurélio [UNESP]
dc.contributor.authorNeto, Helena Brum [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:33:34Z
dc.date.available2014-06-11T19:33:34Z
dc.date.issued2012-07-02
dc.identifier.citationNETO, Helena Brum. Os territórios da imigração alemã e italiana no Rio Grande do Sul. 2012. 318 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Tecnologia, 2012.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/105015
dc.description.abstractTerritório, cultura e tempo são referências basilares para entender a diversidade territorial que se manifesta no Globo, nos territórios nacionais, nas regiões e mesmo nos lugares, considerando a base espacial transformada pelo homem, como um ser social. Neste sentido, é necessário “recontar”, resgatar a história do território e dos homens que o criaram, para entender a dinâmica atual, a organização e as possibilidades de desenvolvimento futuro. Nesta perspectiva, construímos uma base teórica para compreender o território numa perspectiva multidimensional, destacando os processos culturais e econômicos vinculados à colonização alemã e italiana no Rio Grande do Sul. Tratamos da construção histórica do território, identificando e explicando elementos simbólicos e materiais, isto é, atividades econômicas e políticas desenvolvidas pela sociedade que o constrói, dotando-o de significados. A (i)materialidade do território se reflete na organização da sociedade, em relação aos seus semelhantes e às diferenças, num movimento processual de constante (re)criação, (re)construção, isto é, de territorialização, desterritorialização e reterritorialização (T-D-R). No intuito de compreender a relação território-poder-apropriação simbólica, realizamos pesquisa bibliográfica e empírica, que proporcionou interpretar e analisar a territorialização dos imigrantes alemães e italianos no Rio Grande do Sul e a consequente formação dos territórios da imigração. O território como uma construção histórica, com mudanças e permanências...pt
dc.description.abstractTerritory, culture and time are references to understand the basic territorial diversity manifested in the Globe, within the national territories, regions and even in places, considering the spatial base transformed by man, as a social being. In this sense, it is necessary to retell, rescue the story of the territory and the men who created it, to understand the current dynamics, the organization and the possibilities for future development. In this perspective, we built a theoretical foundation for understanding the territory in a multidimensional perspective, highlighting the cultural and economic processes tied to the German and Italian colonization in Rio Grande do Sul. We treated the historical construction of the territory, identifying and explaining symbolic and material elements, that is, economic activities and policies developed by the society that builds it, giving it meaning. The (i) materiality of the territory is reflected in the organization of society in relation to their peers and to the differences, in a procedural motion of constant (re) creation, (re) construction, that is, territorialization, desterritorialization and reterritorialization (T-D-R). In order to understand the relationship between territory-power-symbolic appropriation, we conducted a bibliographical and empirical research, which allowed us to interpret and analyze the territorialization of German and Italian immigrants in Rio Grande do Sul and the consequent formation of the territory of immigration. The territory as a historic building, with... (Complete abstract click electronic access below)en
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.format.extent318 f. : il.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectGeografiapt
dc.subjectCulturapt
dc.subjectPaisagenspt
dc.subjectMigraçãopt
dc.subjectTerritorial diversityen
dc.titleOs territórios da imigração alemã e italiana no Rio Grande do Sulpt
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramGeografia - FCTpt
unesp.knowledgeAreaProdução do espaço geográficopt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências e Tecnologia, Presidente Prudentept
dc.identifier.aleph000694645
dc.identifier.fileneto_hb_dr_prud.pdf
dc.identifier.capes33004129042P3
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record