Show simple item record

dc.contributor.advisorSouza, Nilson Luiz de [UNESP]
dc.contributor.authorBueno, César Júnior [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:35:00Z
dc.date.available2014-06-11T19:35:00Z
dc.date.issued2004-12-07
dc.identifier.citationBUENO, César Júnior. Produção e preservação de estruturas de resistência de fungos fitopatogênicos habitantes do solo. 2004. xiii, 101 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agronômicas, 2004.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/105441
dc.description.abstractOs fungos fitopatogênicos habitantes de solo causam grandes perdas em culturas econômicas. Estes organismos, por produzirem estruturas de resistência na ausência de hospedeiros e/ ou condições climáticas desfavoráveis, inviabilizam o controle do patógeno. A preservação de fungos por longos períodos é importante para que pesquisas possam ser realizadas a qualquer tempo. O método de manutenção destes organismos requer que sejam conservados em baixa atividade biológica para preservar as características de esporulação e patogenicidade. O objetivo deste trabalho foi desenvolver metodologias para produzir, avaliar a sobrevivência e preservar as estruturas de resistência dos fungos Fusarium oxysporum f.sp. lycopersici raça 2, Macrophomina phaseolina, Rhizoctonia solani GA4 HGI, Sclerotium rolfsii, Sclerotinia sclerotiorum e Verticillium dahliae. O primeiro experimento foi feito no delineamento de parcelas inteiramente casualizadas em que a sobrevivência das estruturas de resistência dos seis fungos foi avaliada mensalmente por seis meses, em condições de campo e de laboratório. Para tanto, estruturas de cada fungo, produzidas através das metodologias desenvolvidas, foram enterradas no campo a 10 cm de profundidade e outras mantidas no laboratório. O objetivo deste experimento foi verificar a eficiência das metodologias para manter e também para avaliar a capacidade da sobrevivência dos patógenos, permitindo desta forma, manusear as estruturas de resistência de todos os fungos estudados. No segundo experimento, frascos de 500 mL (duas repetições/fungo) contendo estruturas de resistência, produzidas através das 2 metodologias desenvolvidas, foram mantidos em temperatura natural de laboratório, de refrigeração (º5C) e de freezer (-20ºC) para determinar a melhor condição para preservar as estruturas de cada fungo...pt
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
dc.description.sponsorshipUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.format.extentxiii, 101 f. : il.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectFungos do solopt
dc.subjectFungos - Preservaçãopt
dc.subjectSclerotiumen
dc.subjectMicrosclerotiumen
dc.subjectChlamydosporesen
dc.subjectProtocolsen
dc.titleProdução e preservação de estruturas de resistência de fungos fitopatogênicos habitantes do solopt
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramAgronomia (Proteção de Plantas) - FCApt
unesp.knowledgeAreaProteção de plantaspt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências Agronômicas, Botucatupt
dc.identifier.aleph000331199
dc.identifier.filebueno_cj_dr_botfca.pdf
dc.identifier.capes33004064034P1
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record