Show simple item record

dc.contributor.advisorBertani, Íris Fenner [UNESP]
dc.contributor.authorSakamoto, Dulcinéia Luccas [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:35:14Z
dc.date.available2014-06-11T19:35:14Z
dc.date.issued2008-06-26
dc.identifier.citationSAKAMOTO, Dulcinéia Luccas. A saúde de jovens mães: desafios para os sitemas de proteção social. 2008. 220 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de História, Direito e Serviço Social, 2008.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/106108
dc.description.abstractDiscutir a questão da saúde sexual e reprodutiva de jovens que tiveram filhos na adolescência postulou o enfoque deste estudo, entendendo que a necessidade do envolvimento dos sistemas de proteção social torna-se fundamental para a saúde integral. Pouco se tem estudado a respeito da proteção dessa jovem mulher, a constituição familiar, os processos de reorganização de suas famílias de origem, bem como o papel das políticas públicas nesses contextos. O quadro teórico está fundamentado nos estudos sobre a prevenção e promoção da saúde do MS, OMS, OPAS, PNAD, IBGE e Política Municipal de Saúde e em bases conceituais de Goldani, Machado, Lopes, Rubiol e Bracho entre outros. Participaram do estudo nove sujeitos, dois coordenadores de programas de atenção à saúde de crianças e adolescentes e sete jovens mães usuárias do Sistema Único de Saúde (SUS). A partir de abordagem qualitativa, utilizou-se a entrevista como instrumento de coleta de dados, realizada na Secretaria Municipal de Saúde e Unimed de Ribeirão Preto, SP, e nos domicílios das jovens mães. Os dados foram analisados e agrupados ao redor de temas: saúde e educação de crianças e adolescentes e a realidade no cenário público e privado, vivências de jovens mulheres, o cotidiano familiar e social, sentimentos e significados experimentados pela maternidade, aspectos sexuais e reprodutivos, prevenção e promoção da saúde. As experiências de mães e profissionais retratam a importância dos cuidados com a saúde sexual e reprodutiva, embora a atenção voltada à educação e saúde para essas jovens mães esteja muito aquém da realidade dos programas estudados. Os mesmos se desenvolvem a partir de metas pré-estabelecidas e, segundo análise de conteúdo expressa pelas jovens, essas já não freqüentam mais os bancos escolares, e não estão inseridas nos programas de saúde...pt
dc.description.abstractThe discussion of sexual and reproductive health in youngsters who have given birth during adolescence has postulated the emphasis of this study, assuming that the involvement of the social protection systems is fundamental for integral health. Little has been researched and studied about these young women, their family constitution, procedures for reorganizing their original families, and the role of public policies within these contexts. The theory is founded on the basis of studies aimed at health promotion and prevention of the Brazilian Ministry of Health, OMS (World Health Organization), OPAS, PNAD, IBGE (Brazilian Institute of Geography and Statistics), City Health Policies, and basic concepts by Goldani, Machado, Lopes, Rubiol and Bracho, amongst others. Nine subjects, two coordinators of programs attending to children and adolescent health, and seven young mothers depending on the Sistema Único de Saúde (SUS) (Unified Health System) have taken part in this study. Using the qualitative approach, interviews were the main resource to collect information, and were performed at the City Health Office and Unimed, in the city of Ribeirão Preto, SP, and at the residence of the subjected young mothers. The data collected was analyzed and classified according to the following themes: children and adolescents health and education and the reality of the public and private scopes; young women life experiences; family and social daily life; feelings experienced due to maternity; sexual and reproductive aspects; prevention and health promotion. Such experiences as described by the mothers and professionals reiterate the importance of sexual and reproductive health care, albeit the attention given to these young mothers concerning health and education is highly lacking when compared to the reality of the social programs studied...(Complete abstract, click electronic access below)en
dc.format.extent220 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectAdolescência - Sexo - Saúde reprodutivapt
dc.subjectPoliticas publicas - Adolescentes - Brasilpt
dc.subjectFamília - Serviço socialpt
dc.subjectAdolescência - Juventudept
dc.subjectSaúde sexual e reprodutivapt
dc.subjectPolíticas públicaspt
dc.subjectEducação e saúdept
dc.subjectFamília e serviço socialpt
dc.subjectAdolescence - Youthen
dc.subjectSexual and reproductive healthen
dc.subjectPublic policiesen
dc.subjectEducation and healthen
dc.subjectFamily and social servicesen
dc.titleA saúde de jovens mães: desafios para os sitemas de proteção socialpt
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramServiço Social - FCHSpt
unesp.knowledgeAreaServiço social trabalho e sociedadept
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, Francapt
dc.identifier.aleph000561660
dc.identifier.filesakamoto_dl_dr_fran.pdf
dc.identifier.capes33004072067P2
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record