Show simple item record

dc.contributor.authorCoito, Roselene de Fatima [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-24T19:54:01Z
dc.date.available2014-06-24T19:54:01Z
dc.date.issued2001
dc.identifierhttp://seer.fclar.unesp.br/itinerarios/article/view/3461
dc.identifier.citationItinerários: Revista de Literatura, n. 17/18, 2001.
dc.identifier.issn0103-815X
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/107280
dc.description.abstractPensar que a Poesia escrita para crianças não deve apresentar complexidade temática e textual é considerar a Literatura Infantil, em suas mais variadas tipologias textuais, um discurso não dialógico para o leitor-mirim. Por isso, neste texto, discutiremos o problema da atual formação do leitor de poesia na escola e sua efetiva interação com o texto poético. Esta interação com a estética verbal, pressupõe que o leitor seja aquele capaz de penetrar gradualmente nas camadas profundas do texto, o que nem sempre acontece no ambiente escolar, seja pelo despreparo do professor diante da poesia seja pela pouca ou má divulgação da poesia infantil de qualidade. Palavras-chave: Ensino; poesia infantil; sensibilidade.pt
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.relation.ispartofItinerários: Revista de Literatura
dc.sourceItinerários: Revista de Literatura
dc.titleJosé Paulo Paes: o poeta da sensibilidadept
dc.typeArtigo
dcterms.licensehttp://seer.fclar.unesp.br/itinerarios/about/submissions#copyrightNotice
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.description.affiliationUNESP - Universidade Estadual Paulista/Araraquara - SP
dc.description.affiliationUnespUNESP - Universidade Estadual Paulista/Araraquara - SP
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.identifier.fileISSN0103-815X-2001-17-211-220.pdf
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record