Show simple item record

dc.contributor.authorJunqueira, Otto Mack [UNESP]
dc.contributor.authorDuarte, Karina Ferreira [UNESP]
dc.contributor.authorAssuena, Vinícius [UNESP]
dc.contributor.authorFilardi, Rosemeire Da Silva [UNESP]
dc.contributor.authorLaurentiz, Antonio Carlos De [UNESP]
dc.contributor.authorMenegucci, Maria Fernanda Ferreira [UNESP]
dc.date.accessioned2014-10-01T13:08:50Z
dc.date.available2014-10-01T13:08:50Z
dc.date.issued2011-09-01
dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.4025/actascianimsci.v33i3.10702
dc.identifier.citationActa Scientiarum. Animal Sciences. Editora da Universidade Estadual de Maringá - EDUEM, v. 33, n. 3, p. 301-307, 2011.
dc.identifier.issn1807-8672
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/110113
dc.description.abstractAn experiment was conducted to evaluate the performance, bone densitometry and carcass yield of broilers chicks, using different levels of phytase enzyme. Nine hundred and sixty male one-day-old broiler chicks were used. The birds were distributed in a completely randomized experimental design, involving five treatments and six replications of 32 chicks each. The treatments consisted of a control diet for each phase, and four other diets were formulated adding growing levels of the phytase enzyme (250, 500, 750 and 1,000 FTU of phytase kg-1 feed). When adding the phytase enzyme, the nutritional matrix was valued to guarantee the same nutritional levels as the control diet. In general, the addition of phytase enzyme determined a linear decrease on the performance of the birds. However, the performance obtained with the level of 250 FTU phytase kg-1 feed were no different from the control treatment. The best bone density results were observed in the control treatment with no phytase, and the highest leg and thigh yield were obtained at the level of 514 FTU phytase kg-1.en
dc.description.abstractUm experimento foi realizado com o objetivo de avaliar a inclusão de diferentes níveis da enzima fitase, sobre o desempenho, a densitometria óssea e o rendimento de carcaça e partes de frangos de corte nas diferentes fases de criação. Foram utilizados 960 pintainhos de corte com um dia de idade, da marca comercial Ross, distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado, com quatro tratamentos mais uma testemunha (quatro níveis da enzima fitase - 250, 500, 750 e 1.000 FTU de fitase kg-1 de ração + testemunha) e seis repetições de 32 aves cada. Ao adicionar a enzima fitase, a matriz nutricional da mesma foi valorizada para garantir os mesmos níveis nutricionais da dieta testemunha. Foram avaliados os índices de desempenho, de densitometria óssea e o rendimento de carcaça e de partes nas diferentes fases de criação. De maneira geral o aumento na inclusão da enzima fitase determinou declínio linear sobre o desempenho das aves. Entretanto, até o nível de 250 FTU de fitase kg-1 de ração não foram observadas diferenças expressivas em relação ao tratamento isento de fitase. Os melhores resultados de densitometria óssea foram observados no tratamento controle sem a adição da enzima fitase e o maior rendimento de coxa+sobrecoxa foi obtido com o nível de 514 FTU de fitase kg-1 de ração.pt
dc.format.extent301-307
dc.language.isoeng
dc.publisherEditora da Universidade Estadual de Maringá (EDUEM)
dc.relation.ispartofActa Scientiarum: Animal Sciences
dc.sourceSciELO
dc.subjectbone characteristicsen
dc.subjectCarcass yielden
dc.subjectPerformanceen
dc.subjectphytase enzymeen
dc.subjectcaracterísticas ósseaspt
dc.subjectDesempenhopt
dc.subjectenzima fitasept
dc.subjectRendimento de carcaçapt
dc.titleEffect of phytase supplementation on performance, bone densitometry and carcass yield in broilers chicksen
dc.title.alternativeEfeito da adição da enzima fitase sobre o desempenho, densitometria óssea e rendimento de carcaça de frangos de cortept
dc.typeArtigo
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.description.affiliationUniversidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal Departamento de Zootecnia
dc.description.affiliationUniversidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira Departamento de Biologia
dc.description.affiliationUnespUniversidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal Departamento de Zootecnia
dc.description.affiliationUnespUniversidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira Departamento de Biologia
dc.identifier.doi10.4025/actascianimsci.v33i3.10702
dc.identifier.scieloS1807-86722011000300012
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.identifier.scopus2-s2.0-79959685455
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabalpt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Engenharia, Ilha Solteirapt
dc.identifier.fileS1807-86722011000300012.pdf
dc.identifier.lattes8942267939443572
unesp.author.lattes8942267939443572[1]
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record