Show simple item record

dc.contributor.authorTorrecilha, Larissa Amaral
dc.contributor.authorCosta, Bianca Teixeira
dc.contributor.authorLima, Fellipe Bandeira
dc.contributor.authorSantos, Suhaila Mahmoud Smaili
dc.contributor.authorSouza, Roger Burgo De
dc.date.accessioned2015-02-02T12:39:22Z
dc.date.available2015-02-02T12:39:22Z
dc.date.issued2014-03-01
dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.1590/0103-5150.027.001.AO04
dc.identifier.citationFisioterapia em Movimento. Pontifícia Universidade Católica do Paraná, v. 27, n. 1, p. 39-48, 2014.
dc.identifier.issn0103-5150
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/114237
dc.description.abstractIntroductionAmong the consequences of spinal cord injury (SCI), there is the deficit in sexual function, which interferes in the quality of life of the individual. ObjectiveTo know and to describe the profile of the sexuality of men with SCI, comparing before and after injury periods. Materials and methodCross-sectional study with 36 men with SCI. Data were collected through a questionnaire (QSH-LM) and a screenplay. Quantitative variables were presented as mean and standard deviation. Categorical variables were presented by absolute and relative frequencies and associations were performed using the chi-square. All tests presented 5% significance. ResultThere was prevalence of paraplegic patients and complete lesions. The sexual practice, often, desire and satisfaction declined after SCI, as well as sexual responses, among these are erection, ejaculation and orgasm which declined materially after SCI. The most reported feeling during sex was the increasing cardiorespiratory response, before or after SCI, and more individuals began not to feel any sensation during sexual activity after SCI. There was a significant association between type of injury and the presence of orgasm and between sexual satisfaction and sexual practice after SCI. ConclusionIt was observed that sexual response after SCI changes in ascending order: erection, orgasm and ejaculation. It is noticed that the rehabilitation is often focused on motor skills and sexuality is rarely discussed.en
dc.description.abstractIntrodução Entre as consequências da lesão medular (LM), está o deficit na função sexual, o que interfere na qualidade de vida do indivíduo. Objetivos Conhecer e descrever o perfil da sexualidade de homens com LM, comparando os períodos pré e pós-lesão. Materiais e métodos Estudo transversal com 36 homens com LM. Os dados foram coletados através de um questionário (QSH-LM) e um roteiro. As variáveis quantitativas foram apresentadas por média e desvio padrão. As variáveis categóricas foram apresentadas por frequências absolutas e relativas e as associações foram realizadas através do teste Qui-quadrado. Todos os testes apresentaram significância de 5%. Resultados Houve prevalência de pacientes paraplégicos e de lesões do tipo completa. A prática, frequência, desejo e satisfação sexual decaíram após a LM, assim como as respostas sexuais. Dentre essas estão ereção, ejaculação e orgasmo, que decaíram de forma relevante após a LM. A sensação mais relatada durante o ato sexual foi o aumento da resposta cardiorrespiratória, antes ou após a LM, e mais indivíduos passaram a sentir nenhuma sensação durante a atividade sexual após a LM. Houve significativa associação entre tipo de lesão e presença de orgasmo e entre prática e satisfação sexual após a LM. Conclusão Foi observado que a resposta sexual após a LM altera na ordem crescente: ereção, orgasmo e ejaculação. Percebe-se que muitas vezes a reabilitação é focada nas capacidades motoras e a sexualidade é pouco abordada.pt
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.format.extent39-48
dc.language.isopor
dc.publisherPontifícia Universidade Católica do Paraná
dc.relation.ispartofFisioterapia em Movimento
dc.sourceSciELO
dc.subjectTraumatismos da medula espinalpt
dc.subjectSexualidadept
dc.subjectFisioterapiapt
dc.subjectSpinal cord injuriesen
dc.subjectSexualityen
dc.subjectPhysical therapyen
dc.titleO perfil da sexualidade em homens com lesão medularpt
dc.title.alternativeProfile of sexuality in men with spinal cord injuryen
dc.typeArtigo
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual de Londrina (UEL)
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual de Londrina (UEL)
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.description.affiliationUniversidade Estadual de Londrina Hospital Universitário Regional do Norte do Paraná
dc.description.affiliationUniversidade Estadual de Londrina
dc.description.affiliationUNESP Faculdade de Medicina de Botucatu
dc.description.affiliationUnespUNESP Faculdade de Medicina de Botucatu
dc.identifier.doi10.1590/0103-5150.027.001.AO04
dc.identifier.scieloS0103-51502014000100039
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.identifier.fileS0103-51502014000100039.pdf
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record