Show simple item record

dc.contributor.authorCarlomanho, Aline Murari Ferraz [UNESP]
dc.contributor.authorSoares, Edvaldo [UNESP]
dc.date.accessioned2015-02-24T13:57:43Z
dc.date.available2015-02-24T13:57:43Z
dc.date.issued2013
dc.identifierhttp://www2.marilia.unesp.br/revistas/index.php/ric/article/view/2791
dc.identifier.citationRevista de Iniciação Científica da F.F.C., v. 13, n. 3, p. 1-23, 2013.
dc.identifier.issn1415-8612
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/115059
dc.description.abstractWith aging, naturally occurs the decline of several functions. The depression (DP), pointed to be a risk factor for cognitive decline (DC), is frequent amongst elders. Activities aimed at cognitive rehabilitation (RC) can be protective for DP and DC. Objectives: Analyze the association between DC and DP on institutionalized elders (IDI) and non-institutionalized elders (IDNI) and verify the protective function (regarding DP and DC) of RC activities. Design and Method: For the analysis were selected 48 elders, from both genders, from where 24 were institutionalized and 24 were not. The subjects were distributed in four subgroups: 1) IDI participating RC (n=12); 2) non participant IDI on RC (n=12); 3) IDNI participating UNATI (“Open College for the Elderly”) and attendees of Memory Workshop (MW) (n=12) and; 4) IDNI participating UNATI, not attending MW (n=12). The data were gathered from the instruments: Mini Mental State Exam (MEEM) to determine the degree of DC and Beck Depression Inventory (BDI) to verify the symptomatology of DP. Results: From the general sample, 8,3% of the subjects presented indicatives of DC and 52,1% traces of DP. Lesser educated elders showed more incidence of DC and DP. There was no meaningful related to the DC prevalence and DP related to gender. Among the IDI there were more incidence of DC and DP than the IDNI. There were no meaningful differences in terms of scores acquired by MEEM and BDI for the subjects participating and not participating RC activities or MW. Conclusion: Therefore, it is necessary the development and application of curative and preventive strategies for depressive disorder. Special attention must be given for INI, more vulnerable to DP and DC.en
dc.description.abstractCom o envelhecimento ocorre naturalmente um declínio de diversas funções. A depressão (DP), apontada como um fator de risco para declínio cognitivo (DC), é frequente entre idosos. Atividades voltadas à reabilitação cognitiva (RC) podem funcionar como protetoras ao DC e à DP. Objetivos: Analisar a associação entre DC e DP em idosos institucionalizados (IDI) e não institucionalizados (IDNI) e verificar a função da participação em atividades de RC. Delineamento e Método: Para análise foram selecionados 48 idosos, de ambos os sexos, dos quais 24 (IDI) e 24 (IDNI). Os sujeitos foram distribuídos em quatro subgrupos: 1) IDI participantes de RC (n=12); 2) Idosos IDI não participantes de RC (n=12); 3) IDNI participantes da UNATI (Universidade Aberta à Terceira Idade) e freqüentadores de oficinas de memória (OM) (n=12) e, 4) IDNI participantes da UNATI e não freqüentadores de OM (n=12). A coleta de dados se deu a partir da aplicação dos instrumentos: Mini Exame do Estado Mental (MEEM), para determinar o grau de DC e Inventário de Beck de Depressão (BDI), para verificar a incidência de sintomatologia para DP. Resultados: Da amostra geral, 8,3% dos sujeitos apresentaram indicativo de DC e 52,1% indicativo de DP. Idosos menos escolarizados apresentaram maior incidência de DC e de DP. Não houve diferença significativa em relação à prevalência de DC e DP em relação ao sexo. Entre os IDI ocorreu maior incidência de DC e de DP. Não houve diferença significativa em termos de escores obtidos no MEEM e no BDI entre os sujeitos participantes e não participantes de atividades de RC ou OM. Conclusão: Contudo, se faz necessário o desenvolvimento e aplicação de estratégias curativas e preventivas em relação aos quadros depressivos. Especial atenção deve ser dada aos IDI, mais vulneráveis à DP e ao DC.pt
dc.format.extent01-23
dc.language.isopor
dc.relation.ispartofRevista de Iniciação Científica da F.F.C.
dc.sourceCurrículo Lattes
dc.subjectEnvelhecimento Humanopt
dc.subjectDepressãopt
dc.subjectDeclínio Cognitivopt
dc.titleDeclínio cognitivo e depressão em idosos institucionalizados e não institucionalizados: possibilidades de correlaçãopt
dc.title.alternativeAspects of the Institutionalization Process on Elders Mental Healthen
dc.typeArtigo
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.description.affiliationUniversidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Departamento de Psicologia da Educação, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília, Marilia, Av. Hygino Muzzi Filho, 737 - DPE, Campus Universitário, CEP 17525-900, SP, Brasil
dc.description.affiliationUnespUniversidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Departamento de Psicologia da Educação, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília, Marilia, Av. Hygino Muzzi Filho, 737 - DPE, Campus Universitário, CEP 17525-900, SP, Brasil
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Filosofia e Ciências, Maríliapt
dc.identifier.fileISSN1415-8612-2013-13-03-01-23.pdf
dc.identifier.lattes1125071057091643
unesp.departmentPsicologia da Educação - FFCpt
unesp.author.lattes1125071057091643
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record