Show simple item record

dc.contributor.authorGiroto, Cláudia Regina Mosca [UNESP]
dc.contributor.authorCastro, Rosane Michelli de [UNESP]
dc.date.accessioned2015-02-24T13:58:03Z
dc.date.available2015-02-24T13:58:03Z
dc.date.issued2011
dc.identifierhttp://cascavel.ufsm.br/revistas/ojs-2.2.2/index.php/educacaoespecial/article/view/3106
dc.identifier.citationRevista Educação Especial, v. 24, n. 41, p. 441-452, 2011.
dc.identifier.issn1984-686X
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/115417
dc.description.abstractTo contribute to formation of Childhood Education teachers for the Inclusive Education, this article had as its central objective describe how it was addressed the issue of learning difficulties and the impact of misdiagnosis assigned to a child in the initial phase formal learning of writing, in one of the theoretical-reflective meetings undertaken with 43 teachers for Pre II, of the ten schools of Childhood Education of the state of São Paulo. Such a description was guided through the of the collaborative approach taken subproject “understanding about the clinical diagnosis of dyslexia and its impact on the educational future of children enrolled in classes II Pre Childhood education”, developed as one of the phases and as part of larger project called “depathologization of the learning of the writing and Inclusive Education: Reflections and actions of the professor of Childhood Education”. At the and, was possible the identification by the reports arising from the participation of teachers mentioned, the need to resignification their didactical experiences for the systematization of new actions aimed at coping with learning difficulties that pervade the process of appropriation writing of the students, which may contribute to depathologization of the school environment to the extent that teachers can assist students in building a more positive relationship with writing, rather than adopting rigid and restricted procedures that do not consider the relationship of each subject with writing and the singularities present in this relationship.en
dc.description.abstractA fim de contribuir com a formação de professores da Educação Infantil para a Educação Inclusiva, neste artigo, tivemos como objetivo central descrever o modo como foi abordada a questão das dificuldades de aprendizagem e o impacto de um diagnóstico equivocado atribuído a uma criança em fase inicial de aprendizagem formal da escrita, em um dos encontros teórico-reflexivos empreendidos junto a 43 professores de classes de Pré II, de dez escolas municipais de Educação Infantil, de um município do interior do Estado de São Paulo. Tal descrição foi norteada pelas etapas da abordagem colaborativa consideradas no subprojeto “Compreensão acerca do diagnóstico clínico da Dislexia e seu impacto no futuro escolar da criança matriculada em classes de Pré II da Educação Infantil”, desenvolvido como uma das etapas do projeto maior denominado “Despatologização da aprendizagem da escrita e Educação Inclusiva: reflexões e ações do professor de Educação Infantil”. Ao final, foi possível a identificação, mediante os relatos dos professores mencionados, da necessidade de ressignificação de suas vivências e experiências didáticas para a sistematiza- ção de novas ações direcionadas ao enfrentamento das dificuldades de aprendizagem que perpassam o processo de apropriação da escrita de parte dos alunos, o que poderá contribuir para a despatologização do ambiente escolar, na medida em que os professores poderão auxiliar seus alunos na construção de uma relação mais positiva com a escrita, em detrimento da adoção de procedimentos rígidos e restritos que não consideram a relação de cada sujeito com a escrita e as singularidades presentes em tal relação.pt
dc.format.extent441-452
dc.language.isopor
dc.relation.ispartofRevista Educação Especial
dc.sourceCurrículo Lattes
dc.titleA formação de professores para a educação Inclusiva: alguns aspectos de um trabalho colaborativo entre pesquisadores e professores da Educação Infantilpt
dc.typeArtigo
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.description.affiliationUniversidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília, Marília, Av. Higino Muzzi Filho, 737, Vila Universitária, CEP 17525902, SP, Brasil
dc.description.affiliationUnespUniversidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - Campus de Marília, Marília, Av. Higino Muzzi Filho, 737, Vila Universitária, CEP 17525902, SP, Brasil
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Filosofia e Ciências, Maríliapt
dc.identifier.fileISSN1984-686X-2011-24-41-441-452.pdf
dc.identifier.lattes8973177509376264
dc.identifier.lattes5115827279189665
unesp.author.lattes8973177509376264
unesp.author.lattes5115827279189665
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record