Show simple item record

dc.contributor.advisorOliveira, Paula Ramos de [UNESP]
dc.contributor.authorPimenta, Juliana Carla Fleiria [UNESP]
dc.date.accessioned2015-03-03T11:52:40Z
dc.date.available2015-03-03T11:52:40Z
dc.date.issued2014-08-26
dc.identifier.citationPIMENTA, Juliana Carla Fleiria. O ensino de filosofia na proposta curricular do Estado de São Paulo: espaço para experiências formativas?. 2014. 108 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciencias e Letras (Campus de Araraquara), 2014.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/115884
dc.description.abstractO objetivo dessa pesquisa foi o de investigar a proposta curricular de Filosofia para o Ensino Médio do Estado de São Paulo. Para tanto, começamos pela análise de outros documentos – tais como a LDB, as OCNEM e os Parâmetros (PCN) que delineiam um determinado papel para a educação, pois seguramente influenciam na elaboração da proposta de filosofia do Estado de São Paulo. Acreditamos que a volta dessa disciplina representou um grande salto rumo a um ensino de qualidade. Porém, torna-se necessário refletirmos sobre o papel que ela representa na formação educacional do estudante de ensino básico. Para isso estudamos os principais documentos que nortearam a elaboração dessa proposta e realizamos uma análise crítica dos objetivos neles apontados. A proposta é priorizada, já que é o documento que norteia a elaboração dos Cadernos do Professor e do Aluno, materiais que vão direcionar a formação filosófica do estudante. Um dos focos centrais da proposta é uma educação que se volta para as exigências da sociedade tecnológica. Todavia, vários pensadores, em especial Benjamin e Adorno, colocaram em xeque os benefícios que os avanços tecnológicos e científicos proporcionaram na sociedade atual. Sendo assim, também refletimos sobre alguns escritos desses pensadores da Teoria crítica da Sociedade. O ensino de Filosofia é imprescindível no processo de formação de sujeitos que estão conquistando a sua autonomia, visando à garantia das experiências formativas. Porém, é necessário que saibamos se realmente essa disciplina, na forma como foi pensada no Estado de São Paulo, contribui para uma formação emancipatória ou se serve apenas para manter os sujeitos em estado de barbarização, fazendo com que o quadro de alienação na sociedade capitalista se mantenha e se intensifiquept
dc.description.abstractThe objective of this research was to investigate the curriculum in Philosophy for High School of the State of São Paulo. We begin by examining other documents - such as the LDB, the OCNEM and Parameters (PCN) that delineate a role for education, for surely influence the preparation of the proposed philosophy of the state of São Paulo. We believe that the return of the discipline represented a great leap towards quality education. However, it is necessary to consider the role it plays in student educational training of elementary education. For this study the main documents that guided the development of this proposal and present a critical analysis of the objectives indicated in them. The proposal is prioritized, as it is the document that guides the development of Notebooks Teacher and Student materials that will direct the philosophical background of the student. A central focus of the proposal is an education that turns to the demands of the technological society. However, many thinkers, especially Benjamin and Adorno, put into question the benefits of technological and scientific advances promoted in today's society. Thus, also reflect on some of the critical writings of these thinkers Theory of Society. The teaching philosophy is essential in the process of formation of subjects who are conquering their autonomy, in order to guarantee the training experiences. However, it is necessary to know whether this discipline, the way it was meant in the State of São Paulo, actually contributes to an emancipatory education or serves only to keep the subject in a state of barbarization, causing the box alienation in capitalist society be maintained and intensifieden
dc.format.extent108 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectEducaçãopt
dc.subjectFilosofiapt
dc.subjectEnsino médiopt
dc.subjectEducationpt
dc.subjectSão Paulo (Estado)pt
dc.titleO ensino de filosofia na proposta curricular do Estado de São Paulo: espaço para experiências formativas?pt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramEducação Escolar - FCLARpt
unesp.knowledgeAreaFilosofia da educaçãopt
unesp.researchAreaEstudos históricos, filosóficos e antropológicos sobre escola e culturapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências e Letras, Araraquarapt
dc.identifier.aleph000809651
dc.identifier.file000809651.pdf
dc.identifier.capes33004030079P2
dc.identifier.lattes1788063551247254
dc.identifier.orcid0000-0001-9620-5964
unesp.advisor.lattes1788063551247254
unesp.advisor.orcid0000-0001-9620-5964
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record