Show simple item record

dc.contributor.advisorChorilli, Marlus [UNESP]
dc.contributor.authorGarcia, Matheus Henrique [UNESP]
dc.date.accessioned2015-03-23T15:17:28Z
dc.date.available2015-03-23T15:17:28Z
dc.date.issued2013
dc.identifier.citationGARCIA, Matheus Henrique. Avaliação do potencial de sistemas nanoestruturados mucoadesivos para administração bucal do peptídeo p1025. 2013. 47 f. , 2013.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/119211
dc.description.abstractA cárie dental é uma das doenças crônico-infecciosas mais comuns no mundo e é potencializada por fatores que favorecem a colonização da bactéria Streptococcus mutans na cavidade oral. O presente trabalho visa avaliar o potencial de sistemas nanoestruturados mucoadesivos para administração bucal do peptídeo sintético p1025, potencialmente ativo contra cárie dental. Este peptídeo, análogo aos fragmentos 1025-1044 da adesina celular de S. mutans mostrou-se, em estudos recentes, eficaz contra a adesão do patógeno na superfície do biofilme bacteriano. Acredita-se que, se incorporado em sistemas nanoestruturados mucoadesivos, sobretudo os sistemas líquido-cristalinos, sua ação possa ser modulada, pelo fato de que estes sistemas podem se aderir na mucosa bucal, de modo a proteger o peptídeo da degradação enzimática, além de prolongar o tempo de contato com a mucosa, diminuindo assim a frequência de administração. Os sistemas nanoestruturados de liberação controlada foram analisados estruturalmente através de microscopia de luz polarizada, determinação do comportamento reológico, TPA e bioadesão. Os resultados evidenciaram, através das análises de microscopia de luz polarizada, a presença de sistemas líquido-cristalinos de fase hexagonal e lamelar, além de domínios de microemulsões. As análises reológicas mostraram que ao adicionar dispersões poliméricas na fase aquosa do sistema, características como pseudoplasticidade e tixotropia são favorecidas, o que pode facilitar a aplicação do produto na mucosa bucal. O teste de biodesão mostrou que o emprego de dispersões poliméricas contribuiu para a adesão na mucosa bucal, sendo os melhores resultados obtidos com dispersão de Policarbofil® a 0,5 %.O teste microbiológico demonstrou a potencialização do efeito inibidor/redutor da carga microbiana com a utilização de óleo de melaleuca na fase oleosa do sistema. Os resultados obtidos sugerem que o ...pt
dc.format.extent47 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectNanotecnologiapt
dc.subjectCáries dentáriaspt
dc.subjectPeptídeospt
dc.subjectPeptidespt
dc.titleAvaliação do potencial de sistemas nanoestruturados mucoadesivos para administração bucal do peptídeo p1025pt
dc.typeTrabalho de conclusão de curso
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências Farmacêuticas, Araraquarapt
dc.identifier.aleph000745752
dc.identifier.file000745752.pdf
dc.identifier.lattes1427125996716282
unesp.undergraduateFarmácia-Bioquímica - FCFARpt
unesp.advisor.lattes1427125996716282
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record