Show simple item record

dc.contributor.advisorNishida, Silvia Mitiko [UNESP]
dc.contributor.authorGuidolin, Felipe Raimondi [UNESP]
dc.date.accessioned2015-03-23T15:19:02Z
dc.date.available2015-03-23T15:19:02Z
dc.date.issued2010
dc.identifier.citationGUIDOLIN, Felipe Raimondi. Agressividade relacionada ao contexto alimentar em escorpião-amarelo Tityus Serrulatus (Lutz & Mello, 1922)(Scorpiones, Buthidae). 2010. 1 CD-ROM. Trabalho de conclusão de curso (bacharelado - Ciências Biológicas) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências de Botucatu, 2010.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/119371
dc.description.abstractScorpions are among the oldest living groups of animals, and are present in almost every continent. Although many studies are made about the toxins present in their venom, little is known about their behavior. The aim of this paper is to investigate the expression of agressiveness in the brazilian yellow scorpion Tityus serrulatus, specifically the relation between agressiveness, motor activity and feeding condition. The study was divided in two parts. First, we used 16 adult individuals, placed in two terrarium, to establish an ethogram. Each group was observed for 36h, and the behaviors displayed were described and categorized as agonistic or non-agonistic. In the second part of the experiment, we used 32 adult animals in three different nutritional states: Feeding (still ingesting food), Sated (1 to 4 days since last meal) and Deprived (14 to 25 days since last meal). The individuals were paired, each pair placed in a terrarium and observed for 30min. Behaviors displayed were timed in seconds. Our results show that only Feeding individuals displayed agonism towards others, and no relation was observed between motor activity and feeding conditionsen
dc.description.abstractEscorpiões estão entre as os mais antigos grupos de animais ainda vivos, e estão presentes em quase todos os continentes. Embora muitos estudos tenham sido feitos sobre as toxinas presentes em seu veneno, pouco é conhecido sobre seu comportamento. O objetivo dete trabalho é investigar a expressão da agressividade no escorpião-amarelo brasileiro Tityus serrulatus, especificamente, a relação entre agressividade, atividade motora e condição alimentar. O estudo foi dividido em duas partes. Primeiro, nós usamos 16 indivíduos adultos, colocados em dois terrários, para estabelecer um etograma. Cada grupo foi observado por 36h, e os comportamentos exibidos foram descritos e caracterizados como agonísticos ou não-agonísticos. Na segunda parte do experimento, nós usamos 32 indíviduos adultos em três diferentes estados nutricionais: Com Presa (ingerindo alimento), Saciado (1 a 4 dias deste a última refeição) e Privados (14 a 25 dias desde a última refeição). Os indivíduos foram pareados, e cada par colocado em um terrário e observado por 30min. Os comportamentos exibidos foram medidos em segundos. Nossos resultados mostram que apenas os indivíduos do grupo Com Presa exibiram agressão dirigida aos outros animais, e não foi observada nenhuma relação entre atividade motora e condição alimentarpt
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectEscorpiãopt
dc.subjectTityus serrulatuspt
dc.subjectAnimais - Comportamento agressivopt
dc.subjectNutrição animalpt
dc.titleAgressividade relacionada ao contexto alimentar em escorpião-amarelo Tityus Serrulatus (Lutz & Mello, 1922)(Scorpiones, Buthidae)pt
dc.typeTrabalho de conclusão de curso
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Instituto de Biociências, Botucatupt
dc.identifier.aleph000695383
dc.identifier.fileguidolin_fr_tcc_botib.pdf
dc.identifier.lattes9069986140495233
unesp.undergraduateCiências Biológicas - IBBpt
unesp.author.lattes9069986140495233
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record