Show simple item record

dc.contributor.advisorViana, Semíramis Guimarães Ferraz [UNESP]
dc.contributor.authorManolio, Gabriel Rodrigues [UNESP]
dc.date.accessioned2015-03-23T15:21:51Z
dc.date.available2015-03-23T15:21:51Z
dc.date.issued2010
dc.identifier.citationMANOLIO, Gabriel Rodrigues. Atividade in vitro do extrato hidroalcoólico da casca de Astronium fraxinifolium (Anacardiaceae) sobre trofozoítos de Giardia duodenalis. 2010. 1 CD-ROM. Trabalho de conclusão de curso (bacharelado - Ciências Biomédicas) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências de Botucatu, 2010.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/119790
dc.description.abstractAs investigações conduzidas para avaliar novas substâncias para o tratamento da giardíase justificam-se pelo fato dos medicamentos convencionais apresentarem inconvenientes relacionados à toxicidade, à resistência e aos custos. Diante disso, a busca por novas alternativas terapêuticas tem despertado grande interesse, principalmente, entre os extratos de plantas, produtos complexos com diferentes atividades biológicas e farmacológicas. Considerando que nas infecções por Giardia, a diarréia é um dos principais sintomas, tem sido crescente o interesse em se investigar o efeito de extratos de plantas com atividade antidiarréica. Com isso, o presente trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar in vitro o efeito do extrato hidroalcoólico da casca da planta Astronium fraxinifolium, espécie típica do Cerrado brasileiro e empregada na medicina popular no tratamento contra inflamações, diarréias e úlceras gástricas. Para este fim, avaliou-se a atividade sobre o crescimento e aderência de trofozoítos de cepa autóctone de Giardia duodenalis isolada e axenizada em Botucatu, São Paulo. Em todos os ensaios, 105 trofozoítos da cepa BTU-11 foram inoculados em tubos contendo 4,5ml de meio TYI-S-33 e 100μl do extrato nas concentrações de 125; 250; 375 e 500 μg/ml. Para avaliar a atividade sobre o crescimento, os parasitas foram incubados com o extrato durante 24, 48 e 72 horas a 37°C. Nos experimentos que verificaram o efeito sobre a aderência, somente os parasitas aderidos às paredes dos tubos foram incubados com o extrato, durante 24 e 48 horas a 37°C. Em cada ensaio, os trofozoítos recuperados foram contados em câmara de Neubauer e a atividade sobre... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo)pt
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.sourceAleph
dc.subjectParasitologia medicapt
dc.subjectDoenças parasitariaspt
dc.subjectGiardiapt
dc.titleAtividade in vitro do extrato hidroalcoólico da casca de Astronium fraxinifolium (Anacardiaceae) sobre trofozoítos de Giardia duodenalispt
dc.typeTrabalho de conclusão de curso
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Instituto de Biociências, Botucatupt
dc.identifier.aleph000695007
dc.identifier.filemanolio_gr_tcc_botib.pdf
unesp.undergraduateCiências Biomédicas - IBBpt
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record