Show simple item record

dc.contributor.advisorOliveira, Otávio José de [UNESP]
dc.contributor.authorNisikava, Sílvia Luri [UNESP]
dc.date.accessioned2015-03-23T15:24:47Z
dc.date.available2015-03-23T15:24:47Z
dc.date.issued2013-11-25
dc.identifier.citationNISIKAVA, Sílvia Luri. Identificação de boas práticas e dificuldades do SMED aplicado em uma indústria do ramo de cosméticos. 2013. 77 f. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado - Engenharia de Produção Mecânica) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá, 2013.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/120190
dc.description.abstractThe cosmetic industry has presenting growth in Brazil and one way to support this demand is improving production and reducing waste. Wastes can be related to setup time, which is spent to support demand of product´s mix and volume. One of the methodologies used to reduce setup time is SMED (Single Minute Exchange of Die). This paper aims to describe and analyze the setup process in a production line in a cosmetic industrial branch, before and after the application of SMED methodology, highlighting good practices and difficulties in order to help other companies develop fast setup. The research method used was the case study. From the analysis of the implementation of the methodology on the company which is object from the case study was possible to summarize good practices, such as: the use of pillar E&T to store information about the training on the SMED methodology; creation of a multifunctional teamwork and involving different areas; creation of a “From-To” matrix. Difficulties were identified, such as: high and constant turnover of people who work on the shop floor; lack of discipline in filling the forms and by doing the setup activities that were standardized; lack of financial resources; lack of people´s availability in orer to conduct necessary meetings and trainings. Recommendations for other companies have also been proposed, such as: training of the team involved, before starting the project and a refresher training; standardization of training, forms and documentation of all steps of the project; create a multifunctional team; training after an employee, who is responsible for the setup, leaves the companyen
dc.description.abstractO ramo de cosméticos tem apresentado crescimento no Brasil e uma das formas de atender a crescente demanda é melhorando a produção e reduzindo desperdícios. Desperdícios podem ser relacionados com o tempo de setup, gasto para atender demandas de mix e volume de produtos. Uma das metodologias utilizadas para reduzir o tempo de setup é o SMED (Single Minute Exchange of Die). O presente trabalho tem como objetivo geral descrever e analisar o processo de setup ferramental de uma linha de produção em uma empresa industrial do ramo de cosméticos, antes e após a aplicação da metodologia SMED, destacando boas práticas e dificuldades, de forma a ajudar outras empresas do ramo que também desenvolvem ou pretendem desenvolver setup rápido. O método de pesquisa utilizado foi o estudo de caso. A partir da análise da implementação da metodologia na empresa objeto do estudo de caso foi possível sumarizar boas práticas, como: a utilização do pilar E&T para armazenar informações sobre o treinamento na metodologia SMED; criação de um time de trabalho multifuncional e envolvendo diferentes áreas; criação de uma matriz “De-Para”. Foram apontadas dificuldades, como: a alta e constante rotatividade de pessoas que trabalham na linha de produção; Falta de disciplina no preenchimento dos formulários e no cumprimento de todas as atividades que foram padronizadas do setup; escassez de recursos financeiros; falta de disponibilidade dos funcionários para realizar os treinamentos e reuniões necessárias. Recomendações para outras empresas do ramo também foram propostas, como: treinamento da equipe envolvida antes de começar o trabalho e um treinamento de reciclagem; padronização do treinamento, dos formulários e da documentação de todas as etapas do trabalho; criação de time de trabalho diversificado; treinamento após saída de um funcionário responsável pela execução do setuppt
dc.format.extent77 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.sourceAleph
dc.subjectProdução enxutapt
dc.subjectCosmeticos - Industriapt
dc.subjectAdministração da produçãopt
dc.subjectDesperdicio (Economia)pt
dc.subjectAdministração do tempopt
dc.subjectLean manufacturingpt
dc.titleIdentificação de boas práticas e dificuldades do SMED aplicado em uma indústria do ramo de cosméticospt
dc.typeTrabalho de conclusão de curso
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Engenharia, Guaratinguetápt
dc.identifier.aleph000737892
dc.identifier.file000737892.pdf
dc.identifier.lattes8045074316518664
unesp.undergraduateEngenharia de Produção Mecânica - FEGpt
dc.identifier.orcid0000-0002-5192-3644
unesp.advisor.lattes8045074316518664
unesp.advisor.orcid0000-0002-5192-3644
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record