Show simple item record

dc.contributor.advisorSant'Ana, Ricardo Cesar Gonçalves [UNESP]
dc.contributor.authorBerrío-Zapata, Cristian [UNESP]
dc.date.accessioned2015-10-06T13:02:47Z
dc.date.available2015-10-06T13:02:47Z
dc.date.issued2015-07-16
dc.identifier.citationBERRÍO-ZAPATA, Cristian. Tecnologia da informação, discurso e poder: análise de domínio a partir do conceito de exclusão digital na perspectiva da teoria centro-periferia. 2015. 380 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências, 2015.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/128003
dc.description.abstractThis research aims to study the Digital Divide as part of the discourse from the meta-narratives emerged in the XXI century, which form part of the construction of globalization, supported in information technology (IT) and computer networks. The Information Society as a meta-narrative from this historic moment, rescued elements belonging to the European Enlightenment at the industrial age and the American Fordism, that combined with the role of IT and through a series of connotations and mythifications, bailed the neo-capitalist order whose center is the US. This order, as described by the Center-Periphery Theory, maintains and increases the dependency phenomenon in developing countries, by means of economic, technological and discursive mechanisms that work within a vision of Soft Power. The Digital Divide is one of these discourses, that helps legitimizing the passive and uncritical inclusion of all territories within the digital structure, spreading forms of Electronic Colonialism. This research looked for empirical evidence of this process in the academic construction of narratives about the Digital Divide, by examining a sample of the most cited literature of the field in English, as a representative of the Center countries, and Spanish and Portuguese as representatives of the academies from the Periphery. We used Domain Analysis as methodology, including four types of study: Study of Literature and Sources, Historical, Bibliometric and a Critical & Epistemological study. The document sample was collected using Google Scholar. This work applies the perspective of Critical Theory and Grounded Theory from a systemic, ecological and complexity perspective. The results showed large differences of production and citation between the three communities, with the USA retaining more than 70% of production and citation. The Anglophone community has the publication of its literature dominated by large corporations, which limits free access...en
dc.description.abstractEsta investigación tiene por objetivo estudiar la Brecha Digital como parte del discurso de los metarrelatos surgidos en el siglo XXI, y que forman parte de la construcción del proceso de globalización apoyado en tecnología de la información (TI) y redes informáticas. La Sociedade da Informação como metarrelato de este momento histórico, rescata elementos de la ilustración europea de la era industrial y el fordismo norteamericano, lo que combinado con el papel de las TI y a través de una serie de connotaciones y mitificaciones, ha afianzado un orden neo-capitalista cuyo centro es los EUA. Este orden, descrito por la Teoría de Centro - Periferia, mantiene y aumenta el fenómeno de dependencia en los países en desarrollo, por medio de mecanismos económicos, tecnológicos y discursivos que trabajan dentro de una perspectiva de Poder Suave (Soft Power). La brecha digital es uno de esos discursos, que por medio de legitimar la inclusión pasiva y acrítica de todos los territorios dentro de la estructura digital, difunde formas de colonialismo electrónico. Esta investigación buscó evidencia empírica de este proceso en la construcción académica de narrativas sobre Brecha Digital, y para ello examinó una muestra de la literatura más citada de este campo, en el idioma inglés, como representante de los países centro, y en español y portugués, como representantes de las academias de la Periferia. Se usó el Análisis de Dominio como metodología, incluyendo cuatro tipos de estudio: estudio Literatura y fuentes, Histórico, Bibliométrico y estudio Crítico-Epistemológico. La muestra documental se recogió usando Google Académico. Este trabajo aplica la perspectiva de Teoría Crítica y Teoría Fundamentada (Grounded Theory) a partir de una visión sistémica, ecológica y de complejidad. Los resultados de la investigación mostraron grandes diferencias de producción y citación entre las comunidades, indicando...es
dc.description.abstractcomo metarelato deste momento histórico, resgata elementos do iluminismo Europeu da era industrial e do Fordismo Norte-americano, que combinados com o protagonismo da TI e através de uma série de conotações e mitificações, têm afiançado uma ordem neocapitalista cujo centro são os EUA. Essa ordem, descrita pela Teoria de Centro - Periferia mantém e aumenta o fenômeno de dependência dos países em desenvolvimento por meio de mecanismos econômicos, tecnológicos e também discursivos, que funcionam dentro de uma visão de Poder Suave ou Soft Power. A Exclusão Digital é um destes discursos, que por meio de legitimar a inclusão passiva e acrítica de todos os territórios dentro da estrutura digitalizada, espalha formas de Colonialismo Eletrônico. Esta pesquisa procurou evidência empírica desse processo na construção acadêmica dos discursos sobre Exclusão Digital e, para isso, analisou uma amostra da literatura mais citadas deste campo, na língua inglesa, como representante dos países Centro, e espanhola e portuguesa como representantes das academias da Periferia. Utiliza-se a Análise de Domínio como metodologia, incluindo quatro tipos de estudo: Estudo de Literatura e Fontes, Histórico, Bibliométrico e Crítico Epistemológico. A amostra documentária foi coletada usando Google Acadêmico. Este trabalho está fundamentado na perspectiva da Teoria Crítica, da Desconstrução e Teoria Fundamentada (Grounded Theory) a partir de um olhar sistêmico, ecológico e de complexidade. Os resultados da pesquisa mostraram grandes diferenças de produção e citação entre as três comunidades, sendo os EUA geradores de mais de 70% da produção e citação do domínio. A comunidade anglófona tem a sua literatura dominada por grandes corporações na publicação, o que limita o livre acesso a estes documentos. Nas comunidades hispânica e lusófona a maioria do acesso é livre, mas o nível de produção, citação..pt
dc.description.sponsorshipPAEDEX UNESP/AUIP
dc.format.extent380 f. il. color.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.sourceAleph
dc.subjectTecnologia da informaçãopt
dc.subjectInclusão digitalpt
dc.subjectTeoria críticapt
dc.subjectBibliometriapt
dc.subjectDigital dividept
dc.titleTecnologia da informação, discurso e poder: análise de domínio a partir do conceito de exclusão digital na perspectiva da teoria centro-periferiapt
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramCiência da Informação - FFCpt
unesp.knowledgeAreaInformação, Tecnologia e Conhecimentopt
unesp.researchAreaInformação e tecnologiapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Filosofia e Ciências, Maríliapt
dc.identifier.aleph000851827
dc.identifier.filehttp://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/cathedra/30-09-2015/000851827.pdf
dc.identifier.capes33004110043P4
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record