Show simple item record

dc.contributor.advisorGonzalez, Maria Eunice Quilici [UNESP]
dc.contributor.authorFaria, Daniel Luporini de [UNESP]
dc.date.accessioned2015-12-10T14:23:39Z
dc.date.available2015-12-10T14:23:39Z
dc.date.issued2006-09-25
dc.identifier.citationFARIA, Daniel Luporini de. O problema da relação mente-corpo e a consciência como sua manifestação. 2006. 114 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências, 2006.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/132063
dc.description.abstractThis dissertation analyses the mind-body relation in its ontological and epistemological perspectives. It's main focus of analysis is the treatment of questions associated to equivalent notions of sensation, consciousness, conscientious experience, or simply experience. Thus, starting with the supposition that the mind-body relation is a philosophical problem, mainly in the context of the Cartesian philosophy, it is investigated the way such a problem is treated under the materialist and functionalist perspectives in the philosophy of mind. The materialist approach investigated is based on the mind-brain identity theory proposed by Smart's (1970), and on versions of eliminativism formulated by Churchland (2004). In relation to the functionalist approach, it is investigated the possibility of defining functionally the qualitative aspects of experience, specially from the perspective delineated by Shoemaker (1980). A certain scepticism is indicated concerning the materialist and the functionalist perspectives investigated, it is argued that strictly speaking, they fail in their attempts to solve the mind-body problem and to explain conscientious experiences. However, in order to avoid scepticism in relation to these problems, it is suggested that the mind-body problem and the epistemological nature of conscientious experience can be better understood Ryle relational perspective. According to this perspective, the mind is conceived not as a thing (res), situated in a recipient with privileged introspective access, but as a disposicional property of the multiple vias expressed in behaviour and in the lived history of each system.en
dc.description.abstractA presente dissertação analisa a relação mente-corpo em suas perspectivas ontológica e epistemológica. O foco da análise se situa no tratamento de questões associadas às equivalentes noções de sensação, consciência, experiência consciente ou simplesmente experiência. Assim, partindo da concepção de que a relação mente-corpo se coloca enquanto problema filosófico, sobretudo a partir do contexto da filosofia cartesiana, investiga-se o modo como tal problema é abordado sob as perspectivas materialista e funcionalista desenvolvidas na filosofia da mente. As abordagens materialistas escolhidas seriam a teoria da identidade mente-cérebro, tal como Smart (1970) a propõe, e o eliminativismo formulado por P. M. Churchland (2004). No que diz respeito à abordagem funcionalista da mente, ênfase é conferida à possibilidade de se definir funcionalmente os aspectos qualitativos da experiência, especialmente, no que diz respeito à perspectiva funcionalista delineada por Shoemaker (1980). Após tais análises, indica-se um desestimulante ceticismo, tendo em vista a opinião de que tanto as abordagens materialistas investigadas quanto a perspectiva funcionalista escolhida falham, a rigor, em dirimir o problema mente-corpo, bem como explicar a experiência consciente. Porém, para evitar um ceticismo em relação a tais problemas, propõe-se, ao final do trabalho, o resgate dos estudos de Ryle, em que a relação mente-corpo e a questão epistemológica da experiência consciente podem ser mais bem compreendidas tendo em vista uma perspectiva que denominamos de relacional. De acordo com essa perspectiva e a mente é concebida não mais como coisa (res), localizada num recipiente de acesso privilegiado, mas como uma propriedade disposicional, de múltiplas vias, expressa no comportamento e na história vivida de cada sistema.pt
dc.format.extent114 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectFilosofia da mentept
dc.subjectConsciênciapt
dc.subjectCorpo e mentept
dc.subjectConsciousnesspt
dc.titleO problema da relação mente-corpo e a consciência como sua manifestaçãopt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramFilosofia - FFCpt
unesp.knowledgeAreaFilosofia da Mente, Epistemologia e Lógicapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Filosofia e Ciências, Maríliapt
dc.identifier.aleph000853442
dc.identifier.filehttp://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/cathedra/28-10-2015/000853442.pdf
dc.identifier.capes33004110041P1
dc.identifier.lattes1279824839196223
unesp.author.lattes1279824839196223
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record