Show simple item record

dc.contributor.advisorWalmsley, Lygia Christina de Moura [UNESP]
dc.contributor.authorBorges, João Roberto Quaglio [UNESP]
dc.date.accessioned2016-04-01T17:53:17Z
dc.date.available2016-04-01T17:53:17Z
dc.date.issued2015
dc.identifier.citationBORGES, João Roberto Quaglio. Medidas de condutividade A.C. e constante dielétrica na perovskita dupla Ca1.2 La0.8 FeIrO6. 2015. 39 f. Trabalho de conclusão de curso (licenciatura - Física) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, 2015.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/136508
dc.description.abstractThis work introduces the results from the performing of impedance spectroscopy on the transition metals oxide Ca1.2La0.8FeIrO6. It was sought to understand the behavior of one sample from its impedance spectra for different AC voltages and temperature values and if an applied external magnetic field at room temperature would cause some change on it. The results revealed that the Ca1.2La0.8FeIrO6 at high temperatures shows conductive and inductive behavior and that the resistance increases with frequency, phenomenon known as Kelvin effect. At 150 K, the spectrum real part no longer consists with the theoretical prediction of Kelvin effect, starting to be influenced by the utilized voltages, condition that inexists on theory. At low temperatures (10, 20, 30 K) it was observed resistive and capacitive behavior, being possible on these conditions, associate to the sample a paralel RC circuit in series with a contact resistance with a fitting from the ZSim software. This fitting allowed the obtaining of capacitance, DC resistance and contact resistance values. The application of a 700G magnetic field at room temperature didn't cause changes on the spectraen
dc.description.abstractEste trabalho traz os resultados da realização de espectroscopia de impedância no óxido de metais de transição Ca1.2La0.8FeIrO6. Procurou-se entender o comportamento de uma amostra através de seus espectros de impedância para diferentes valores de tensão e temperatura e se a aplicação de um campo magnético externo à temperatura ambiente ocasionaria alguma mudança no mesmo. Os resultados mostraram que a amostra de Ca1.2La0.8FeIrO6 em altas temperaturas apresenta comportamento condutivo e indutivo e que a resistência aumenta proporcionalmente à frequência do sinal, fenômeno conhecido como efeito Kelvin. Em 150 K, a parte real do espectro deixa de corresponder à previsão teórica do efeito Kelvin, passando a haver influência das tensões utilizadas, condição esta, inexistente na teoria. Em baixas temperaturas (10, 20 e 30 K) observou-se um comportamento resistivo e capacitivo sendo possível nestas condições, associar à amostra um circuito RC paralelo em série com uma resistência de contato, através de um ajuste com o programa ZSim. Este ajuste permitiu obter valores de capacitância, resistência DC e resistência de contato. A aplicação de um campo magnético de 700G à temperatura ambiente não provocou alterações nos espectrospt
dc.format.extent39 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectFísica aplicadapt
dc.subjectMedidas eletricaspt
dc.subjectCondutividade eletricapt
dc.subjectAnálise espectralpt
dc.subjectÓxidos metálicospt
dc.subjectMetais de transiçãopt
dc.titleMedidas de condutividade A.C. e constante dielétrica na perovskita dupla Ca1.2 La0.8 FeIrO6pt
dc.typeTrabalho de conclusão de curso
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Rio Claropt
dc.identifier.aleph000860524
dc.identifier.filehttp://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/capelo/2016-03-21/000860524.pdf
unesp.undergraduateFísica - IGCEpt
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record