Show simple item record

dc.contributor.authorSilva, Davi José
dc.contributor.authorSilva, Alexsandro Oliveira da [UNESP]
dc.contributor.authorBassoi, Luís Henrique
dc.contributor.authorCosta, Bruno Ricardo Silva
dc.contributor.authorTeixeira, Rafael Pombo [UNESP]
dc.contributor.authorSouza, Diogo Ronielson Marinho de
dc.date.accessioned2016-04-01T18:45:26Z
dc.date.available2016-04-01T18:45:26Z
dc.date.issued2014
dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.15809/irriga.2014v1n1p168
dc.identifier.citationIrriga, v. 19, p. 168-178, 2014.
dc.identifier.issn1808-3765
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/137384
dc.description.abstractApesar da grande importância da adubação na qualidade das uvas, ainda existem poucos estudos sobre a fertirrigação em videira de vinho no Vale do Submédio São Francisco. Com o objetivo de avaliar a produção de uvas sob a influência de doses de potássio e de adubo orgânico, um experimento foi realizado na Embrapa Semiárido, em Petrolina-PE, com videiras (Vitis vinifera L.), ‘Syrah’, enxertadas sobre o porta-enxerto ‘Paulsen’ 1103 e cultivadas no espaçamento 3 x 1 m. As plantas foram irrigadas por um sistema de gotejamento, com um emissor por planta, com vazão de 2 L h¹. Os tratamentos foram constituídos de cinco doses de potássio (0, 20, 40, 80 e 160 kg ha¹) e duas doses de adubo orgânico (0 e 7,5 m³ qual o adubo orgânico constituiu as parcelas e as doses de potássio as subparcelas. Foram avaliados na colheita o número de cachos por planta, a produção total por planta, o peso médio dos cachos e o rendimento total das plantas. As diferentes doses de potássio aplicadas pelo sistema de irrigação e de adubo orgânico aplicados via solo não influenciaram significativamente as características avaliadas.pt
dc.format.extent168-178
dc.language.isopor
dc.relation.ispartofIrriga
dc.sourceCurrículo Lattes
dc.subjectVitis vinifera L.pt
dc.subjectIrrigaçãopt
dc.subjectFertilizantept
dc.titleAdubação orgânica e fertirrigação potássica em videira Syrah no Semiáridopt
dc.typeArtigo
dc.contributor.institutionEmpresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa)
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.contributor.institutionUniversidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF)
dc.contributor.institutionUniversidade de Pernambuco (UPE)
dc.description.affiliationEmbrapa Semiárido
dc.description.affiliationUniversidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA), Departamento de Engenharia Rural, Botucatu, SP, Brasil
dc.description.affiliationUniversidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), Petrolina, PE, Brasil
dc.description.affiliationUniversidade de Pernambuco (UPE), Petrolina, PE, Brasil
dc.description.affiliationUnespUniversidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA), Departamento de Engenharia Rural, Botucatu, SP, Brasil
dc.identifier.doi10.15809/irriga.2014v1n1p168
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências Agronômicas, Botucatupt
dc.identifier.fileISSN1808-3765-2014-19-168-178.pdf
unesp.departmentEngenharia Ruralpt
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record