Exibir registro simples

dc.contributor.advisorCarlos, Iracilda Zeppone [UNESP]
dc.contributor.advisorManente, Francine Alessandra [UNESP]
dc.contributor.authorFerreira, Gabriela Regina Silva [UNESP]
dc.date.accessioned2016-06-07T17:10:54Z
dc.date.available2016-06-07T17:10:54Z
dc.date.issued2015-12-10
dc.identifier.citationFERREIRA, Gabriela Regina Silva. Avaliação da atividade antitumoral de uma clinoptilolita de origem natural e outra sintética em modelo experimental de EHRLICH. 2015. 54 f. , 2015.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/139155
dc.description.abstractO câncer destaca-se pela alta incidência e mortalidade. Os tratamentos atualmente usados são agressivos e não específicos, com isso cresce a busca por novas drogas. Uma substância que vem despertando muito interesse são as zeólitas, minerais com característica porosa e estrutura conhecida. Estas possuem ações como adjuvante de vacinas, imunomoduladores e imunoestimuladores, o que desperta o interesse em estuda-las no modelo antitumoral. O presente estudo avaliou o efeito antitumoral e imunomodulador da zeólita natural clinoptilolita e da zeólita comercial, utilizando um modelo de câncer mamário (Tumor de Ehrlich). Para tanto a zeólita natural foi caracterizada (Microscopia Eletrônica de Varredura e Difração de raio X), realizada avaliação da viabilidade celular (ensaio de MTT), determinada a produção de óxido nítrico por macrófagos peritoneais, quantificação de citocinas (ELISA) e avaliação do crescimento tumoral. As zeólitas natural e comercial apresentaram elevada ativação de macrófagos, e não produziram quantidades significativas de NO. A zeólita natural apresentou citotoxicidade frente ao Tumor de Ehrlich em duas concentrações testadas (5 e 25 mg/ml). Não houve liberação significativa da citocina IL-10, no entanto os grupos que foram reestimulados com zeólita natural apresentaram maior liberação de IL-1β e TNF-α. Nos testes in vivo, a zeólita comercial foi a única que apresentou inibição tumoral frente ao Tumor de Ehrlich, sendo necessários estudos mais aprofundados para definir a sua atividade antitumoral nesse tipo celular.pt
dc.format.extent54 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectZeolitospt
dc.subjectNeoplasiaspt
dc.subjectCitocinaspt
dc.subjectCancerpt
dc.subjectAgentes antineoplasicospt
dc.subjectZeolitespt
dc.titleAvaliação da atividade antitumoral de uma clinoptilolita de origem natural e outra sintética em modelo experimental de EHRLICHpt
dc.typeTrabalho de conclusão de curso
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências Farmacêuticas, Araraquarapt
dc.identifier.aleph000863742
dc.identifier.filehttp://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/capelo/2016-06-03/000863742.pdf
dc.identifier.lattes1730146818754269
unesp.undergraduateFarmácia-Bioquímica - FCFARpt
unesp.author.lattes1730146818754269
Localize o texto completo

Arquivos

Thumbnail

Este item aparece nas seguintes coleções

Exibir registro simples