Show simple item record

dc.contributor.advisorIsaac, Vera Lucia Borges [UNESP]
dc.contributor.advisorChiari-Andréo, Bruna Galdorfini [UNESP]
dc.contributor.authorLemes, Helena Ponciano [UNESP]
dc.date.accessioned2016-06-07T17:11:04Z
dc.date.available2016-06-07T17:11:04Z
dc.date.issued2015-12-15
dc.identifier.citationLEMES, Helena Ponciano. Utilização de métodos não invasivos para avaliação da segurança de fitocosmético contendo extrato de goiaba para aplicação tópica. 2015. 37 f. , 2015.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/139193
dc.description.abstractÉ bem conhecido que uma das consequências causada pela radiação ultravioleta gerada pela luz solar é o fotoenvelhecimento e o desenvolvimento de cânceres cutâneos por meio da ação dos radicais livres gerados sobre a pele. A utilização de uma formulação de uso tópico pela população que auxilie na prevenção do envelhecimento precoce e de doenças causadas pelos radicais livres à pele humana seria de grande valia, trazendo benefícios estéticos, que influenciariam diretamente a saúde psicológica do usuário e preveniriam a fotocarcinogênese. Este fato se torna ainda mais importante em um país tropical como o Brasil, onde a incidência de radiação UV é bastante elevada, assim como o desenvolvimento de cânceres de pele na população. Devido às evidências encontradas em estudos prévios que indicam o potencial antioxidante da goiaba, esta pesquisa teve por objetivo desenvolver estudos para avaliação da segurança in vitro e in vivo de fitocosmético antioxidante através da avaliação do potencial mutagênico em cepas de Salmonella typhimurium, além de avaliar seu potencial irritativo e alergênico na pele de voluntários saudáveis. Para isto foi utilizado o método de Ames, amplamente utilizado para esta finalidade, em que o extrato de Psidium guajava L. foi considerado não mutagênico para todas as cepas avaliadas e foi possível constatar que o extrato promoveu efeito antimutagênico moderado apenas na cepa TA 100. No ensaio para avaliação do potencial irritativo e alergênico realizado in vivo, foi comprovada a ausência de potencial irritante e alergênico de fitocosmético. Desta forma, os estudos realizados indicam a segurança em utilizar o extrato de Psidium guajava L. como antioxidante de uso tópico.pt
dc.format.extent37 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectPele - Cancerpt
dc.subjectRadiação ultravioletapt
dc.subjectSalmonella typhimuriumpt
dc.subjectGoiabapt
dc.subjectCosmeticospt
dc.subjectUltraviolet radiationpt
dc.titleUtilização de métodos não invasivos para avaliação da segurança de fitocosmético contendo extrato de goiaba para aplicação tópicapt
dc.typeTrabalho de conclusão de curso
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências Farmacêuticas, Araraquarapt
dc.identifier.aleph000863767
dc.identifier.filehttp://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/capelo/2016-06-03/000863767.pdf
dc.identifier.lattes4842462513285606
unesp.undergraduateFarmácia-Bioquímica - FCFARpt
unesp.author.lattes4842462513285606
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record