Show simple item record

dc.contributor.authorPires, Paulo Vitor Giraldi [UNESP]
dc.contributor.authorAlmeida, Lígia Beatriz Carvalho de
dc.contributor.authorAndrelo, Roseane [UNESP]
dc.date.accessioned2016-08-24T12:44:28Z
dc.date.available2016-08-24T12:44:28Z
dc.date.issued2011
dc.identifierhttp://ojs.unesp.br/index.php/revista_proex/article/view/550
dc.identifier.citationRevista Ciência em Extensão, v. 7, n. 2, p. 155, 2011.
dc.identifier.issn1679-4605
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/143404
dc.description.abstractUm dos desafios da regulamentação da radiodifusão é garantir a gestão do espectro das freqüências hertzianas de forma a atender aos interesses públicos. Quanto ao rádio, caracterizado pelo regionalismo, isso deveria significar um espaço maior à comunicação de organizações populares, como as escolas. O projeto de extensão Rádio e TV Escola: capacitação para o uso de canais de comunicação na comunidade escolar nasceu em 2006 para atender a demanda por capacitação das comunidades de duas escolas estaduais, premiadas com verbas do MEC e da UNESCO para inserir emissoras de rádio e TV no interior das mesmas, como suporte aos Fóruns de Ética e Cidadania. Atualmente ampliou-se o número de escolas envolvidas. Mantido pelos cursos de Comunicação Social da Universidade Sagrado Coração, situada em Bauru, Estado de São Paulo, Brasil, o projeto situa-se na inter-relação entre a educação e a comunicação. São objetivos: a) colaborar com o professor da escola pública na alfabetização de alunos para ler, escrever e interpretar os textos midiáticos que circulam nos diversos suportes: impresso, rádio, TV, celular, videogame, internet; b) conscientizar os alunos de graduação quanto à responsabilidade social do comunicador e do educador. A justificativa é preparar cidadãos para exercerem a cidadania, usufruindo o direito à comunicação, por meio da inserção organizada e coletiva na esfera pública de comunicação e incentivar uma relação crítica com as mensagens midiáticas. O presente trabalho descreve e avalia a experiência desenvolvida, de 2006 a 2009, por alunos da escola estadual Francisco Alves Brizola, localizada em Bauru-SP, na produção e veiculação de programetes semanais em uma emissora AM do município, tendo como pano de fundo a regulamentação da radiodifusão, o conceito de serviço público que permeia o rádio e a televisão e a necessidade de diálogo entre escola e comunidade.pt
dc.format.extent155
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.relation.ispartofRevista Ciência em Extensão
dc.sourcePROEX
dc.subjectHumanaspt
dc.subjectComunicaçãopt
dc.subjectComunicação públicapt
dc.subjectComunicação alternativapt
dc.subjectRadiodifusãopt
dc.subjectRádio escolarpt
dc.titleRadescobri: a comunidade escolar nas ondas do rádiopt
dc.typeResumo
dcterms.licensehttp://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/pesquisa/about/editorialPolicies#openAccessPolicy
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.contributor.institutionUniversidade do Sagrado Coração (USC)
dc.description.affiliationUnespUniversidade Estadual Paulista, Pós-Graduação em Comunicação, Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação de Bauru
dc.description.affiliationUnespUniversidade Estadual Paulista, Departamento de Comunicação Social, Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação de Bauru
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Arquitetura, Artes, Comunicação e Design, Baurupt
dc.identifier.fileISSN1679-4605-2011-07-02-155.pdf
unesp.departmentComunicação Socialpt
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record