Show simple item record

dc.contributor.advisorCastro, Rosane Michelli de [UNESP]
dc.contributor.authorLanzi, Lucirene Andréa Catini [UNESP]
dc.date.accessioned2017-01-09T17:45:00Z
dc.date.available2017-01-09T17:45:00Z
dc.date.issued2016-12-02
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/147098
dc.description.abstractPor entender que as experiências pessoais de uma professora de Arte ao se tornar Arte/educadora têm aspectos em comum com a história de formação de outros profissionais da área, aspectos que estão presentes na história deste ensinamento, esta tese tem como problema central propor à pesquisa desenvolvida o seguinte questionamento: quanto à experiência de se tornar uma arte/educadora contribui para compreender o ensino da Arte no Brasil? Nesse sentido, a hipótese elaborada para responder a esse problema foi a de que nosso relato autobiográfico contribui para a compreensão do ensino de Arte no Brasil. Deste modo, a pesquisa desenvolvida teve como objetivo principal, analisar e interpretar aspectos da nossa vida e formação como arte/educadora por meio da nossa autobiografia, para uma história da disciplina Arte no Brasil. Ainda, foram elaborados os seguintes objetivos específicos: identificar momentos da história familiar, os quais parecem se entrecruzar com momentos históricos sociais e educacionais do Brasil; identificar e analisar momentos da história de vida e formação desta pesquisadora, desde o que atualmente conhecemos como Educação Infantil, mediado por professores que reconheçam a importância do ato criativo da criança; oferecer possibilidades de vislumbrar espaço escolar e da disciplina Arte como ação cultural; apresentar aspectos teóricos sobre a formação do arte/educador; favorecer cruzamentos temáticos acerca da docência, memória e disciplina, com base no enraizamento de uma busca pessoal de alternativas para melhorar a atuação docente; contribuir com aspectos teóricos e práticos de se trabalhar e de conceber a disciplina Arte na Educação Infantil e no Ensino Fundamental I e II, portanto, contribuir com a formação de professores, que atuem nesses níveis de ensino. Trata-se de resultados de pesquisa histórica e, com base em Larrosa (2004), para perseguir tal hipótese foram delineados os seguintes procedimentos: recuperação de aspectos da vida e formação desta pesquisadora, realizado por meio de coleta informais de relatos retomados nos contextos familiares, e, concomitante, tais relatos foram interpretados, à luz de estudos bibliográficos sobre aspectos históricos sociais e educacionais do Brasil. Essa interpretação foi realizada por meio da recuperação de aspectos das memórias não apenas da pesquisadora, como educadora e educanda de Arte, mas também das lembranças e reflexões dos poetas, músicos e cronistas que compõem, de maneira sempre mutável, o que chamaríamos de ‘realidade’ da escola e os sentimentos e as opiniões que sobre ela se forjaram. Dentre as teorizações que constituem o quadro teórico-metodológico da pesquisa estão também as de Le Goff (1994), Certeau (1982), Chervel (1990), Rousso (2007), Nóvoa (1992), Pineau (2006), Josso (2008), Mortatti (1997), Rego (2003), Passegi (2008), Souza (2008), Catani (1997) e Dominicé (2008). Ao final, foi possível defender a tese de que, por meio dos relatos autobiográficos da pesquisadora, embora se apresentados, inicialmente, como a descrição subjetiva de uma trajetória pessoal, ultrapassa os limites individuais e assume um significado que pode ser estendido a uma comunidade de sujeitos que partilham experiências semelhantes e nesse sentido, o trabalho com memória autobiográfica pode significar uma contribuição importante para a história do ensino. No caso da pesquisa desenvolvida, pode significar uma contribuição para a história de Arte do Brasil.pt
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.subjectEducaçãopt
dc.subjectHistória da Educaçãopt
dc.subjectHistória das disciplinas escolarespt
dc.subjectHistória da disciplina Artept
dc.subjectAutobiografiapt
dc.titleA autobiografia como metodologia para uma história da disciplina arte no Brasil: vida e formação de uma arte/educadorapt
dc.title.alternativeThe autobiography as methodology for a history of the discipline Art in Brazil: life and formation of an art / educatoren
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramEducação - FFCpt
unesp.knowledgeAreaEducaçãopt
unesp.researchAreaFilosofia e História da Educaçãopt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Filosofia e Ciências, Maríliapt
unesp.embargoOnlinept
dc.identifier.aleph000878082
dc.identifier.capes33004110040P5
dc.identifier.lattes8973177509376264
unesp.author.lattes8973177509376264
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record