Show simple item record

dc.contributor.advisorMiller, Stela [UNESP]
dc.contributor.authorKöhle, Érika Christina [UNESP]
dc.date.accessioned2017-01-17T19:21:24Z
dc.date.available2017-01-17T19:21:24Z
dc.date.issued2016-12-09
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/148028
dc.description.abstractEsta dissertação apresentada ao Programa de Pós-graduação em Educação da Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista – UNESP – Campus de Marília relata resultados de pesquisa realizada com o objetivo geral de compreender como o uso de determinadas estratégias de ensino possibilitaria inserir, no mundo da escrita, crianças do sexto ano do ensino fundamental II ainda não produtoras de textos, auxiliando-as, por esse meio, em seu processo de aprendizagem de atos de escrita. Uma das estratégias foi propor a elaboração de atos de escrita por meio de gêneros discursivos, que cumprissem a função social para o qual foram criados; outra estratégia foi deixar que esses gêneros discursivos fossem escolhidos pelas crianças de acordo com suas necessidades comunicativas no momento das suas produções e a última estratégia foi usar suportes digitais nessas produções, pois eles ofereceriam recursos para escrita. Além disso, esta pesquisa teve como objetivos específicos (1) avaliar o trabalho com gêneros do discurso escolhidos pelas crianças durante os atos de escrita, (2) comprovar as contribuições dos suportes digitais para o ensino dos atos de escrita e (3) analisar as contribuições do professor para a formação do sujeito autônomo na aprendizagem dos atos de escrita. Por meio do estudo de bibliografias referentes ao tema apropriação da linguagem buscou-se identificar os instrumentos que contribuíssem para a organização de práticas que auxiliassem oito crianças do sexto ano do ensino fundamental II de uma escola pública da cidade de Marília, em seu processo de apropriação e de objetivação dos atos de escrita. A pesquisa concretizou-se por meio da metodologia da pesquisa-ação, pois ela permitiu à pesquisadora, durante as produções textuais, agir e intervir na prática e tentar modificá-la. Esta pesquisa teve como suporte teórico alguns princípios da Teoria Histórico-Cultural sobre desenvolvimento e aprendizagem e os pressupostos do Círculo de Bakhtin em relação ao ensino da linguagem por meio dos gêneros do discurso. Com a proposta de produção de atos de escrita em situações reais de troca verbal, as crianças superaram suas dificuldades de produção escrita, selecionando os gêneros discursivos, os interlocutores e os suportes que lhes interessavam, pois ao protagonizarem esse processo as crianças se apropriaram verdadeiramente desses instrumentos culturais.pt
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.subjectEducaçãopt
dc.subjectAprendizagem da escritapt
dc.subjectSuportes digitaispt
dc.subjectGêneros do discursopt
dc.subjectInteração verbalpt
dc.titleA aprendizagem da escrita no ensino fundamental II com o auxílio de suportes digitaispt
dc.title.alternativeThe learning of writing in fundamental education II with aid of digital supportsen
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramEducação - FFCpt
unesp.knowledgeAreaEducaçãopt
unesp.researchAreaTeoria e Práticas Pedagógicaspt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Filosofia e Ciências, Maríliapt
unesp.embargoOnlinept
dc.identifier.aleph000878416
dc.identifier.capes33004110040P5
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record