Show simple item record

dc.contributor.authorMiura, Regina Keiko Kato [UNESP]
dc.date.accessioned2017-01-18T18:08:06Z
dc.date.available2017-01-18T18:08:06Z
dc.date.issued2003
dc.identifierhttp://proex.reitoria.unesp.br/congressos/Congressos/2__Congresso/Educa__o/Educ19.htm
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/148232
dc.description.abstractA inclusão de pessoas com Necessidades Educacionais Especiais no mercado de trabalho é um desafio para toda a sociedade. A falta de qualificação profissional, além da pequena participação da classe empresarial e a fiscalização em relação à legislação existente, prejudica seriamente a inserção destas pessoas no mercado de trabalho. Este estudo teve como objetivo estudar como avaliar as habilidades necessárias para a adequação das pessoas com atraso no desenvolvimento cognitivo, em ambiente de trabalho coletivo. Além disso, após a observação das habilidades necessárias para bom desempenho em serviço, iniciou-se a implementação de orientação para o ensino dessas habilidades. Participaram deste projeto de extensão cinco jovens, com faixa etária de 16 a 26 anos, cujo diagnóstico apresentam Síndrome de Down (4 pessoas) e Microcefalia (1 pessoa), clientes em atendimento educacional no Centro de Estudos da Educação e da Saúde – CEES/unidade auxiliar da Unesp/Marília. A avaliação inicial envolveu a elaboração de um instrumento de observação para verificação e acompanhamento do repertório de habilidades necessárias para o trabalho na brinquedoteca e auxiliar de secretaria. Os resultados de Implementação do Programa de Educação para o Trabalho mostraram melhoras nas habilidades e conhecimentos dos envolvidos na atividade profissional, bem como avanços no desenvolvimento nas áreas de socialização, comunicação interpessoal e em “pré-requisitos” profissionais (iniciativa, rapidez, compromisso, etc). O ensino de habilidades profissionais é voltado para o desenvolvimento de hábitos, posturas e atitudes em ambiente de trabalho; visa possibilitar maior independência nas diversas situações no meio social e profissional e sua provável inclusão na sociedade. É necessário favorecer oportunidades para que pessoas com necessidades educacionais especiais possam ser absorvidas pelo mercado de trabalho, que em todos os casos, privilegia a qualificação para as funções.pt
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.relation.ispartofCongresso de Extensão Universitária
dc.sourcePROEX
dc.titleAvaliação de habilidades e competências de pessoas com necessidades especiais em programa de educação para o trabalhopt
dc.typeResumo
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.description.affiliationUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC), Departamento de Educação Especial, Marília, SP
dc.description.affiliationUnespUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC), Departamento de Educação Especial, Marília, SP
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Filosofia e Ciências, Maríliapt
unesp.departmentEducação Especial - FFCpt
Localize o texto completo

Files in this item

FilesSizeFormatView

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record