Show simple item record

dc.contributor.authorRocha, Julio Cesar [UNESP]
dc.contributor.authorSantos, Ademir dos [UNESP]
dc.contributor.authorMascarelli, Robson Luiz [UNESP]
dc.contributor.authorMendonça, André Gustavo Ribeiro [UNESP]
dc.contributor.authorBellin, Iramaia Corrêa [UNESP]
dc.contributor.authorGarcia Júnior, Oswaldo [UNESP]
dc.contributor.authorMenezes, Valdenir Aparecido Nunes [UNESP]
dc.contributor.authorOliveira, Maria Isabel Faria de [UNESP]
dc.date.accessioned2017-01-18T18:09:43Z
dc.date.available2017-01-18T18:09:43Z
dc.date.issued2003
dc.identifierhttp://proex.reitoria.unesp.br/congressos/Congressos/2__Congresso/Meio_Ambiente/Meio13.htm
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/148340
dc.description.abstractOs parâmetros indicadores de qualidade de águas foram selecionados com base na Resolução CONAMA no 20, para as águas da Classe 2. Após digestão ácida os metais foram determinados por espectrometria de emissão atômica (ICP). Mercúrio foi determinado por espectrometria de absorção atômica utilizando vapor frio (EAAVF). Temperatura, pH e oxigênio dissolvido foram determinados em campo utilizando eletrodos. Os demais parâmetros foram determinados também utilizando metodologias recomendadas no ”Standard methods for examination of water and wastewater” – 19a Edição. As análises de coliformes foram feitas pelo método Coliblueâ. Para substâncias orgânicas potencialmente prejudiciais, utilizou-se Espectrometria de Massas por Introdução via Membrana - MIMS. Nas primeiras amostragens (20/12/2000 e 28/12/2000) não havia atividades no local a ser inventariado. As amostragens foram feitas em período de alto índice de precipitação pluviométrica. Os resultados analíticos não indicaram alterações as quais pudessem ser atribuídas às atividades da Empresa no local. O teor de alumínio, manteve-se um pouco acima do limite estabelecido pela Resolução CONAMA 20, indicando que alumínio deve ser originário do solo da bacia de drenagem e está sendo aportado nos mananciais inventariados via lixiviação. Considerando que durante esse período a Empresa não teve atividades industriais na área, os valores de OG podem ser oriundos de decomposição vegetal e/ou lixiviação de óleo mineral o qual é aplicado juntamente com herbicidas / pesticidas em lavouras da região. Os resultados de Coliformes totais e fecais estão abaixo daqueles estabelecidos pela Resolução CONAMA 20. Quanto aos pesticidas / herbicidas, na primeira e segunda amostragem, alguns foram detectados com valores pouco acima daqueles estabelecidos pela Resolução CONAMA 20 só nas primeiras amostragens. Isto indica que a remoção da lavoura melhorou as características dos mananciais quanto a estes parâmetros. Como a EMBRAER é circundada por área essencialmente agrícola, estas atividades podem causar aporte de pesticidas / herbicidas nos mananciais via lixiviação. Em resumo, este inventário científico sazonal sobre os mananciais e, a não utilização de herbicidas / pesticidas pela EMBRAER em suas atividades são relevantes suportes científicos para resguardar a Empresa quanto a ocorrência de eventuais impactos ambientais (em relação aos parâmetros inventariados). Além disto, fica evidente a preocupação da EMBRAER em conhecer o passivo ambiental adquirido e também se manter informada a respeito de parâmetros indicadores da qualidade da água dos mananciais durante suas atividades no Pólo Industrial.pt
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.relation.ispartofCongresso de Extensão Universitária
dc.sourcePROEX
dc.titleInventário de parâmetros indicadores da qualidade das águas nos córregos Mulada, Muladinha e Maringa, localizados no Pólo Industrial, Aeronáutico, Espacial de Gavião Peixoto-SPpt
dc.typeResumo
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.description.affiliationUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Departamento de Química Analítica, Instituto de Química de Araraquara
dc.description.affiliationUnespUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Departamento de Química Analítica, Instituto de Química de Araraquara
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Instituto de Química, Araraquarapt
dc.identifier.lattes4148837403618207
unesp.departmentQuímica Analítica - IQpt
unesp.author.lattes4148837403618207
Localize o texto completo

Files in this item

FilesSizeFormatView

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record