Show simple item record

dc.contributor.advisorAndreotti, Marcelo [UNESP]
dc.contributor.authorPascoaloto, Isabô Melina [UNESP]
dc.date.accessioned2017-03-13T19:10:49Z
dc.date.available2017-03-13T19:10:49Z
dc.date.issued2017-02-20
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/148990
dc.description.abstractO aumento da população mundial e a necessidade crescente de alimentos têm levado à procura de sistemas de cultivo de alta produtividade e sustentabilidade. A integração lavoura-pecuária preenche esses requisitos pois permite a produção de grãos, carnes e outros produtos de origem animal em uma mesma área, garantindo também, quando bem manejada, o equilíbrio e conservação do solo. Entretanto, diferentes espécies concomitantemente em uma mesma área podem prejudicar a produtividade. Por isso, o objetivo foi analisar qual a melhor opção técnica e econômica num sistema de integração lavoura-pecuária sob plantio direto, cultivado por dois anos com sorgo consorciado com forrageiras tropicais e/ou guandu-anão e sucedido por soja ou milho. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso, com quatro repetições. Os tratamentos foram constituídos por modalidades de sorgo forrageiro consorciado com: 1) Urochloa brizantha cv. Marandu; 2) U. brizantha cv. Marandu e guandu-anão; 3) Megathyrsus maximus cv. Mombaça; 4) M. maximus cv. Mombaça e guandu-anão; 5) guandu-anão e 6) sorgo solteiro, colhidos para silagem no primeiro corte e na rebrota e sucedidos por soja ou milho. Para tanto foram determinados: os atributos físico-químicos do solo antes de cada ano agrícola e após a colheita dos grãos de soja ou milho; os componentes de produção do primeiro corte e rebrota dos consórcios de sorgo com gramíneas forrageiras e/ou guandu-anão; o acúmulo de macronutrientes nas plantas em consórcio; o crescimento das forrageiras para formação de pasto; a taxa de decomposição da palhada das forrageiras; os componentes de produção da soja e do milho; o acúmulo de macronutrientes nos grãos; os custos de produção dos três anos agrícolas e os respectivos índices de lucratividade. A forrageira M. maximus prejudicou a rebrota do sorgo e a produtividade do milho semeado em sucessão, resultando em prejuízos econômicos. Os consórcios com o sorgo aumentaram o teor de matéria orgânica do solo na camada de 10 a 20 cm em relação ao sorgo solteiro. O uso de uma leguminosa acelerou a decomposição da palhada da forrageira consorciada. O cultivo de várias espécies em uma mesma área resultou em maior microporosidade do solo e acidez potencial se comparado ao cultivo do sorgo solteiro. Houve menor interferência dos consórcios cultivados anteriormente na soja em relação ao milho na região do Cerrado.pt
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.subjectCajanus cajanpt
dc.subjectMegathyrsus maximuspt
dc.subjectPlantio diretopt
dc.subjectSorghum bicolorpt
dc.subjectUrochloa brizanthapt
dc.titleOpções técnicas e econômicas de culturas para rotação em área de integração lavoura-pecuária: alterações físico-químicas do solopt
dc.title.alternativeTechnical and economic options of crops for rotation in crop-livestock integration area: physical-chemical alterations of soilen
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.description.sponsorshipIdFAPESP: 2015/06685-0
unesp.graduateProgramAgronomia - FEISpt
unesp.knowledgeAreaSistemas de produçãopt
unesp.researchAreaNão constapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Engenharia, Ilha Solteirapt
unesp.embargoOnlinept
dc.identifier.aleph000881757
dc.identifier.capes33004099079P1
dc.identifier.lattes7000845749315355
unesp.author.lattes7000845749315355
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record