Show simple item record

dc.contributor.advisorGalo, Maria de Lourdes Bueno Trindade [UNESP]
dc.contributor.advisorAlcântara, Enner Herenio de [UNESP]
dc.contributor.advisorShimabukuro, Milton Hirokazu [UNESP]
dc.contributor.authorEraso, Ricardo Javier Moncayo [UNESP]
dc.date.accessioned2017-03-14T14:10:10Z
dc.date.available2017-03-14T14:10:10Z
dc.date.issued2016-08-18
dc.identifier.citationERASO, Ricardo Javier Moncayo. Estudo do nível trópico do reservatório de Porto Primavera por meio de sensoriamento remoto e visualização de séries temporais. 2016. 155 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Tecnologia, 2016.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/149243
dc.description.abstractThe quality and trophic state of the water are critical problems in lentic environments such as hydroelectric reservoirs. These man-made constructions alter the natural environment and the physical, chemical and biological water characteristics. Time series of remote sensing images, which provide a synoptic view and suitable temporal and spectral resolution, allow studying the trophic phenomena in large artificial lakes and evaluate the variability of optically active components associated with trophic processes from periodic patterns of seasonality and trend. This work was developed in the Porto Primavera reservoir located in the Paraná River on the border between Mato Grosso do Sul and São Paulo states, Brazil. Its development consisted at first, of the calibration of empirical models to relate remote sensing reflectance values and in situ measurements of optically active variables (chlorophyll-a - Chl-a, total suspended solids - TSS and Secchi disk depth - SDD) and the estimation of Trophic State Index by means of concentration of chlorophyll-a (TSI (Chl-a)). Empirical models calibrated for the variables were applied to images from MODIS/Terra, referring to surface reflectance product MOD09 and they were extrapolated for the period from May 2000 to April 2015, generating the time series for each of them. In order to analyze the spatial and temporal dynamics of the optically active variables were used visualization techniques for univariate and multivariate data. The analysis of time series showed that all observed variables present considerable seasonal variability. MODIS images indicated TSI (Chla)...en
dc.description.abstractA qualidade da água e o estado trófico de um lago é um problema particularmente grave em reservatórios, considerando que a construção da barragem altera significativamente as condições físicas, químicas e biológicas do ecossistema aquático. Séries temporais de imagens de sensoriamento remoto, as quais possibilitam uma visão sinóptica e melhor resolução temporal e espectral, permitem estudar o fenômeno trófico em grandes reservatórios e avaliar a variabilidade dos componentes opticamente ativos da água associados aos processos tróficos a partir de padrões periódicos de sazonalidade e tendência. O presente trabalho foi desenvolvido no reservatório de Porto Primavera localizado no rio Paraná, e constou, inicialmente, da calibração de modelos empíricos para relacionar os valores de reflectância de sensoriamento remoto e com medidas obtidas in situ de variáveis opticamente ativas (clorofila-a - Chl-a, totais de sólidos suspensos - TSS e profundidade do Disco de Secchi - PDS) e da estimativa do Índice de Estado Trófico por meio da concentração de clorofila-a (IET (Chl-a)). Modelos empíricos validados para as variáveis foram aplicados a imagens do sensor MODIS/Terra, referentes ao produto de reflectância de superfície MOD09 e extrapolados para o período de maio de 2000 a abril de 2015 gerando-se as séries temporais para cada uma delas. A fim de analisar a dinâmica espacial e temporal das variáveis opticamente ativas foram utilizadas técnicas de visualização de dados uni e multivariados. A análise das séries temporais mostrou que todas as variáveis observadas apresentam considerável variabilidade sazonal e, pelas imagens MODIS, verificou-se que os valores do IET (Chl-a) na desembocadura dos rios Pardo e Peixe foram consistentemente mais elevados...pt
dc.format.extent155 f. : il., tab.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectCartografiapt
dc.subjectAnálise de séries temporaispt
dc.subjectEspaço em geografiapt
dc.subjectÁgua - Qualidade - Porto Primavera (SP)pt
dc.subjectSensoriamento remoto - Porto Primavera (SP)pt
dc.subjectEcossistemas - Porto Primavera (SP)pt
dc.subjectCartographypt
dc.titleEstudo do nível trópico do reservatório de Porto Primavera por meio de sensoriamento remoto e visualização de séries temporaispt
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramCiências Cartográficas - FCTpt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências e Tecnologia, Presidente Prudentept
dc.identifier.aleph000874569
dc.identifier.filehttp://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/cathedra/05-12-2016/000874569.pdf
dc.identifier.capes33004129043P0
dc.identifier.lattes1647318644299561
dc.identifier.lattes1184195536814806
unesp.author.lattes1647318644299561
unesp.author.lattes1184195536814806
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record