Show simple item record

dc.contributor.advisorPaschoareli Júnior, Dionízio [UNESP]
dc.contributor.authorMoreira, Saulo Gomes [UNESP]
dc.date.accessioned2017-07-13T20:43:59Z
dc.date.available2017-07-13T20:43:59Z
dc.date.issued2017-06-02
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/151083
dc.description.abstractNo planejamento da integração de fontes de geração distribuída no sistema de distribuição em baixa tensão é fundamental que haja a investigação dos efeitos provocados nas condições operacionais da rede, tais como níveis de tensão e carregamento de transformadores. Com vista ao potencial aumento da geração fotovoltaica no cenário brasileiro e à iminente migração tecnológica das redes tradicionais para as chamadas redes inteligentes, a resposta da demanda se apresenta como uma das estratégias para possibilitar uma integração eficiente de recursos energéticos distribuídos. Na aplicação de um programa de resposta da demanda, especificamente para o cenário de uma distribuidora, permitiu-se concluir, através da utilização de dados reais, que no processo de planejamento de integração de novas fontes de geração de natureza fotovoltaica, a aplicação de uma estrutura tarifária com custos diferenciados horários baseados no custo marginal de capacidade do sistema, possibilita que sejam observadas melhores condições operacionais da rede. A aplicação da nova estrutura tarifária horária indica uma significativa alteração no perfil de carga esperado dos consumidores de baixa tensão o que refletiu em melhores valores de níveis de tensão e aumento da capacidade livre do transformador em integrar novas fontes distribuídas no sistema.pt
dc.description.abstractIn planning the integration of distributed generation sources in the low voltage distribution system, it is essential to investigate the effects caused by the network operating conditions, such as voltage levels and transformer loading. By the point of view of the potential increase in photovoltaic generation for the Brazilian scenario and the imminent technological migration of traditional networks to the so-called Smart Grids, demand response is one of the strategies to enable the efficient integration of distributed energy resources. By applying a demand response program, specifically for the scenario of a distribution company, it was possible to conclude, by using real data, that in the integration planning process of new photovoltaic based generation sources, the application of a tariff structure with hourly differentiated costs based on the system's marginal cost of capacity, allows better operational conditions of the network to be observed. The application of the new hourly tariff structure indicates a significant change in the expected load profile of the low voltage consumers, which reflected in better values of voltage levels and rising of the free capacity of the transformer to integrate new distributed sources into the system.en
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.subjectRedes elétricas inteligentespt
dc.subjectGeração distribuídapt
dc.subjectTarifação horáriapt
dc.subjectResposta da demandapt
dc.subjectSmart gridsen
dc.subjectDistributed generationen
dc.subjectHourly pricingen
dc.subjectDemand responseen
dc.titleResposta da demanda no planejamento para integração de recursos energéticos distribuídospt
dc.title.alternativeDemand response on the planning for distributed energy resources integrationen
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramEngenharia Elétrica - FEIS
unesp.knowledgeAreaAutomação
unesp.researchAreaSistemas de Energia Elétrica
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Engenharia, Ilha Solteira
unesp.embargoOnline
dc.identifier.aleph000889059
dc.identifier.capes33004099080P0
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record