Show simple item record

dc.contributor.advisorZanotto, Maurício Dutra [UNESP]
dc.contributor.advisorSoares, Dartanhã José [UNESP]
dc.contributor.authorOliveira Neto, Sebastião Soares de [UNESP]
dc.date.accessioned2017-08-22T16:48:24Z
dc.date.available2017-08-22T16:48:24Z
dc.date.issued2017-07-04
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/151334
dc.description.abstractA mamoneira (Ricinus communis L.) é uma oleaginosa da família das Euforbiáceas que disseminou-se por varias regiões do mundo devido a sua fácil propagação e adaptação. O principal produto negociado no mercado internacional é o óleo de rícino e o Brasil é o segundo maior fornecedor desse produto. O melhoramento vegetal visando à obtenção de novas cultivares e híbridos de mamoneira é primordial para o sucesso econômico da cultura, pois, o plantio de materiais mais produtivos, resistentes à doenças e que permitem o uso de mecanização traz maior retorno econômico para os produtores. O objetivo do presente estudo foi realizar a caracterização agromorfológica, avaliar a divergência genética e a reação ao mofo cinzento de 58 acessos de mamoneira coletados em diferentes regiões do Brasil. Realizou-se a criação de um banco de sementes de mamoneiras selvagens através de coletas em diversas regiões do Estado de São Paulo, Sul de Minas Gerais e na capital do Rio Grande do Norte. As sementes foram levadas para o Departamento de Produtividade e Melhoramento Vegetal da Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA) em Botucatu – SP para beneficiamento e realização de testes preliminares (vigor, germinação e teor de óleo). Os acessos pré-selecionados foram semeados e caracterizados através de 31 descritores morfológicos. Foram coletados racemos desses materiais para testar a reação e a resistência ao mofo cinzento da mamoneira no Laboratório de Entomologia e Fitopatologia da Embrapa Meio Ambiente em Jaguariúna-SP conforme metodologia específica. Os dados obtidos nas avaliações foram submetidos à análise de variância, análise de similaridade pelo método hierárquico do vizinho mais próximo e análise de componentes principais. A maior porcentagem de germinação (98,67%) foi obtida pelos acessos BTC5, SAP1 e SBS2. Foram selecionados como fonte de resistência ao mofo cinzento da mamoneira, os acessos SM2, SAP4, SM1, SBS2, SJC2, BOIT1, CBJ1, BOF2, BTC5 e CJ4. O acesso BOC1 foi considerado o mais divergente. Os acessos SM2, SM1, SBS2, CJ4, BTC4, CJ3, CJ1, CBJ1, CJ6, SAP2, SAP1 e SAP4 possuem características agromorfológicas de interesse comercial e são promissores para constituírem uma coleção de germoplasma em programas de melhoramento genético da mamoneira.pt
dc.description.abstractCastor bean (Ricinus communis L.) is an an Euphorbiaceae family oilseed that has spread to various regions of the world due to its easy propagation and adaptation. Brazil is the second largest castor oil supplier, the main product traded in the international market. Plant breeding to generate cultivars and hybrids more productive, resistant to diseases, allowing the use of mechanization of castor bean can drive this crop for the economic success, generating producer's profit. Our aim was to perform the agro-morphological characterization, evaluate genetic divergence and gray mold reaction of 58 accessions of castor bean collected in different regions of Brazil. A wild castor bean seed bank was created through collections in several São Paulo State regions, South of Minas Gerais and in the capital of Rio Grande do Norte. Processing and preliminary tests (vigor, germination and oil content) were performed at the Department of Productivity and Plant Breeding from Faculty of Agronomic Sciences (FCA) in Botucatu, SP, Brazil. Preselected accessions were sown and characterized by 31 morphological descriptors. Castor bean racemes were tested to gray mold reaction and resistance in the Laboratory of Entomology and Phytopathology, Embrapa Meio Ambiente in Jaguariúna-SP, Brazil. Variance analysis, similarity by the nearest neighbor hierarchical method and principal components analysis was performed on all data obtained. BTC5, SAP1 and SBS2 showed the highest germination percentage (98.67%). SM2, SAP4, SM1, SBS2, SJC2, BOIT1, CBJ1, BOF2, BTC5 and CJ4 were selected as the resistance source of the castor bean gray mold while BOC1 was the most divergent. SM2, SM1, SBS2, CJ4, BJC4, CJ3, CJ1, CBJ1, CJ6, SAP2, SAP1 and SAP4 have agro-morphological characteristics of commercial interest and they are promising to constitute a germplasm collection in castor bean breeding programs.en
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.subjectRicinus communis L.pt
dc.subjectDivergência genéticapt
dc.subjectAmphobotrys ricini L.pt
dc.subjectGenetic divergenceen
dc.titleCaracterização agromorfológica e reação ao mofo cinzento de acessos de mamoneirapt
dc.title.alternativeAgromorphological characterization and gray mold reaction of castor bean accessionsen
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramAgronomia (Agricultura) - FCApt
unesp.knowledgeAreaAgriculturapt
unesp.researchAreaMelhoramento Genético de Grandes Culturaspt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências Agronômicas, Botucatupt
unesp.embargoOnlinept
dc.identifier.aleph000890698
dc.identifier.capes33004064039P3
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record