Show simple item record

dc.contributor.advisorFreitas Junior, Ismael Fortes [UNESP]
dc.contributor.authorPaulo, Thais Reis Silva de [UNESP]
dc.date.accessioned2017-08-23T17:54:15Z
dc.date.available2017-08-23T17:54:15Z
dc.date.issued2017-08-17
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/151364
dc.description.abstractIntrodução: O câncer de mama é uma doença multifatorial com vários tipos de tratamento, dentre eles, a quimioterapia, radioterapia e a hormonioterapia. Os inibidores de aromatase fazem parte do tratamento endócrino e são considerados medicamentos efetivos para o câncer de mama, que promovem menos chances de recidiva e metástase. No entanto, efeitos colaterais do tratamento para o câncer são vários, dentre eles mudanças na composição corporal (diminuição da densidade mineral óssea e aumento do percentual de gordura), disfunção metabólica e piora da qualidade de vida. Sendo assim, o treinamento combinado (resistido + aeróbio) pode ser uma estratégia interessante para minimizar os efeitos colaterais do tratamento para o câncer de mama e promover melhoras nestas variáveis. Objetivo: Analisar o efeito crônico do treinamento combinado sobre a composição corporal, variáveis metabólicas e qualidade de vida de mulheres pós menopáusicas, que fazem tratamento para o câncer de mama com inibidores da aromatase. Métodos: A amostra foi formada por mulheres pós menopáusicas que tiveram câncer de mama e que usavam inibidores de aromatase distribuídas em dois grupos: grupo intervenção (treinamento combinado) e grupo controle (alongamento). Foram realizadas as seguintes avaliações: composição corporal estimada pelo DEXA – Absorciometria de Raios-X de Dupla Energia, para as variáveis gordura corporal, massa magra e densidade mineral óssea, análises bioquímicas de sangue: colesterol total e frações (HDL, LDL, não HDL), triacilglicerol, glicemia, PCR, marcadores ósseos (CTX e osteocalcina) e qualidade de vida. A intervenção foi com treinamento combinado (aeróbio e resistido), três vezes semanais, com exercícios resistidos realizados em máquinas (40 minutos/sessão), seguido do treinamento aeróbio em esteira elétrica (30 minutos/sessão). A intervenção durou nove meses e as avaliações foram feitas nos momentos inicial, três, seis e nove meses após iniciada a intervenção. As análises estatísticas foram realizadas de Anova Two-way - medidas repetidas, utilizando software estatístico SPSS versão 24.0, com significância em 5%. Resultados: De acordo com as análises, o treinamento combinado foi efetivo para promover alterações na composição corporal (diminuição da massa total; da gordura corporal total, % gordura total e de tronco), variáveis metabólicas (diminuição do LDL), além de promover benefícios na qualidade de vida. Quando comparado com o grupo controle, não foram observadas diferenças nas variáveis relacionadas a densidade mineral óssea com o treinamento. Conclusão: Concluiu-se que o treinamento combinado deve ser recomendado como forma de tratamento não-farmacológico para mulheres pós menopáusicas com câncer de mama em uso de inibidores da aromatase. O treinamento combinado, também pode ser considerado uma estratégia importante para melhorar a saúde e qualidade de vida, como também, minimizar os efeitos colaterais do tratamento para o câncer de mama e diminuir os impactos causados pela menopausa e pelo processo de envelhecimento.pt
dc.description.abstractIntroduction: Breast cancer is a multifactorial disease with several types of treatment, including chemotherapy, radiation therapy and hormone therapy. Aromatase inhibitors are part of endocrine therapy and are considered effective medicines for breast cancer, which promote less chance of relapse and metastasis. However, side effects of cancer treatment are several, including changes in body composition (decreased bone mineral density and increased fat percentage), metabolic dysfunction and worsening of quality of life. Thus, combined (strength plus aerobic) training may be an interesting strategy to minimize the side effects of treatment for breast cancer and to promote improvements in these variables. Objective: To analyze the chronic effect of combined training on body composition, metabolic variables and quality of life of postmenopausal women who are being treated for breast cancer with aromatase inhibitors. Methods: The sample consisted of postmenopausal women who had breast cancer and who used aromatase inhibitors distributed in two groups: intervention group (combined training) and control group (stretching). The following evaluations were performed: body composition by DXA (body fat, lean mass and bone mineral density), blood biochemical analyzes: total cholesterol and fractions (HDL, LDL, non HDL), triglycerides, glycemia, C-reactive protein, bone markers (CTX and osteocalcin), and quality of life. The intervention was with combined training (strength plus aerobic), three times weekly, with resistance exercises performed on machines (40 minutes / session), followed by aerobic training on an electric treadmill (30 minutes / session). The intervention lasted nine months and the evaluations were done at the initial moments, three, six and nine months. Statistical analyzes were performed from Anova Two-way - repeated measures, using statistical software SPSS version 24.0, with significance at 5%. Results: According to the analysis, combined training was effective to promote changes in body composition (decrease of total body fat, total body fat, total body fat and trunk), metabolic variables (LDL decrease) Quality of life. When compared to the control group, no differences were observed in the variables related to bone mineral density with the training. Conclusion: Concluded that combined training should be recommended as a form of non-pharmacological treatment for postmenopausal women with breast cancer. Combined training can also be considered an important strategy for improving health, and quality of life, as well as minimizing the side effects of treatment for breast cancer and reducing the impact caused by menopause and the aging process.en
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM)
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.subjectTreinamento combinadopt
dc.subjectNeoplasia de mamapt
dc.subjectHormonioterapiapt
dc.subjectMulherpt
dc.subjectEnvelhecimentopt
dc.subjectCombined trainingen
dc.subjectBreast neoplasmen
dc.subjectHormone therapyen
dc.subjectWomanen
dc.subjectAgingen
dc.titleEfetividade do treinamento físico para a composição corporal, variáveis metabólicas e qualidade de vida de mulheres pós menopáusicas em tratamento para câncer de mama com inibidores da aromatasept
dc.title.alternativeEffectiveness of physical training on body composition, metabolic variables, and quality of life of postmenopausal women undergoing treatment for breast cancer with aromatase inhibitorsen
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramCiências da Motricidade - IBRCpt
unesp.knowledgeAreaAtividade Física e Saúdept
unesp.researchAreaAtividade Física e Saúde
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Instituto de Biociências, Rio Claro
unesp.embargoOnlinept
dc.identifier.aleph000890902
dc.identifier.capes33004137062P0
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record