Show simple item record

dc.contributor.advisorPigatto, Gessuir [UNESP]
dc.contributor.advisorBraga Júnior, Sérgio Silva [UNESP]
dc.contributor.advisorCalcini, Fábio Pallaretti [UNESP]
dc.contributor.authorTamarindo, Ubirajara Garcia Ferreira [UNESP]
dc.date.accessioned2017-10-04T18:18:37Z
dc.date.available2017-10-04T18:18:37Z
dc.date.issued2017-09-12
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/151849
dc.description.abstractImportante questão relacionada a qualquer empreendimento diz respeito à sua carga tributária, e isso não é diferente com o agronegócio brasileiro. O sistema tributário brasileiro é um dos mais caros e complexos do mundo, chegando a inviabilizar, por si só, diversos empreendimentos. Não obstante os diversos benefícios e políticas governamentais de desonerações tributárias, a realidade demonstra que o agronegócio brasileiro não está imune a tal situação. Diante desse cenário, o correto gerenciamento dos tributos é peça fundamental na administração do empreendimento, notadamente em relação ao gerenciamento do fluxo de caixa e do resultado final, razão pela qual é imperativo que se conheça, em sua amplitude, os tributos incidentes sobre a atividade exercida, especialmente a materialidade da exação; a exata base de cálculo e alíquotas; as hipóteses de diferimento; as reduções de base de cálculo; os créditos; as isenções e imunidades; as deduções permitidas e vedadas; a melhor sistemática de apuração dos tributos e, até mesmo, o entendimento jurisprudencial aplicável às discussões jurídicas que permeiam a relação entre o agro x Fisco. Com isso, o presente trabalho teve por objetivo, na primeira parte, delinear o agronegócio brasileiro e, na sequência, analisar o poder de tributar do Estado, a competência tributária outorgada à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios, a definição e espécies de tributo, a repartição das receitas tributária e os principais tributos que norteiam o direito tributário. Na última etapa, restaram analisados os tributos incidentes sobre a renda e o lucro auferidos pelos produtores rurais e empresários agroindustriais; as contribuições previdenciárias no agronegócio; os tributos incidentes sobre a industrialização, produção, comércio, serviço e exportação decorrentes da atividade rural e da agroindústria; o tributo incidente sobre a propriedade rural; a tributação incidente sobre a cooperativa agropecuária e, por fim, as formas de apuração dos tributos na atividade rural e na agroindústria.pt
dc.description.abstractAn important issue related to any enterprise relates to its tax burden, and this is no different with Brazilian agribusiness. The Brazilian tax system is one of the most expensive and complex in the world, making it unfeasible for many enterprises. Despite several benefits and government policies of tax relief, the reality shows that Brazilian agribusiness is not immune to such situation. Due to this scenario, the accurate management of taxes is a fundamental part of managing an enterprise, especially in relation to the management of the cash flow and the final result, that is why it is imperative that we have full knowledge of the taxes levied on the practiced activity, especially the materiality of the tax; the exact basis of calculation and rates; the hypotheses of deferral; the reductions in the calculation basis; the credits; exemptions and immunities; allowed and prohibited deductions; the best system of tax calculation, and even the jurisprudential understanding applicable to the legal discussions that permeate the relationship between the agro x tax. Thus, in the first part of this paper, the scope of the present study was to delineate the Brazilian agribusiness and, subsequently, to analyze the State taxation power, the tax jurisdiction granted to the Union, the States, the Federal District and the Municipalities, tax definition and species of, the tax revenue distribution and the main taxes that guide the tax law. In the last stage, we analyzed the taxes levied on income and profit received by rural producers and agroindustrial entrepreneurs; social security contributions in agribusiness; the taxes levied on industrialization, production, trade, service and exports resulting from rural activity and agroindustry; tax levied on rural property; The taxation on the agricultural cooperative and, finally, the forms of calculation of the taxes in the rural activity and in the agroindustry.pt
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.subjectTributaçãopt
dc.subjectAgronegóciopt
dc.subjectProdutor ruralpt
dc.subjectAgroindústriapt
dc.subjectCompetitividadept
dc.subjectTaxationpt
dc.subjectAgribusinesspt
dc.subjectRural producerpt
dc.subjectAgroindustrypt
dc.subjectCompetitivenesspt
dc.titleTributação no agronegócio: uma análise dos principais tributos incidentespt
dc.title.alternativeTaxation in agribusiness: a general analysis of the main taxes incidencept
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramAgronegócio e Desenvolvimento - Tupãpt
unesp.knowledgeAreaAgronegócio e desenvolvimentopt
unesp.researchAreaCompetitividade de Sistemas Agroindustriaispt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências e Engenharia, Tupãpt
unesp.embargo18 meses após a data da defesapt
dc.identifier.aleph000892772
dc.identifier.capes33004188001P8
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record