Show simple item record

dc.contributor.advisorLacerda Neto, José Corrêa de
dc.contributor.authorQueiroz, Daniela Junqueira de [UNESP]
dc.date.accessioned2017-12-14T13:31:29Z
dc.date.available2017-12-14T13:31:29Z
dc.date.issued2017-12-04
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/152303
dc.description.abstractO manejo intensivo de bovinos predispõe a inúmeras doenças, dentre elas as que acometem o úbere, as afecções podais e os problemas de fertilidade, causando prejuízos econômicos. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a prevalência de mastite subclínica e eficácia de vacina comercial e produto teste, ambos compostos por bacterina mista inativada, em bovinos de leite. Coletou-se amostras de leite, dos quatro quartos mamários, de 210 vacas em lactação para realização de contagem de células somáticas e exame microbiológico. Das 210 amostras de leite coletadas observou-se crescimento de microrganismos em 33,81% e os principais agentes etiológicos isolados foram dos gêneros Staphylococcus e Streptococcus. Em relação à CCS esses mesmos microrganismos foram responsáveis por aumento da CCS do leite em comparação às amostras negativas no exame microbiológico. Vacina comercial e produto teste foram testados em 36 animais e não foram responsáveis por diminuir CCS. Também não se observou diferença em relação aos títulos de IgG sérica nos animais tratados quando comparado aos animais do grupo controle. Tanto a vacina comercial quanto o produto teste apresentaram uma maior porcentagem de cura (63,64% e 60%) em relação aos animais não tratados (18,18%), sendo assim a vacinação é uma alternativa no controle das mastites subclínicas.pt
dc.description.abstractThe intensive management of cattle predisposes to various diseases, including mammary and foot disorders, and fertility problems, leading to economic losses. The present study aimed to evaluate the prevalence of subclinical mastitis and efficacy of commercial vaccine and test product, both composed of inactivated mixed bacterin, in dairy cows. Samples of lactating dairy cows were collected from four lactating quarters for somatic cell count and microbiological examination. From 210 milk samples, 33.81% showed growth of microorganisms, and the most prevalent were Staphylococcus spp. and Streptococcus spp., which led to a higher somatic cell count in milk. The comercial vaccine and the test product were tested in 36 cows and were not responsible for decreasing SCC and no difference was observed in IgG titers in treated animals. Both treatments had a higher percentage of cure (63.64% and 60%) than the untreated animals (18.18%), thus vaccination was an alternative for the control of subclinical mastitis.en
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.subjectcontagem de células somáticaspt
dc.subjectexame microbiológicopt
dc.subjectigGpt
dc.subjectmastite subclínicapt
dc.subjectsomatic cell counten
dc.subjectmicrobiological examinationen
dc.subjectsubclinical mastitisen
dc.titleEficácia de vacina comercial e produto teste no controle de mastite subclínica bovinapt
dc.title.alternativeEfficacy of commercial vaccine and test product in the control of bovine subclinical mastitisen
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso restrito
unesp.graduateProgramMedicina Veterinária - FCAVpt
unesp.knowledgeAreaClínica médica veterináriapt
unesp.researchAreaclínica de grandes animaispt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabalpt
unesp.embargo24 meses após a data da defesapt
dc.identifier.aleph000895137
dc.identifier.capes33004102072P9
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record