Show simple item record

dc.contributor.advisorScaloppi, Fabiana Garcia [UNESP]
dc.contributor.authorDavid, Luiz Henrique Castro
dc.date.accessioned2018-04-18T17:11:31Z
dc.date.available2018-04-18T17:11:31Z
dc.date.issued2018-02-23
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/153591
dc.description.abstractO rápido crescimento da aquicultura pode acompanhar muitos problemas econômicos, sociais e ambientais. Nesse sentido, muitos sistemas, modelos e técnicas de produção têm sido criados e utilizados para gerenciar o uso dos recursos, diminuir os impactos negativos e tornar a aquicultura uma atividade mais sustentável. No entanto, não se sabe quais desses métodos é realmente sustentável. Sendo assim, o objetivo desse trabalho foi fazer uma revisão sobre o uso da síntese emergética para mensurar a sustentabilidade na produção aquícola. Além de aplicar este método para identificar as contribuições advindas da natureza e da economia no sistema de produção de tilápias em tanques-rede; e avaliar se o uso do perifíton como alimento complementar e a redução da densidade de estocagem melhoram os indicadores de sustentabilidade deste sistema. Para isso, foram avaliados e comparados um sistema com densidade de estocagem de 80 kg.m-3, 100% de alimentação, sem substrato e sem perifíton; um segundo sistema que utilizou a mesma densidade de estocagem de 80kg.m-3, 50% de alimentação, com substrato e perifíton; e um terceiro com menor densidade de estocagem (40 kg.m-3), 50% de alimentação, com substrato e perifíton. Para avaliação emergética foram calculados a renovabilidade, transformidade, razão de rendimento emergético, razão de investimento emergético, razão de carga ambiental, razão de troca emergética e índice de sustentabilidade emergética. A diminuição da densidade de estocagem de peixes e da quantidade de ração, aliadas ao uso de perifíton, melhoraram todos os indicadores de sustentabilidade avaliados. Apesar dessa melhora, a redução na densidade demonstrou baixa produtividade. O estudo mostra que técnicas que visem aumentar o uso de recursos renováveis e diminuir os da economia devem ser incentivadas na produção de tilápias em tanque-rede, tornando evidente a necessidade de políticas públicas que incentivem o uso de sistemas sustentáveis.pt
dc.description.abstractThe rapid growth of aquaculture may be accompanied by several economic, social and environmental problems. In this sense, many production systems, models and techniques have been created and used to manage the use of resources, reduce negative environmental impacts, thus making aquaculture a more sustainable activity. However, it is not known which production systems and management practices are truly sustainable, even though the development and application of these technologies are fundamental for the sustainability of the activity. Therefore, the objective of this study was to review the emergy synthesis to measure sustainability in aquaculture production. Despite applying the emergy analysis to identify the contributions of nature and economy in a tilapia cage farming and evaluating if the periphyton exploitation as a complementary food source and a way of reducing stocking densities improves the sustainability indicators of this system. For this purpose, a system with a 80 kg m-3, 100% of feed, without substrate and without periphyton was compared with two other systems: one with the same stocking density of 80 kg m-3 and 50% of feed with substrate and periphyton and a second one with a lower stocking density (40 kg m-3) and 50% of feed, substrate and periphyton. For the emergy synthesis, the following variables were calculated: renewability, transformity, emergy yield ratio, emergy investment ratio, environmental loading ratio, emergy exchange ratio and emergy sustainability index. Reduced stocking densities and feed supply, together with the use of periphyton, improved all the evaluated sustainability indicators. Despite this improvement, reduced densities did not demonstrate ecosystem efficiency, due to low productivity rates. This study showed that techniques that aim to increase the use of renewable resources and reduce economy ones, must be encouraged in tilapia productions in cages, making the need of public policies evident, which motivate producers that adopt more sustainable production systems.en
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.subjectemergiapt
dc.subjectperifítonpt
dc.subjectdensidadept
dc.subjectraçãopt
dc.subjectsustentabilidadept
dc.subjectemergyen
dc.subjectperiphytonen
dc.subjectdensityen
dc.subjectfeeden
dc.subjectsustainabilityen
dc.titleSíntese emergética na aquicultura: estratégias para promover a sustentabilidade da tilapicultura em tanque-rede.pt
dc.title.alternativeEmergy synthesis on aquaculture: strategies to improve the sustainability of tilapia cage farming.en
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.description.sponsorshipIdFAPESP: 14/08479-6
dc.description.sponsorshipIdFAPESP: 16/07696-9
unesp.graduateProgramAquicultura - FCAVpt
unesp.knowledgeAreaSistemas de produçãopt
unesp.researchAreaBoas práticas de manejo para sustentabilidade dos sistemas aquícolaspt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabalpt
unesp.embargo24 meses após a data da defesapt
dc.identifier.aleph000900217
dc.identifier.capes33004102049P7
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record