Show simple item record

dc.contributor.advisorGiacheti, Célia Maria [UNESP]
dc.contributor.authorSilva, Isabella Bonamigo da [UNESP]
dc.date.accessioned2018-06-29T16:53:33Z
dc.date.available2018-06-29T16:53:33Z
dc.date.issued2018-05-29
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/154412
dc.description.abstractA prematuridade é considerada um fator de risco para o desenvolvimento motor, social, cognitivo e de linguagem. Pesquisadores têm utilizado instrumentos nacionais e internacionais para a avaliação da linguagem falada nesta população, destacando a necessidade desta investigação em diferentes aspectos. Uma técnica que tem sido utilizada como ferramenta para a investigação de elementos do processamento da linguagem falada é a eletroencefalografia (EEG) e suas medidas de Event Related Potentials (ERPs). Posto isso, o objetivo deste estudo foi investigar o desempenho da linguagem falada e achados eletrosifiológicos em crianças pré-escolares nascidas prematuras e compará-los aos de crianças nascidas a termo com desenvolvimento típico de linguagem. Para compor o Grupo Amostral I (GAI), participaram 20 crianças nascidas prematuras moderadas de 4 e 5 anos de idade cronológica, e para o Grupo Comparativo I (GCI), 40 crianças nascidas a termo pareadas a seus pares por sexo e idade cronológica. Para esses grupos, foi utilizado o instrumento Preeschool Language Assessment - Second Edition (PLAI-2) para a avaliação da linguagem falada. Como um recorte do GAI, o Grupo Amotral II (GAII) foi composto por oito crianças participantes do GAI, e para o Grupo Comparativo II (GCII), oito crianças participantes do GCI, pareadas ao GAII por gênero e idade cronológica. Para a avaliação eletrofisiológica de GAII e GCII, utilizou-se uma tarefa de julgamento semântico, na qual frases de finais congruentes e incongruentes foram apresentadas de forma passiva e os registros eletrofisiológicos foram captados a partir de um capacete geodésico de 128 canais. O resultado, de forma geral, indicou que o grupo de crianças nascidas prematuras apresentou desempenho inferior nos itens (i.e, recepção; expressão e habilidade comunicativa) e subitens (i.e, escolha, análise, síntese, análise perceptual) da linguagem falada, com exceção apenas para o subitem “raciocínio”. Os resultados da avaliação eletrofisiológica mostraram diferenças no padrão de ativação eletrofisiológico (i.e, amplitude e latência das ondas), quando os grupos foram comparados. Como conclusões, destaca-se que crianças pré-escolares nascidas prematuras apresentaram desempenho inferior nas habilidades de linguagem falada na maioria das habilidades avaliadas pelo PLAI-2 e diferenças no padrão eletrofisiológico, quando comparadas a seus pares nascidos a termo. Os dados indicaram a necessidade de investigação e diagnóstico precoce das possíveis alterações de linguagem falada em pré-escolares prematuros, considerando que diferenças importantes podem já se manifestar na investigação eletrofisiológica (i.e captação da informação em nível cerebral).pt
dc.description.abstractPrematurity is considered a risk factor for motor, social, cognitive and language development. Researchers have used national and international instruments for the evaluation of spoken language in this population, highlighting the need for this research in different aspects. One technique that has been used as a tool for the investigation of elements of speech processing is electroencephalography (EEG) and its measures of Event Related Potentials (ERPs). Therefore, the aim of this study was to investigate the performance of spoken language and eletrophysiological findings of preschool children born prematurely and compare to that of full-term children with typical language development. Twenty preterm infants born at the age of 4 and 5 years of age were included in Amostral Group (AGI), and for Comparative Group I (CGI) 40 children born at term were matched to their peers by sex and chronological age. For these groups the Preschool Language Assessment - Second Edition (PLAI-2) instrument was used for the evaluation of spoken language. As a AGI cut, Amotral II Group (AGII) was composed of 8 children participating in the AGI and for Comparative Group II (CGII), 8 children participating in the CGI, matched to AGII by gender and chronological age. For the electrophysiological evaluation of AGII and CGII, a semantic judgment task was used, where congruent and incongruent sentences were presented passively and the electrophysiological records were captured from a 128-channel geodetic helmet. The result, in general, indicated that the group of children born premature presented inferior performance in the items (ie, reception, expression and communicative ability) and subitens (i.e., choice, synthesis analysis, and perceptual analysis) of spoken language, with the exception of for the subitem "reasoning". The results of the electrophysiological evaluation showed differences in the pattern of electrophysiological activation (i.e., wave amplitude and latency), when the groups were compared. As a conclusion, it should be pointed out that preschool children born prematurely presented lower performance in spoken language skills in most abilities assessed by PLAI-2 and differences in the electrophysiological pattern when compared to their full-term pairs. The data indicated the need for investigation and early diagnosis of possible changes in spoken language in preterm infants, considering that important differences may already be manifested in electrophysiological investigation (i.e., information capture at the brain level).en
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.subjectLinguagempt
dc.subjectTestes de linguagempt
dc.subjectPotencial evocadopt
dc.subjectEletrofisiologiapt
dc.subjectPrematuropt
dc.subjectNascimento prematuropt
dc.subjectPré-escolarpt
dc.subjectLanguageen
dc.subjectLanguage testsen
dc.subjectEvoked potentialsen
dc.subjectElectrophysiologyen
dc.subjectInfanten
dc.subjectPrematureen
dc.subjectPremature birthen
dc.subjectChilden
dc.subjectPreschoolen
dc.titleDesempenho da linguagem falada de pré-escolares nascidos prematuros e correlatos eletrofisiológicospt
dc.title.alternativePerformance of the spoken language of pre-schools born prematures and electrolyphisiological correlatesen
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramFonoaudiologia - FFCpt
unesp.knowledgeAreaDistúrbios da comunicação humanapt
unesp.researchAreaPrevenção, avaliação e terapia em fonoaudiologiapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Filosofia e Ciências, Maríliapt
unesp.embargoOnlinept
dc.identifier.aleph000905591
dc.identifier.capes33004110045P7
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record