Show simple item record

dc.contributor.advisorPastre, Carlos Marcelo [UNESP]
dc.contributor.authorSouto, Larissa Rodrigues
dc.date.accessioned2018-08-27T20:38:23Z
dc.date.available2018-08-27T20:38:23Z
dc.date.issued2018-06-28
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/154965
dc.description.abstractIntrodução: Testes físicos confiáveis, capazes de identificar uma mudança real no desempenho proveniente de intervenções fisioterapêuticas e/ou do treinamento físico, são de extrema importância para a prescrição de exercícios físicos . Sua aplicação fornece parâmetros individualizados da performance muscular, permitindo uma adequada implementação de cargas durante a dinâmica de treinamento e/ou reabilitação. Além da aplicação de tais testes, avaliar a demanda metabólica durante sua execução é de extrema importância na prática clínica proporcionando parâmetros fisiológicos tanto para a avaliação como para a implementação da dinâmica de cargas. Objetivos: Verificar a confiabilidade intra e inter-avaliadores de um teste isométrico de fadiga muscular (TIFM) do quadríceps do membro inferior dominante realizado no dinamômetro isocinético e analisar a demanda metabólica exigida durante a sua execução. Métodos: O estudo foi dividido em duas etapas, sendo a primeira referente a análise da confiabilidade intra e inter-avaliadores do TIFM e a segunda em relação a análise da sua demanda metabólica. A primeira etapa do estudo consistiu em três sessões: familiarização, teste e reteste. Nessa etapa foi verificada a confiabilidade em relação as variáveis de desempenho tempo, energia e pico de torque (PT). Para a realização da segunda etapa o participante foi submetido a duas sessões: familiarização e teste. Na sessão de teste, houve análise de gases e da concentração sanguínea de lactato para determinação da contribuição energética e, análise da ativação muscular para caracterização da fadiga muscular. Resultados: Em relação a confiabilidade relativa apenas as variáveis de desempenho tempo para um dos avaliadores e, a variável de desempenho energia para ambos os avaliadores apresentaram confiabilidade intra-avaliador moderada. As demais variáveis nos demais momentos apresentaram boa confiabilidade relativa. Em relação a confiabilidade absoluta as variáveis de desempenho tempo e energia apresentaram coeficiente de variação (CV) maior que 15% e, para a variável PT seu valor foi até 12,36% com mínima mudança detectável (MMD) maior que 20% para todas as variáveis. No que diz respeito a contribuição dos sistema energéticos houve um contribuição anaeróbica alática de 50,5% e lática de 43,7% e aeróbica de 5,8%. Para a análise ativação voluntária foi observado queda de apenas 1% em seu valor. Conclusão: Conclui-se que o TIFM apresenta de moderada a boa confiabilidade para todas as variáveis de desempenho analisadas tanto intra-avaliador como inter-avaliadores, com alta aplicabilidade clínica. Sua demanda metabólica demonstrou predominância de contribuição anaeróbica com equivalência lática e alática, não sendo possível a identificação de quaisquer causas neuromusculares para a instalação da fadiga muscular.pt
dc.description.abstractIntroduction: Reliable physical tests, capable of identifying a real change in performance from physiotherapeutic interventions and/or physical training, are extremely important for the prescription of physical exercises. Its application provides individualized parameters of muscular performance, allowing an adequate implementation of loads during training and/or rehabilitation dynamics. In addition to the application of such tests, evaluating the metabolic demand during its execution is extremely important in clinical practice, providing physiological parameters for both evaluation and implementation of load dynamics. Objectives: To verify the intra- and inter-rater reliability of an isometric muscle fatigue test (IMFT) of the dominant lower limb quadriceps performed on the isokinetic dynamometer and to analyze the metabolic demand required during its execution. Methods: The study was divided in two phases, the first one referring to the analysis of intra- and inter-rater reliability of the IMFT and the second one in relation to the analysis of its metabolic demand. The first phase of the study consisted of three sessions: familiarization, test and retest. In this phase the reliability of the time, energy and peak torque (PT) variables was verified. For the second phase the participant was submitted to two sessions: familiarization and test. In the test session, there was gas analysis and blood lactate concentration to determine the energy contribution and analysis of muscle activation to characterize muscle fatigue. Results: In relation to relative reliability only the time performance variables for one of the evaluators and the energy performance variable for both evaluators presented moderate intra-rater reliability. The other variables in the other moments presented good relative reliability. Regarding absolute reliability, the variables of time and energy performance presented a coefficient of variation (CV) greater than 15% and, for the variable PT, its value was up to 12.36% with a minimum detectable change (MMD) greater than 20% for all the variables. Regarding the contribution of the energy systems, there was an alpha anaerobic contribution of 50.5% and lactic acid of 43.7% and aerobic of 5.8%. For the voluntary activation analysis, a decrease of only 1% in its value was observed. Conclusion: It is concluded that IMFT presents moderate to good reliability for all performance variables analyzed both intra-rater and inter-rater, with high clinical applicability. Its metabolic demand demonstrated a predominance of anaerobic contribution with lactic and allematic equivalence, and it is not possible to identify any neuromuscular causes for the installation of muscular fatigue.en
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.subjectConfiabilidade dos dadospt
dc.subjectDinamômetro de força muscularpt
dc.subjectFadigapt
dc.subjectData acuracyen
dc.subjectMuscle strength dynamometeren
dc.subjectFatigueen
dc.titleConfiabilidade e análise fisiológica de um teste isométrico de fadiga muscular localizadapt
dc.title.alternativeReliability and physiological analysis of an isometric test of muscular fatigue localizeden
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.description.sponsorshipIdFAPESP: 2016/11785-7 e 2017/18121-0
unesp.graduateProgramFisioterapia - FCTpt
unesp.knowledgeAreaAvaliação e intervenção em fisioterapiapt
unesp.researchAreaAvaliação e intervenção em fisioterapia no sistema neuro-músculo esqueléticopt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências e Tecnologia, Presidente Prudentept
unesp.embargo24 meses após a data da defesapt
dc.identifier.aleph000907241
dc.identifier.capes33004129045P2
unesp.advisor.lattes2761396544058606[1]
unesp.advisor.orcid0000-0002-0213-6679
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record