Show simple item record

dc.contributor.advisorPoker, José Geraldo Alberto Bertoncini [UNESP]
dc.contributor.authorGoldberg, Beatriz Sabia [UNESP]
dc.date.accessioned2018-09-17T13:21:32Z
dc.date.available2018-09-17T13:21:32Z
dc.date.issued2018-08-07
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/155996
dc.description.abstractEsta tese considera as contribuições de Michel Foucault como um importante marco para a reconstrução do discurso teórico das Relações Internacionais, reconhecendo que o conhecimento legitima uma posição de poder e que outras teorias da área utilizam essa premissa para justificar os comportamentos dos agentes. O discurso teórico foi utilizado nas Relações Internacionais como instrumento de perpetuação do comportamento do Estado e das justificativas de guerra e segurança. Assim, os dispositivos de Foucault vão fornecer estudos sobre a necessidade da crítica para que exista uma melhor compreensão do poder não como a dominação por parte de um soberano e sim como ações políticas que produzem sentidos sociais. As premissas foucaultianas de poder, saber e subjetividade contribuem para uma análise crítica das Relações Internacionais e para a resistência aos modelos positivistas. Nessa pesquisa, a análise bibliográfica será a ferramenta principal para ponderar os escritos de Foucault e as obras teóricas de Relações Internacionais e considerar a crítica a partir da produção de conhecimento relacionada a política, aos direitos e ao sistema internacional.pt
dc.description.abstractThis thesis considers the contributions of Michel Foucault as an important landmark for the reconstruction of the theoretical discourse of International Relations, recognizing that knowledge legitimizes a position of power and that other theories of the area use this premise to justify the behavior of agents. The theoretical discourse was used in the International Relations as an instrument of perpetuation of the behavior of the State and to validate war and security. Thus, Foucault's devices will provide studies on the need for critical, so that there is a better understanding of power, not as domination on the part of a sovereign but as political actions that produce social meanings. The Foucaultian evidences of power, knowledge and subjectivity contribute to a critical analysis of International Relations and to resist to positivist models. In this research, the bibliographic analysis will be the main tool to ponder the writings of Foucault and the theoretical works of International Relations and to consider the critic from the production of knowledge related to politics, rights and the international system.en
dc.description.sponsorshipNão recebi financiamento
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.subjectRelações internacionaispt
dc.subjectMichel Foucaultpt
dc.subjectTeoriapt
dc.subjectPoderpt
dc.subjectSaberpt
dc.subjectCríticapt
dc.subjectInternational relationsen
dc.subjectTheoryen
dc.subjectPoweren
dc.subjectKnowledgeen
dc.subjectCriticalen
dc.titleO limite das relações internacionais como campo de conhecimento: a busca de perspectivas críticas em Michel Foucaultpt
dc.title.alternativeThe limit of international relations as a field of knowledge: the search for critical perspectives in Michel Foucaulten
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramCiências Sociais - FFCpt
unesp.knowledgeAreaOutrapt
unesp.researchAreaPensamento social, educação e políticas públicaspt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Filosofia e Ciências, Maríliapt
unesp.embargoOnlinept
dc.identifier.aleph000907849
dc.identifier.capes33004110042P8
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record