Show simple item record

dc.contributor.advisorCarbonari, Caio
dc.contributor.advisorKruger, Greg
dc.contributor.authorLatorre, Débora de Oliveira [UNESP]
dc.date.accessioned2018-09-18T19:29:22Z
dc.date.available2018-09-18T19:29:22Z
dc.date.issued2017-09-15
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/156017
dc.description.abstractOs herbicidas são um dos fatores mais importantes que vem consideravelmente contribuindo no aumento na proteção das culturas, devido sua inovação no controle de plantas daninhas ao longo dos últimos 70 anos. O uso continuo de um mesmo ingrediente ativo ou modo de ação impõe uma alta pressão de seleção em uma população de plantas daninhas e a seleção de indivíduos resistentes a herbicidas pode ocorrer. A intensidade da seleção imposta pelos herbicidas e a frequência inicial de indivíduos resistentes a herbicidas dentro de uma população de plantas daninhas são fatores chave importantes no processo de evolução da resistência. Fluxo gênico via pólen, sementes e propágulos vegetativos são uma potencial fonte de distribuição de resistência a herbicidas, como previamente reportado em Conyza canadensis e Amaranthus ssp. Conyza canadensis e Amaranthus ssp são potencialmente capazes de transferir genes que conferem resistência a herbicidas via pólen e/ou sementes, por produzirem pólen que pode ser disseminado a longas distancia e grande número de sementes. Os objetivos gerais dos estudos realizados foram caracterizar o nível de resistência de duas espécies de plantas daninhas de Nebraska, Estados Unidos da América. Um primeiro estudo em casa de vegetação foi conduzido para caracterizar o nível de resistência a glyphosate de populações de buva coletadas em áreas não cultivadas foi conduzido. Experimentos de dose-resposta com 9 doses de glyphosate e 28 populações de buva foram avaliados. Um segundo estudo em casa de vegetação foi conduzido para caracterizar o nível de uma população de caruru resistente a 2,4-D a diferentes formulações de herbicidas fenóxicos. De acordo com o primeiro estudo de dose-resposta, menos de sete por cento das populações de Conyza canadensis em áreas de pastagem próximas a áreas de cultivo expressaram “resistência prática” a glyphosate (plantas sobreviventes a dose de glyphosate mais usual em Nebraska – 1,260 g ae ha-1). Baseado em nossos resultados, foi detectado baixa frequência de resistência a glyphosate em populações de Conyza canadensis em áreas de pastagem de Nebraska, indicando que indivíduos resistentes a glyphosate dispersos das áreas de cultivo não são o biótipo predominante nessas áreas. Os resultados do segundo estudo mostraram que a população de Amarantus tuberculatus resistente a 2,4-D foi significativamente mais suscetíveis às formulações dos herbicidas Dicamba DGA, Dicamba DMA, Corasil, 2,4-DP, e 2,4-DP-p, enquanto sobreviveram a altas doses dos herbicidas 2,4-D 2EHE, 2,4-D EE, 2,4-DB, MCPB, MCPA, MCPA 2EHE, CMPP e CMPP-p.pt
dc.description.abstractHerbicides are one of the most important factors that have contributed to protect crop yields. This is due to innovative weed control over the last 70 years. The over-reliance on a single herbicide active ingredient or mode of action impose a high selection pressure on a weed population and the selection of herbicide-resistant individual plants may occur. The intensity of selection imposed by herbicides and the initial frequency of herbicide resistant in a weed population play a major role in the herbicide resistance evolution. Gene flow by pollen, seed, and vegetative propagules have the potential to move herbicide-resistant weed species, as reported previous reported in Conyza canadensis and Amaranthus genus. Conyza canadensis and Amaranthus tuberculatus are potentially able to proliferate herbicide resistance by pollen and/or seeds due to be prolific seed producer and its pollen are capable to be disseminated for long distances. The general objectives of these studies were to characterize the herbicide resistance level of two weed species in Nebraska, United States. A greenhouse study was performed to characterize the fold of glyphosate resistance in horseweed populations from non-crop areas. Dose-response experiments with 28 horseweed populations were evaluated across nine glyphosate rates. A second greenhouse study was performed to characterize the level of a 2,4-D-resistant waterhemp population resistance to various auxinic herbicides. According to the first dose-response study, less than seven percent of the rangeland Conyza canadensis populations screened expressed “practical” resistance to glyphosate (plants surviving to most common glyphosate rate used in Nebraska of 1,260g ae ha-1). Therefore, low frequency of GR in horseweed populations was detected in Nebraska rangeland indicating that GR individuals dispersed from row crops into rangeland are not the predominant biotype in these non-row crop areas. For the second study, the results showed that 2,4-D-WR population were significantly more sensitive to Dicamba DGA, Dicamba DMA, Corasil, 2,4-DP, and 2,4-DP-p herbicides formulations, whereas survived to the higher doses of 2,4-D 2EHE, 2,4-D EE, 2,4-DB, MCPB, MCPA, MCPA 2EHE, CMPP and CMPP-p. The founds on this studied showed the 2,4-D-WR population exhibits cross-resistance to 2,4-D 2EHE, 2,4-D EE, 2,4-DB, MCPB, MCPA, MCPA 2EHE, CMPP and CMPP-p herbicides.pt
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.language.isoeng
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.subjectPlantas daninhas resistentespt
dc.subjectHerbicidaspt
dc.subjectPressão de seleçãopt
dc.subjectGlyphosatept
dc.subjectHerbicidas auxínicospt
dc.subjectWeed resistancept
dc.subjectHerbicidespt
dc.subjectSelection pressurept
dc.subjectAuxinic herbicidespt
dc.titleLevantamento da susceptibilidade de Conyza canadensis e resistencia cruzada em Amaranthus tuberculatus em Nebraska, Estados Unidos da Americapt
dc.title.alternativeSusceptibility of Conyza canadensis and cross-resistance of Amaranthus tuberculatus survey in Nebraska, United States of Americapt
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.description.sponsorshipId006860/2015-00
unesp.graduateProgramAgronomia (Proteção de Plantas) - FCApt
unesp.knowledgeAreaAgriculturapt
unesp.researchAreaPlantas Daninhas, Weed Sciencept
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências Agronômicas, Botucatupt
unesp.embargoOnlinept
dc.identifier.aleph000907945
dc.identifier.capes33004064034P1
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record