Show simple item record

dc.contributor.advisorRosolen, Vania Silvia [UNESP]
dc.contributor.authorMartins, Maíra Cabral [UNESP]
dc.date.accessioned2018-09-19T17:25:20Z
dc.date.available2018-09-19T17:25:20Z
dc.date.issued2016
dc.identifier.citationMARTINS, Maíra Cabral. As relações de gênero no campo e a importância da mulher na agroecologia. 2016. 29 f. Trabalho de conclusão de curso (Ecologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Biociências (Campus de Rio Claro), 2016.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/156048
dc.description.abstractThis project intent to clarify the weaknesses and injustices of gender relations and in what context these were designed. Refers to the contradictions generated by agribusiness and land concentration, government subsidies, environmental impacts and indiscriminate use of external inputs. In this scenario, agroecology makes use of sustainable forms of management, provides new perspectives in the way of life and agricultural production, with special emphasis on women's participation in rural activities, meeting the changing needs of the current productive system in rural areas, leading a natural process to agroecosystem. The movements of rural women workers are engaged and aware of the negative impacts of conventional agriculture and, among other things, seek to break with sexist conditions which they are subjected in the private and public sphere. For this, bibliographic reviews of documents will be carried out systematized by organizations or individual authors and analysis of secondary data on gender studies; in family and rural extension structure. Thus, it is intended to establish whether agroecology provides physical and ideological space to rural womenen
dc.description.abstractEste projeto tem como objetivo esclarecer as fragilidades e injustiças das relações de gênero e em que âmbito essas foram concebidas. Aponta as contradições geradas pelo agronegócio como concentração de terra, subsídios governamentais, impactos ambientais e uso indiscriminado de insumos externos. Neste cenário, a agroecologia que faz uso de formas de manejo, propicia novas perspectivas no modo de vida e produção agrícola, com especial destaque para a participação da mulher nas atividades rurais, atendendo as necessidades de mudança do sistema produtivo vigente no meio rural, conduzindo um processo natural ao agroecossistema. Os movimentos de mulheres trabalhadoras rurais estão engajados e cientes dos impactos negativos da agricultura convencional e, entre outros aspectos, buscam romper com condições sexistas as quais elas são submetidas no âmbito privado e público. Para isso, serão realizadas revisões bibliográficas de documentos sistematizados por organizações ou autores individuais e análise de dados secundários referentes a estudos de gênero; na estrutura familiar e extensão rural. Com isso, pretende-se constatar se a agroecologia confere espaço físico e ideológico às mulheres ruraispt
dc.format.extent29 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectEcologia vegetalpt
dc.subjectEcologia agrícolapt
dc.subjectAgronegóciopt
dc.subjectProdutividade agrícolapt
dc.subjectMulheres do campopt
dc.subjectMulheres na agriculturapt
dc.subjectTrabalhadoras ruraispt
dc.subjectRelações de gêneropt
dc.subjectSoberaniapt
dc.subjectFeminismopt
dc.subjectAgricultura sustentávelpt
dc.titleAs relações de gênero no campo e a importância da mulher na agroecologiapt
dc.typeTrabalho de conclusão de curso
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Instituto de Biociências, Rio Claropt
dc.identifier.aleph000890159
dc.identifier.filehttp://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/capelo/2017-08-24/000890159.pdf
unesp.undergraduateEcologia - IBRCpt
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record