Show simple item record

dc.contributor.advisorFreitas, Maria Isabel Castreghini de [UNESP]
dc.contributor.authorColissi, Gustavo Schenkel [UNESP]
dc.date.accessioned2018-09-19T17:25:44Z
dc.date.available2018-09-19T17:25:44Z
dc.date.issued2016-12-06
dc.identifier.citationCOLISSI, Gustavo Schenkel. O crescimento urbano de Rio Claro e suas implicações nos riscos à inundação: cenários de 1970 a 2015. 2016. 69 f. Trabalho de conclusão de curso (bacharelado - Geografia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, 2016.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/156094
dc.description.abstractThe aim of this study was to map the urban growth of the city of Rio Claro and flood areas through geotechnology and analyze the changes in risk areas in the period from 1970 to 2015. It is known that the intense urbanization that took place in the cities in recent decades resulted in sealed soil, removal of native vegetation, buildings in floodplains and failure to observe the Permanent Protection areas (PPAs) of rivers and springs, among other factors, that contribute to the occurrence of flood events . It may be noted that in most cities occurred urban planning failures, which has prevented the government to control adequately the dangerous weather consequences, such as storms and downpours. The lower social class families, for lack of choice, usually live in high risk areas and are supposed to be the most affected. Rio Claro as an average city also faces these problems. In this sense, it was proposed this study, which is based on aerial photographs and multitemporal orthophotos, topographic maps and in records of the city flood events provided by the Civil Defense, as well old news archive. With the support of geotechnology as remote sensing and Geographic Information Systems (GIS), it was possible to carry out this study the mapping of areas susceptible to flooding as well as the growth of urban sprawl. The results found are the decrease in rainfall during the study period, the growth of the urban area by 222% in the period of 45 years from 18km² to 40km², as well the emergence of new flood spots in the city. It is expected that the results achieved here can contribute to the municipal public administration in tracing guidelines for prevention and mitigation of future events in the cityen
dc.description.abstractO objetivo deste trabalho foi realizar o mapeamento do crescimento urbano da cidade de Rio Claro e das áreas de inundação e analisar as transformações das áreas de risco no período de 1970 a 2015 por meio das geotecnologias. Sabe-se que a intensa urbanização ocorrida nas cidades nas últimas décadas resultaram em solo impermeabilizado, em retirada de vegetação nativa, em construções nas áreas de várzea e ao não respeito às Áreas de Proteção Permanente (APP) de rios e nascentes, entre outros fatores, que colaboram para a ocorrência de eventos de inundações. Pode-se notar que na maioria das cidades brasileiras o planejamento urbano é falho, o que tem impossibilitado à administração pública controlar de maneira adequada as consequências de eventos climáticos perigosos, como por exemplo temporais e trombas d'água. As famílias de classes sociais mais baixas, por falta de opção, costumam morar em áreas de maior risco e serem as mais afetadas. Rio Claro, como uma cidade média, também enfrenta estes problemas. Nesse sentido, foi proposto esse estudo que se apoia em fotografias aéreas e ortofotografias multitemporais, em cartas topográficas e em registros de eventos de inundações da defesa civil do município, bem como notícias antigas de jornais do arquivo público.Com o suporte das geotecnologias como o Sensoriamento Remoto e os Sistemas de Informação Geográfica (SIG), foi possível realizar o mapeamento do crescimento urbano e das áreas suscetíveis a inundações. Como resultados foram constatados a diminuição das chuvas no período estudado, o crescimento da mancha urbana de 222% no período de 45 anos, passando de 18km² para 40km² assim como o surgimento de novos pontos de inundação na cidade. Espera-se que os resultados aqui alcançados possam contribuir com a Administração Pública municipal no traçado de diretrizes para ações de prevenção e mitigação de eventos futuros na cidadept
dc.format.extent69 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectGeografia urbanapt
dc.subjectCrescimento urbanopt
dc.subjectUrbanizaçãopt
dc.subjectPlanejamento urbanopt
dc.subjectInundaçõespt
dc.subjectGeotecnologia ambientalpt
dc.subjectSensoriamento remotopt
dc.subjectSistemas de informação geográficapt
dc.subjectRio Claro (SP) - 1970-2015pt
dc.titleO crescimento urbano de Rio Claro e suas implicações nos riscos à inundação: cenários de 1970 a 2015pt
dc.typeTrabalho de conclusão de curso
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Rio Claropt
dc.identifier.aleph000890332
dc.identifier.filehttp://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/capelo/2017-08-30/000890332.pdf
unesp.undergraduateGeografia - IGCEpt
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record