Show simple item record

dc.contributor.advisorGobbi, Lilian Teresa Bucken [UNESP]
dc.contributor.advisorSantos, Paulo Cezar Rocha dos [UNESP]
dc.contributor.authorColatrella, Guilherme Belardo [UNESP]
dc.date.accessioned2018-09-19T17:27:03Z
dc.date.available2018-09-19T17:27:03Z
dc.date.issued2017
dc.identifier.citationCOLATRELLA, Guilherme Belardo. Efeito de um programa de dança sistematizado na mobilidade funcional de pacientes com doença de Parkinson. 2017. 30 f. Trabalho de conclusão de curso (bacharelado - Educação Física) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Biociências (Campus de Rio Claro), 2017.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/156351
dc.description.abstractIntrodução: Sintomas associados à Doença de Parkinson (DP), como bradicinesia (lentidão de movimento), rigidez, hipometria (diminuição na amplitude de movimento) e tremor, estão associados com comprometimentos na mobilidade. O paradigma de tarefa dupla (TD) parece comprometer ainda mais a mobilidade de pacientes. O exercício físico tem sido reportado como umas das principais terapias adicionais à doença de Parkinson, por promover benefícios diversos que incluem: ganhos neurais, benefícios cognitivos e benefícios na mobilidade. Apesar disso, os achados em relação à estes aspectos são inconclusivos e limitados. Objetivo: Verificar o efeito de um programa de dança na mobilidade funcional sem e com TD de pacientes com DP. Ainda, verificar se os possíveis benefícios são mantidos após um período subsequente sem intervenção. Materiais e Método: Participaram deste estudo 60 pacientes com DP, distribuídos randomicamente em dois grupos: grupo dança (DPd) e grupo convívio (DPc). Em ambos os grupos as atividades ocorreram 3 vezes por semana, com duração de 1 hora por sessão, durante um período de 6 meses. A mobilidade funcional foi avaliada por meio do teste Timed Up and Go (TUG). Para condição TD, os pacientes realizaram o TUG enquanto contavam regressivamente de 3 em 3 a partir dos números 30, 42 e 50. A melhor dentre três tentativas de cada condição foi considerada, em cada período (Pré, Pós e follow up). ANOVAs de dois fatores (2 grupos X 2 avaliações - Pré e Pós) e (2 grupos X 3 avaliações - Pré, Pós e Follow-up), com medidas repetidas para o fator avaliações, foram realizadas separadamente para a condição sem e com TD, considerando p ≤ 0,05 para todas as análises. Resultados: Tanto momento 1 (Pré e Pós), como o 2 (Pré, Pós e follow- up), ANOVAs não revelaram efeito de avaliação para o TUG (p = 0,18 e p = 0,76, respectivamente) e para o TUG com TD (p = 0,28 e p = 0,14, respectivamente)...pt
dc.format.extent30 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectDançapt
dc.subjectDoença de Parkinsonpt
dc.subjectExercícios físicospt
dc.titleEfeito de um programa de dança sistematizado na mobilidade funcional de pacientes com doença de Parkinsonpt
dc.typeTrabalho de conclusão de curso
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Instituto de Biociências, Rio Claropt
dc.identifier.aleph000897112
dc.identifier.filehttp://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/capelo/2018-03-20/000897112.pdf
unesp.undergraduateEducação Física - IBRCpt
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record