Show simple item record

dc.contributor.advisorCastanheira, Elen Rose Lodeiro [UNESP]
dc.contributor.authorCarrapato, Josiane Fernandes Lozigia
dc.date.accessioned2018-09-20T19:42:02Z
dc.date.available2018-09-20T19:42:02Z
dc.date.issued2018-08-24
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/157072
dc.description.abstractOs problemas sociais, econômicos e familiares aumentam, significativamente, o surgimento de transtornos mentais, além da dependência de substâncias psicoativas. O bem-estar mental é um componente fundamental na definição de Saúde da Organização Mundial de Saúde, pois permite às pessoas perceberem seu potencial, lidar com os estresses normais da vida, trabalhar de forma produtiva, participar e contribuir com sua comunidade. O mundo contemporâneo, o imediatismo para alcançar a felicidade e a busca incansável pela aquisição de “coisas” elevam a prevalência de transtornos mentais comuns. O aumento dos problemas de Saúde Mental amplia necessariamente a responsabilização dos serviços de atenção primária para população com sofrimento psíquico, transtornos mentais, problemas relacionados ao uso abusivo e dependência de drogas, bem como evitar esta patologia, visto que esse nível de atenção desempenha importante papel na assistência, prevenção e promoção da saúde mental, tornando-se evidente a importância de avaliar a oferta e a organização das ações voltadas à população com transtornos mentais, assim como aquelas que evitam situações de risco e vulnerabilidade social nos serviços de Atenção Primária à Saúde (APS). Nesse contexto, essa pesquisa tem como objetivo geral avaliar a qualidade da organização de ações voltadas à saúde mental, em serviços de atenção primária à saúde, em uma Rede Regional de Atenção à Saúde do Estado de São Paulo. Os objetivos específicos são elaborar indicadores de avaliação da organização das ações de atenção à Saúde Mental na APS; descrever e avaliar a organização de ações de promoção, prevenção e assistência à saúde mental e a articulação de um trabalho em rede a partir da APS, além de verificar associações entre os diferentes grupos de qualidade na atenção à saúde mental, a partir de variáveis explanatórias. Trata-se de um estudo transversal, exploratório e quantitativo, baseado na elaboração e na aplicação de indicadores de avaliação da organização de práticas de atenção à saúde mental e uso abusivo e dependência de SPA, desenvolvidas em serviços de APS, da RRAS 09. A proposição de indicadores se deu a partir da análise das questões que compõem o instrumento “Questionário de Avaliação da Qualidade de Serviços de Atenção Básica” – QualiAB, aplicado em 2014. A presente pesquisa utilizou-se, especificamente, dos indicadores relacionadas à atenção da saúde das pessoas com transtornos mentais, incluindo o uso abusivo/dependência de substâncias psicoativas, promoção de ações para evitar fragilização e rompimento de vínculos, e a formação de rede intersetorial. Foram agrupados cento e quarenta indicadores de qualidade, referentes às temáticas estudadas, quanto a saúde mental, baseados nas políticas de saúde mental vigentes no país. Após essa pré-seleção foram construídos quatro domínios, sendo eles: “Promoção à Saúde Mental na APS”, “Prevenção de Agravos e Problemas de Saúde Mental na APS”, “Assistência à Saúde Mental na APS” e “Trabalho em Rede e Intersetorialidade na APS”. A partir da criação desses domínios, o plano para análise dos dados foi construído, primeiramente, com processamento das frequências de respostas quanto aos indicadores selecionados, realizadas no programa SPSS versão 20.0. Para análise dos domínios construídos, a fim de identificar grupos de qualidade dos serviços investigados, optou-se pelo teste de k-médias, por meio da técnica de clusters, utilizando o programa Statistic Base, com o agrupamento dos serviços a partir da definição de cinco clusters em relação aos três domínios, separadamente. Foi aplicado o teste de regressão logística múltipla (Programa SAS), para investigar possíveis relações a partir de variáveis explanatórias entre os diferentes grupos de qualidade. Destaca-se como resultados, que as variáveis explanatórias comuns, que se relacionaram ao grupo de serviços de melhor desempenho, foram reuniões de equipe, semanalmente, no último ano, levantamentos sobre a realidade local, por meio de estudos na comunidade, participação de processo avaliativo e no agrupamento dos serviços de menor desempenho prevaleceram ser caracterizados como unidade básica tradicional e não realizar reuniões semanais. Os serviços com melhor desempenho na área da Saúde Mental realizam ações voltadas à prevenção de agravos e problemas de saúde mental. As ações mais frequentes foram palestras, orientações para inscrição em programas sociais, ações de pré-natal abordando o uso de tabagismo e outras drogas, orientações aos cuidadores formais e informais, atenção domiciliar ao idoso, encaminhamentos aos serviços especializados e rede composta por CRAS e CAPS.pt
dc.description.abstractSocial, economic and family problems increase significantly the onset of mental disorders and psychoactive substance dependence. Mental well-being is a key component of the World Health Organization's definition of Health. Mental Health enables people to fulfill their potential, deal with normal stresses of life, work productively, participate, and contribute to communities. The contemporary world, the immediacy to achieve happiness, and the relentless pursuit of "things" raise the prevalence of common mental disorders. The increase in Mental Health problems necessarily extends the responsibility of primary care services to the population with mental suffering, mental disorders, problems related to drug abuse and dependence, as well as to avoid this pathology. As this level of attention plays an important role in health care, prevention and promotion of mental health, it makes evident the importance of evaluating the supply and organization of actions aimed at the population with mental disorders and those that avoid situations of risk and social vulnerability in Primary Health Care (APS). In this context, this research has as general objective the evaluation of the quality of the organization of actions directed at mental health in primary health care services in a Regional Health Care Network of the state of São Paulo. The specific objectives are to elaborate indicators of evaluation of the organization of actions of attention to Mental Health in PHC; to describe and evaluate the organization of actions to promote, prevent and assist mental health and the articulation of a network based on PHC and to verify associations between the different quality groups in the attention to mental health from explanatory variables. This is a cross-sectional, exploratory and quantitative study based on the elaboration and application of indicators of evaluation of the organization of mental health care practices and abusive use and dependence of SPAs developed in APS services of RRAS 09. The proposal of indicators was based on the analysis of the questions that make up the instrument "Quality Assessment Questionnaire for Basic Care Services" - QualiAB, applied in 2014. The present research used specifically the indicators related to health care of people with mental disorders including abusive use / dependence of psychoactive substances, promotion of actions to avoid fragilization and rupture of bonds and the formation of intersectoral network. One hundred and forty quality indicators related to the themes studied were grouped, regarding mental health, based on the mental health policies in force in the country. After this pre-selection, four domains were built: "Promotion of Mental Health in PHC", "Prevention of Mental Health Problems and Problems in PHC", "PHC Mental Health Assistance" and "Networking and Intersectoriality in APS ". From the creation of these domains, the data analysis plan was first constructed with the processing of the response frequencies for the selected indicators, carried out in the SPSS version 20.0 program. For the analysis of the constructed domains, in order to identify groups of quality of the investigated services, the k-means test was chosen by means of the clusters technique, using Statistic Base program with the grouping of the services from the definition of five clusters in relation to the three domains separately. The multiple logistic regression test (SAS Program) was applied to investigate possible relations from explanatory variables between the different quality groups. The results show, that the common explanatory variables which were related to the group of best performing services were weekly team meetings in the last year, surveys of the local reality through community studies and participation in the evaluation process and in the grouping of the performance services prevailed to be characterized as traditional basic unit and not to hold weekly meetings. The services with best performance in the area of Mental Health, carry out actions focused on the prevention of mental health problems. The most frequent actions were lectures, guidelines for enrollment in social programs, prenatal actions addressing the use of smoking and other drugs, guidelines for formal and informal caregivers, home care for the elderly, referrals to specialized services and a network composed of CRAS and CAPS.en
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.subjectsaúde mentalpt
dc.subjectatenção primária à saúdept
dc.subjectavaliação em saúdept
dc.subjectmental healthen
dc.subjectprimary health careen
dc.subjectevaluationen
dc.subjectHealth Services Evaluationen
dc.titleAvaliação da organização de ações de atenção à saúde mental em serviços de atenção primáriapt
dc.title.alternativeEvaluation of the organization of health care actions mental health services in primary careen
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso restrito
unesp.graduateProgramSaúde Coletiva - FMBpt
unesp.knowledgeAreaSaúde públicapt
unesp.researchAreaavaliação de serviços e tecnologias de atenção básicapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Medicina, Botucatupt
unesp.embargo24 meses após a data da defesapt
dc.identifier.aleph000908048
dc.identifier.capes33004064078P9
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record