Show simple item record

dc.contributor.advisorSantos, Daniela Micheline dos [UNESP]
dc.contributor.advisorCarvalho, Karina Helga Turcio de [UNESP]
dc.contributor.advisorGoiato, Marcelo Coelho [UNESP]
dc.contributor.authorLaurindo Júnior, Murilo César Bento [UNESP]
dc.date.accessioned2018-11-01T20:29:15Z
dc.date.available2018-11-01T20:29:15Z
dc.date.issued2018-09-05
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/157485
dc.description.abstractAtualmente a população tem maior acesso a informações sobre como e porque terem um estilo de vida mais saudável e muitos praticam exercícios físicos regularmente, entre eles os treinos hipertróficos. Em vista do grande esforço físico realizado nesta prática, é necessário avaliar possíveis relações entre o treino hipertrófico e a musculatura do aparelho estomatognático. O objetivo deste estudo foi avaliar a influência da atividade física hipertrófica de membros superiores sobre a eficiência mastigatória e a força máxima de mordida e a correlação entre ambas as análises. Foram selecionados 20 indivíduos (10 homens e 10 mulheres) que praticam atividade física hipertrófica regularmente de acordo com os critérios de inclusão e exclusão. A coleta dos dados sociodemográficos e as análises inicias de eficiência mastigatória e força máxima de mordida foram realizadas previamente a um treino (Grupo Controle) de hipertrofia de membros superiores padronizado e pré-determinado por um educador físico. Logo após o treino, as análises foram repetidas (Grupo teste). A análise estatística foi realizada utilizando o programa SPSS 22.0 (Chicago, EUA). Os valores de eficiência mastigatória e de força máxima de mordida foram submetidos ao teste t de Student e sua correlação foi analisada pelo teste de correlação de Pearson, todos com significância de 5%. Houve uma diminuição significativa da eficiência mastigatória após o treino (p<0,01). Não houve diferença estatística na força de mordida entre os períodos avaliados e houve correlação positiva entre a eficiência mastigatória e a força máxima de mordida. Portanto, a prática de atividade física hipertrófica diminuiu da eficiência mastigatória, mas não alterou força máxima de mordida e ambas as variáveis apresentaram correlação positiva (p=0,04).pt
dc.description.abstractCurrently, the population has greater access to information about how and why to have a healthier lifestyle and many people practice physical exercises regularly, such as hypertrophic trainings. Considering the great physical effort performed in this practice, it is necessary to evaluate the possible relation between the hypertrophic training and the musculature of the stomatognathic system. The aim of this study was to evaluate the influence superior members hypertrophic physical activity on the masticatory efficiency and the maximum bite force and the correlation between both essays. Twenty individuals (10 men and 10 women) who practice hypertrophic physical activity regularly were selected according to the inclusion and exclusion criteria. Sociodemographic data were collected and the measures of masticatory efficiency, maximum bite force were performed before a standardized, and preset by a physical educator, superior members hypertrophic training (Control Group), and soon after the training, the essays were repeated (Test Group). A statistical analysis was performed using the SPSS 22.0 program (Chicago, USA). The masticatory efficiency and maximum bite force data were submitted to Student's test and their correlation was analyzed by Pearson's test, both with 5% significance. Significant decrease of masticatory efficiency was found after the training (p<0,01). There was no statistical difference in bite force between the assessment periods and there was positive correlation between masticatory efficiency and maximum bite force. Thus, the practice of hypertrophic physical activity decreased the masticatory efficiency but did not alter the maximum bite force and both essays presented positive correlation (p= 0,04)pt
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.subjectMúsculo Esqueléticopt
dc.subjectHipertrofiapt
dc.subjectMastigaçãopt
dc.subjectForça de Mordidapt
dc.subjectExercíciopt
dc.titleAvaliação da eficiência mastigatória e força máxima de mordida em jovens praticantes de atividade física hipertróficapt
dc.title.alternativeEvaluation of masticatory efficiency and maximum bite force in young athletes of hypertrophic physical activitypt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramOdontologia - FOApt
unesp.knowledgeAreaPrótese dentáriapt
unesp.researchAreaFundamentos de Prótese Dentáriapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Odontologia, Araçatubapt
unesp.embargoOnlinept
dc.identifier.aleph000909591
dc.identifier.capesOdontologia - FOA
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record