Show simple item record

dc.contributor.advisorRamos, Dionei [UNESP]
dc.contributor.authorGouveia, Tamara dos Santos
dc.date.accessioned2018-12-19T13:46:56Z
dc.date.available2018-12-19T13:46:56Z
dc.date.issued2018-04-27
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/180279
dc.description.abstractIntrodução: O tabagismo é considerado uma doença crônica e pode ter uma relação direta com doenças mentais, como a ansiedade e depressão. Além de, poder ocasionar alterações na composição corporal, inflamatórias, metabólicas, musculares e cardiorrespiratórias, promovendo o surgimento de doenças metabólicas, cardiovasculares e respiratórias. Objetivos: Avaliar os níveis de ansiedade e depressão e a relação entre carga tabágica com marcadores inflamatórios e metabólicos, composição corporal, força muscular, capacidade cardiorrespiratória e o risco de desenvolvimento de doenças metabólicas e cardiovasculares em tabagistas. Métodos: Estudo transversal, com tabagistas avaliados independente do sexo, com idade entre 18 a 60 anos. A avaliação foi composta de obtenção de dados de identificação pessoal, investigação de histórico tabagístico e critérios clínicos de dependência física à nicotina. Foram aplicados questionários referentes ao grau de dependência à nicotina (Fagerström), questionário socioeconômico e níveis de ansiedade e depressão (HADS). Foram realizados os seguintes testes: espirometria, dinamometria, bioimpedância, coleta de sangue venoso periférico e teste cardiopulmonar em esteira. Resultados: Foi encontrada associação entre tabagismo e ansiedade (p = 0,003) e depressão (p <0,001) mesmo após ajustes para fatores de confusão (tabagismo e ansiedade: OR sexo: 2,01; OR idade: 2,56; OR escolaridade: 2,25; OR nível socioeconômico: 2.26; tabagismo e depressão: OR sexo: 4.80; OR idade: 3.13; OR escolaridade: 1.82; OR nível socioeconômico: 1.81). Também foram observadas correlações positivas fracas entre anos-maço e triacilglicerol (r=0,313; p=0,011), monócitos (r=0,282; p=0,024) e circunferência abdominal (r= 0,252; p=0,047) para dados não ajustados. E correlações positivas fracas entre anos-maço e gordura visceral para os dados ajustados (r= 0,258; p=0,048). Tabagistas que fumam mais de 20 cigarros/dia têm 31% mais chances de desenvolverem doenças metabólicas [p=0,043 (95% IC: 1,009 – 1,701)]. Conclusões: Tabagistas têm duas vezes mais chances de apresentarem ansiedade mesmo após com o ajuste das variáveis de confusão, também se observa com a depressão exceto no modelo de ajustes com as variáveis de escolaridade e depressão. E os anos-maço tem uma correlação positiva com os monócitos, com o triacilglicerol, com a circunferência abdominal e gordura visceral; e que tabagistas que fumam mais de 20 cigarros/dia têm 31% mais chances de desenvolverem doenças metabólicas.pt
dc.description.abstractIntroduction: Smoking is a chronic disease and may be directly related to mental illness, such as anxiety and depression. Besides being able to cause changes in the body composition, inflammatory, metabolic, muscular and cardiorespiratory, promoting the emergence of metabolic, cardiovascular and respiratory diseases. Objective: To evaluate the levels of anxiety and depression and the relation between smoking load with inflammatory and metabolic markers, body composition, muscle strength and cardiorespiratory capacity and risk of developing metabolic and cardiovascular diseases in smokers. Methods: Cross-sectional study with smokers evaluated regardless of sex, aged between 18 and 60 years. The evaluation consisted of obtaining personal identification data, smoking history investigation and clinical criteria of physical dependence to nicotine. Questionnaires related to the degree of dependence on nicotine (Fagerström), socioeconomic questionnaire and levels of anxiety and depression (HADS) were applied. The following tests were performed: spirometry, dynamometry, bioimpedance, peripheral venous blood collection and cardiopulmonary treadmill test. Results: It was found an association between smoking and anxiety (p = 0.003) and depression (p <0.001) even after adjusting for confounding factors (smoking and anxiety: OR gender: 2.01; OR age: 2.56; OR schooling: 2, 25 OR, socioeconomic level: 2.26, smoking and depression: OR sex: 4.80; OR age: 3.13; OR education: 1.82; OR socioeconomic level: 1.81). We also observed weak positive correlations between pack-years and triacylglycerol (r = 0.313, p = 0.011) and monocytes (r = 0.282; p = 0.024) for unadjusted data. As in the abdominal circumference (r = 0.252, p = 0.047), unadjusted data; and visceral fat for the adjusted data (r = 0.258, p = 0.048). Smokers who smoke more than 20 cigarettes/day are 31% more likely to develop metabolic diseases [p = 0.043 (95% CI: 1.009 - 1.701)]. Conclusions: Smokers are twice as likely to exhibit anxiety even after adjusting for confounding variables, also observed with depression except in the adjustment model with the variables of schooling and depression. And pack years have a positive correlation with monocytes, with triacylglycerol, with abdominal circumference and visceral fat; and that smokers who smoke more than 20 cigarettes / day are 31% more likely to develop metabolic diseases.en
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.subjectTabagismopt
dc.subjectSaúde Mentalpt
dc.subjectColesterolpt
dc.subjectMonócitospt
dc.subjectComposição Corporalpt
dc.subjectTobaccoen
dc.subjectMental Healthen
dc.subjectCholesterolen
dc.subjectMonocytesen
dc.subjectBody Compositionen
dc.titleInfluência do tabagismo na ansiedade e depressão, marcadores inflamatórios e metabólicos, composição corporal, força e capacidade cardiorrespiratóriapt
dc.title.alternativeInfluence of tobacco in anxiety and depression, inflammatory and metabolic markers, body composition, strength and cardiorrespiratory capacityen
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramFisioterapia - FCTpt
unesp.knowledgeAreaAvaliação e intervenção em fisioterapiapt
unesp.researchAreaAvaliação e Intervenção em Fisioterapia nos sistemas cardiovascular, endócrino e respiratóriopt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências e Tecnologia, Presidente Prudentept
unesp.embargoOnlinept
dc.identifier.aleph000911092
dc.identifier.capes33004129045P2
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record